PÃO DE AÇÚCAR REALIZA PROMOÇÃO DE CERVEJAS ESPECIAIS NO APLICATIVO “PÃO DE AÇÚCAR MAIS”

A rede oferece descontos de 50% a clientes cadastrados no “Pão de Açúcar Mais” para todos os rótulos de cervejas especiais.

Acontece na sexta-feira (23/2) a promoção de 50% para compra de cervejas especiais, incluindo rótulos nacionais e internacionais, em todas as unidades Pão de Açúcar, Minuto Pão de Açúcar e PãodeAçúcar.com. A rede disponibilizou cerca de 400 rótulos para seus consumidores.

Para acessar a promoção basta o cliente baixar o aplicativo Pão de Açúcar Mais, ativar a oferta e comprar nas lojas Pão de Açúcar, Minuto Pão de Açúcar e Paodeacucar.com a partir das 7 horas da manha, exceto para a modalidade de compra Express. Vale ressaltar que haverá limite de 99 unidades por cliente.

Alguns dos rótulos disponíveis são: Hoegaarden 330ml, Colorado 600ml, Goose Island 355, Wals Session Citra, Vedett White 330, Erdinger Weiss 500ml entre outras opções.

Para ter acesso aos descontos, o consumidor deve ser cadastrado no Programa de fidelidade Pão de Açúcar Mais (o cadastro é gratuito) e ativar a oferta.

Para baixar o aplicativo do Pão de Açúcar Mais basta acessar as lojas dos smartphones (IOS ou Android) e ativar a oferta desejada.


Fridda Café: carinho e dedicação numa cafeteria em Candeias

Fridda Café em Candeias | Foto: Carlos DanielDecoração alegre e ambiente aconchegante com referência em todas as paredes à pintora mexicana Frida Khalo. O Fridda Café, em Candeias, no Jaboatão dos Guararapes, é daqueles lugares arquitetados com carinho que convidam o público a fotografar cada ângulo. O projeto foi todo idealizado pelo proprietário e barista Carlos Daniel, natural da cidade de Catende, Mata Sul de Pernambuco, em parceria com o arquiteto Felipe Dias

“Trabalhei desde os 18 anos na área de logística, mas a paixão pela gastronomia sempre foi bem forte em mim. Determinei, na minha cabeça, que abriria um restaurante aos 45 anos”, lembra Daniel. Mas antes disso, há sete meses, ao completar 41 anos, o empresário ficou desempregado e teve que escolher: ir para Irlanda, na Europa, aprender inglês e aperfeiçoar o currículo para dar um upgrade na profissão; ou dedicar-se ao sonho antes do planejado.

Gastronomia e ambiente aconchegante | Foto: Carlos Daniel

Seu primeiro contato com uma cafeteria que despertou interesse foi durante uma temporada que passou em Joinville, município de Santa Catarina. Encantado com o café-conceito, que mesmo apresentando linhas tradicionais, tinha um certo charme.

Candeias, local onde vive, foi a região escolhida. “O bairro não tinha cafeterias que trouxessem aos clientes as inúmeras experiências sensoriais possíveis na degustação do café que a gente possibilita. E pela característica de ser um bairro bastante residencial, escolhi o local” explica.

Da Casa

O cardápio também foi selecionado pelo próprio Daniel. A adaptação ao bairro foi necessária, mas bem distante de ser algo puramente regional. Destaque para a Crepioca Fridda Nordestina (R$ 16), que contrasta, deliciosamente em sua composição, charque, molho pesto de rúcula, requeijão e cebola caramelizada servida à parte, para que o cliente adoce à vontade. O quiche de camarão e o de gorgonzola com pera ao vinho também são os mais procurados.

Mas a melhor forma de conhecer o lugar é numa conversa com Daniel, que explica de forma paciente e detalhada com amor pelo que faz, as combinações, nuances e notas harmônicas de cada pedido.

São sete tipo de possibilidades de filtrados | Foto: Carlos Daniel

Filtrados

Além do cardápio tradicional de cafés, como o expresso, espumone (latte) (R$ 7), cappuccino italiano (R$ 7), machiato (R$ 7) e mocha (R$ 8), o Fridda disponibiliza a possibilidade de sete métodos de filtrados com diferentes grãos, como o Chemex e o Hario V60.

Para as opções de cafés gelados, os clássicos affogato (R$ 12) e frapê (16), figuram entre os mais conhecidos. Mas o Gelado Fridda (R$9) desponta na combinação de cold brew, o xarope de laranja monin, água com gás e gelo.

 

Fridda Café

Av. Bernardo Vieira de Melo, 6088 – Loja 4 – Candeias
Terça a domingo | 14h às 21h
Telefone: (81) 3080-0851

PorAqui


12 restaurantes italianos para se fartar em Boa Viagem

Foto: divulgaçãoComer um prato de origem italiana é sempre um prazer (pelo menos pra mim). E esse prato sendo preparado num restaurante especialista nesse segmento gastronômico a experiência se completa.

Para fazer isso sem sair do bairro, o PorAqui separou 12 casas italianas. Cada uma com sua característica. Tem local com ambiente acolhedor, tem aquele rodízio, tem os vinhos… É só escolher e se programar.

Confere aí

Barbarico Bongiovanni
Massas caseiras, filés e sobremesas em espaço tradicional e elegante com lojinha de produtos gourmets da casa.
Ter a sáb, das 19h à 0h; dom, das 12h às 17h
Av. Domingos Ferreira, 2655, Boa Viagem
(081) 3325-4268

Buongustaio
Especialidades italianas diversificadas em ambiente contemporâneo e decorado.
Seg, das 12h às 15h; ter a sáb, das 12h à 0h; dom, das 12h às 16h
Av. Conselheiro Aguiar, 916, Boa Viagem
(081) 3325-4864

Cantina di Luigi
Cantina com tempero e sotaque italiano. Pizzas e massas preparadas e servidas pelo proprietário Luigi, que ainda canta músicas italianas.
Ter a sáb, das 12h às 15h e das 18h às 23h; dom, das 18h às 23h
Rua Dona Magina Pontual, 48, Boa Viagem
(081) 3038-5640

Casa D’Italia
Se destaca pelo rodízio de pizzas e massas em um clima descontraído. Às vezes rola até música ao vivo.
Seg a dom, das 11h30 às 15h e das 18h à 0h
Rua Ernesto de Paula Santos, 284, Boa Viagem
(081) 2128-4730

Dom Ferreira
Culinária italiana contemporânea, com bufê no almoço, lounge intimista e salões espaçosos.
Seg a sex, das 11h30 às 15h30 e das 18h à 0h; sáb, das 12h às 16h e das 18h à 1h; dom, das 12h à 0h
Av. Domingos Ferreira, 4140, Boa Viagem
(081) 3463-4141

Famiglia Giuliano
No menu, mais de uma dezena de pizzas gourmet. Destaque para a Pata Negra, feita com tomate fresco, parma, rúcula e grana padano.
Ter a sáb, das 19h às 23h; dom, das 12h às 23h
Av. Domingos Ferreira, 3972, Boa Viagem
(081) 3465-9922

Il Pastificio
Massas artesanais frescas, secas e recheadas – inclusive para vender –, molhos prontos, sopas, tortas salgadas, carnes, aves e peixes e sobremesas. Isso com uma boa adega.
Ter a dom, das 9h às 22h.
Rua Carlos Pereira Falcão, 184, Boa Viagem
(081) 3325-9453

La Tratoria
Restaurante aconchegante e com uma decoração peculiar. O ambiente faz você se sentir num restaurante na Itália.
Seg a qui, das 18h às 23h; sex a dom, das 12h às 15h e das 18h à 0h
Rua Carlos Pereira Falcão, 334, Boa Viagem
(081) 3090-7878

Macunaíma
Rodízios de pizzas e crepes e buffet com sushi, saladas e carnes.
Seg a dom, das 11h3 às 15h30 e das 18h às 23h
Av. Domingos Ferreira, 2045, Boa Viagem
(081) 3326-8080

Prima Deli
Menu italiano variado a la carte de pratos individuais com massas artesanais em espaço contemporâneo e casual.
Seg a dom, das 12h às 15h30 e das 19h às 23h
Av. Conselheiro Aguiar, 2217, Boa Viagem
(081) 3204-1333

Tomaselli
Cardápio de pizzas, massas, carnes e frutos do mar, além de carta de vinhos, em ambiente clássico e familiar.
Seg a sáb, das 18h à 0h; dom, das 12h à 0h
Rua Frei Leandro, 50, Boa Viagem
(081) 3427-3710

Toscana Trattoria
Ambiente acolhedor e carta de vinhos variada. Clientes destacam pratos grelhados.
Ter a sáb, das 12h às 15h e das 19h às 23h; dom, das 12h às 16h
Rua Pereira da Costa, 80, Pina
(081) 3314-7071

PorAqui


MEC repassa R$ 14 milhões para reforma do Centro de Convenções da UFPE

O ministro da Educação Mendonça Filho assina a ordem de serviço da reforma nesta sexta (23), na Fundação Joaquim Nabuco

Fachada atual do Centro de Convenções da UFPE / JC Imagem

O ministro da Educação Mendonça Filho (DEM) vai assinar nesta sexta (23) a ordem de serviço para a reforma do Centro de Convenções (Cecon) e da concha acústica da UFPE. A cerimônia acontece às 11h, na Fundação Joaquim Nabuco.

Vão ser R$ 13,989 milhões destinados para a reforma, dos quais R$ 10 milhões saem do MEC. Na primeira etapa da reforma, a Concha Acústica será ampliada e reformada. Além disso, o serviço vai construir um conjunto de acessos de veículos, pedestres e o estacionamento.

A reforma no Centro de Convenções da UFPE é necessária por conta dos 15 anos de uso do espaço, que atende a uma média de 250 eventos ao ano.

CINEMA DA UFPE

O cinema da UFPE, que integra o Cecon da instituição, tem inauguração marcada para abril, com projetor de tecnologia 4K, som Dolby 7X1 e sistema digital.

JC Online


Azul terá voos de Recife para Cuiabá, Curitiba e Manaus

Flickr/ Rafael Luiz Canossa
Os voos de Recife para Manaus e Curitiba serão realizados com o A320neo

A partir do dia 2 de julho, a Azul ampliará as operações em Recife, um de seus principais hubs, com voos para Cuiabá, Curitiba e Manaus, totalizando 15 novas frequências semanais para a capital pernambucana. A rota para a capital do Amazonas é inédita e será a mais longa da aérea no mercado doméstico.

“Nós estamos consolidando diversos investimentos em Recife, que se tornou uma das nossas principais fortalezas no Nordeste do país. Ficamos felizes de poder comunicar a inclusão desses três novos mercados regulares.

Esse incremento na malha vai ampliar ainda mais a nossa rede de conexões dentro do Nordeste e para as demais regiões do País e do mundo”, afirmou o diretor de planejamento de malha da Azul, Daniel Tkacz.

Para Manaus, a companhia irá oferecer um voo diário, saindo do Recife no fim da noite. Com destino a Curitiba, os voos partirão diariamente na parte da manhã. Os dois mercados serão atendidos com as aeronaves A320neo, com capacidade para até 174 passageiros.

De Recife para Cuiabá, as operações acontecerão às segundas, quintas e domingos com os aviões Embraer, que comportam 118 pessoas. Todas as frequências foram aprovadas pela Anac e estão disponíveis para venda.

Confira abaixo mais detalhes sobre as operações.

Origem Saída Destino Chegada Frequência
Manaus 03:00 Recife 07:55 Segunda a sábado
Recife 23:05 Manaus 02:00 Às segundas
22:50 01:45 Terças, quartas, quintas, sextas e domingos
Recife 09:10 Curitiba 13:00 Domingo a sexta
Curitiba 18:30 Recife 22:05 Às segundas

18:15 21:55 Terças, quartas, quintas, sextas e domingos

Recife 22:45 Cuiabá
01:20 Segundas, quintas e domingos
Cuiabá 01:10 Recife
05:45 Segundas, terças e sextas


Liceu no Recife abrigará centro de empreendedorismo

Após ser restaurado, prédio vai se tornar centro de empreendedorismo social e desenvolvimento sustentável

Márcio Waked
Foto: Divulgação

De olho na nova economia, a Universidade Católica de Pernambuco (Unicap) vai criar um centro de empreendedorismo social e desenvolvimento sustentável. O projeto prevê cursos de graduação e pós-graduação, pesquisa acadêmica, coworking e incubação de empresas e será o responsável pela reinauguração do Liceu de Artes e Ofícios, prédio histórico da Praça da República, no Recife.

Coordenador da Católica Business School, Márcio Waked contou que o prédio do Liceu será restaurado para receber estas atividades. E este trabalho pode custar R$ 16 milhões. Porém, o projeto-executivo da obra, no entanto, ainda está em fase de elaboração dentro da universidade. Por isso, não há prazo para a retomada das suas atividades. Mesmo assim, o projeto de empreendedorismo já está funcionando dentro da universidade.

Ainda segundo Waked, a Unicap lançou duas novas pós-graduações de olho na nova economia neste ano. Uma trata de lideranças inovadoras para a sustentabilidade e a outra constitui um MBA de gestão em negócios. Além disso, a universidade prepara um curso de graduação voltado para a temática do desenvolvimento sustentável e estuda novas formas de apoio à pesquisa acadêmica sobre o tema. O empreendedorismo social também será incentivado pela sociedade através de consultorias e programas de incubação.

“Vamos focar nos negócios de impacto e também na formação de lideranças executivas e gestores de empresas, só que dentro da perspectiva de desenvolvimento sustentável e responsabilidade empresarial, de forma a levar esta temática para o centro das discussões dos novos modelos de empresas e práticas empresariais e, assim, contribuir com a melhora da nossa sociedade”, contou Waked, frisando que esta linha de pensamento se encaixa na missão da Companhia de Jesus por querer “buscar soluções para os problemas da região”.

Por: Marina Barbosa, da Folha de Pernambuco


Avianca estuda incluir tarifa mais leve e imposto justo em seus voos

A nova tarifa representa uma mudança de estratégia da Avianca

A Avianca é a companhia aérea que mais ganhou mercado nos últimos seis anos.
Foto: Divulgação

A Avianca estuda incluir mais fileiras de assentos na parte traseira do avião, oferecendo uma nova classe tarifária mais competitiva e sem direito a comida. A empresa de German e José Efromovich também faz planos de se juntar à sua irmã colombiana em até dois anos. A nova tarifa representa uma mudança de estratégia da Avianca, que sempre se orgulhou de oferecer mais espaço entre as poltronas em todo o avião, uma opção para o viajante menos sensível a preço e que prefere pagar por conforto.

A Avianca é a companhia aérea que mais ganhou mercado nos últimos seis anos. Só em 2017, cresceu 16,4%, cinco vezes a média do setor. Em 2016 – o pior ano para a aviação doméstica na última década, quando 8 milhões de passageiros deixaram de voar –, a empresa avançou 14,5% (os números se referem ao RASK, uma métrica do setor que mede os passageiros transportados por quilômetro pago.) Nos últimos seis anos, a empresa saiu de uma participação de mercado de 3,9% para 12,9% atrás da Gol (36,2%), Latam (32,6) e Azul (17,8%).

A crise acabou sendo um elemento de sorte para a Avianca. Quando a recessão bateu, a companhia estava recebendo as entregas de uma grande encomenda de Airbus A320 e aposentando os velhos Fokkers. Enquanto a concorrência enxugava a oferta, a Avianca conseguiu ganhar mercado e ainda exibir a maior taxa de aproveitamento dos aviões (relação entre oferta e demanda de assentos) da indústria (87,1%).

Em conversa com os Diários Associados, o presidente da Avianca, Frederico Pedreira, diz que ainda há espaço para companhias que oferecem um serviço unificado e de qualidade para todos os passageiros, mas talvez não por muito tempo. “Temos que pensar no médio e longo prazo e ser capazes de oferecer soluções customizadas para o passageiro. Estamos discutindo, ainda de forma muito preliminar, a criação de uma nova classe, nas últimas 5 a 7 fileiras do avião, com menos espaço e sem comida a bordo. São ideias loucas, mas estamos pensando.” Executivo português, Pedreira veio para o Brasil em 2010 para conduzir o plano de negócios da fusão da Avianca Brasil com a irmã colombiana, que é listada na Bolsa de Bogotá. A competição com a Latam no continente deve fazer finalmente com que o plano saia do papel, em “no máximo dois anos”.

A fusão com a Avianca vai sair?

Eu vim para o Brasil em 2010, para juntar as duas. Não gosto de fazer prognósticos porque já errei muitas vezes. Mas o acionista quer. O “quando” vai depender de algumas variáveis, o momento de mercado no Brasil e na Colômbia. Diria que é uma questão de dois anos, no máximo. A indústria passa por consolidação, vimos um novo player aparecer no continente (referência à Latam). Temos a visão de ter uma Avianca única mais forte nas Américas, com custos menores e uma malha otimizada, para poder brigar com o outro grande player.

As Ultra Low Cost estão chegando na região e forçando as concorrentes a uma reação. A Latam tem desmembrado as tarifas, cobrando extras. Mas o modelo de negócios da Avianca é focado em serviço premium. Vai seguir qual modelo?

Há espaço para todos os modelos e vimos isso lá fora. Hoje e no médio prazo, há espaço para a nossa proposta de valor. Mas temos que pensar no médio e longo prazo e ser capazes de oferecer soluções customizadas para o passageiro. O que nos faz diferentes é o serviço, mas acreditamos que podemos dar continuidade a essa proposta com tarifas mais competitivas. A flexibilização das bagagens nos permitiu fazer isso. Outra alternativa que estamos discutindo, ainda de forma muito preliminar, é criar uma nova classe, nas fileiras de trás. Manteríamos o padrão de serviço, mas criaríamos cinco a sete fileiras na parte de trás, com menos espaço e sem comida a bordo. São ideias loucas, ainda estamos pensando.

O que é preciso para a aviação brasileira ser mais competitiva?

Para sermos mais competitivos em termos de tarifa, é preciso desregulamentar muita coisa, além de investimentos em aeroportos. Os aeroportos melhoraram muito, mas estamos falando de 15 aeroportos, em um país com dimensões continentais. A necessidade e o desafio de infraestrutura é enorme. Deixamos de voar para Passo Fundo ano passado por problemas no aeroporto.

O que o deixa sem dormir em 2018?

O que vai acontecer na economia do Brasil este ano. Não estamos vendo um ano maravilhoso de recuperação. Achamos que vai ser mais um ano de transição. Esperamos que seja melhor do que o ano passado, mas estamos preocupados com uma série de fatores que ainda hoje impactam a nossa competitividade frente às concorrentes internacionais, como a cobrança do ICMS do combustível em voos domésticos. Tem muita rota que fica inviável com o nível de ICMS que temos hoje.

Mas com a negativa do Senado no ano passado, essa batalha não está perdida?

Nunca. Seguimos apostando nisso, pois acreditamos que a redução do ICMS vai contribuir para o crescimento da aviação e do Brasil. Se você comparar uma mesma aeronave, saindo de São Paulo, você paga 25% de ICMS se voar para Salvador. Se voar para Buenos Aires, vai pagar zero. Isso contribui para frear o desenvolvimento das companhias. Somos o único país do mundo com essa distorção.

Mas tirando São Paulo, que não abre mão dos 25%, as empresas têm muitos acordos nos estados que reduzem bastante esse ICMS?
Temos muitos voos que fazemos só porque temos acordos que nos permitem pagar 12% ou menos de ICMS no doméstico, desde que façamos voos internacionais ou novos voos dentro dos estados. Voos como Salvador-Bogotá e Fortaleza-Bogotá, começamos só para poder abastecer com ICMS reduzido. Achávamos que ia ser difícil encher os voos. Mas já estamos com 80% de ocupação. Tem demanda! Muita gente de Fortaleza indo para o Caribe e colombianos indo de férias para Fortaleza. Estamos analisando introduzir Brasília-Bogotá. Mas os voos só existem porque conseguimos um acordo que nos permitiu fazer o investimento. Queremos no doméstico a mesma condição que temos no internacional.

Qual a motivação para lançar voos para Nova York e Miami?

Era um sonho desde 2012. Pensamos em lançar em 2015, mas foi um ano complicado com a desvalorização do real. Por um lado, acreditamos que temos um bom produto para competir nas rotas internacionais. Havia uma demanda muito grande de nossos parceiros da Star Alliance, em particular em poder oferecer uma conexão com Santiago do Chile. E a demanda para Miami – seja por lazer, seja para atender a comunidade brasileira que vive lá – é muito grande. Além disso, a marca Avianca (Colômbia) é muito forte já há muito tempo nos Estados Unidos. É a maior empresa internacional no Aeroporto de Miami, com voos para Lima, Bogotá, Medellín, Cartagena, San Jose, San Salvador.

O senhor não teme a concorrência com a aprovação dos céus abertos (acordo que acaba com as restrições para abertura de novos voos entre Brasil e Estados Unidos)?

Somos a favor, mas para isso precisamos ter as mesmas regras, estar mais alinhados com regras internacionais. As americanas são muito grandes em relação às brasileiras, com capacidade de investimento muito maior. A regulação sem alinhamento internacional é o que mais impacta na nossa competitividade. Houve um passo importante com a liberação da cobrança de bagagens ano passado. Mas ainda tem a questão da “força maior”.

Como assim?

Quando tem um voo cancelado por mau tempo ou problema de aeroporto, a companhia é penalizada. Queremos ser responsabilizados pelas nossas contingências, mas hoje isso é algo que não controlamos. Só no Brasil é assim. Exemplo claro que acontece nas férias de verão: temos voos para Florianópolis que a pessoa pagou R$ 250 o trecho. Se o mau tempo fechar o aeroporto por um par de horas, temos que dar alojamento, comida e transporte. Custa mais do que a passagem. Isso é custo, que vai para a passagem aérea. Não é fugir da responsabilidade, mas acreditamos que podemos ser mais eficientes, mais competitivos e ter mais passageiros voando.

Por: Estado de Minas


Cor e causa: de janeiro a dezembro, entenda a origem das campanhas de cada mês

Você certamente já ouviu falar nas campanhas do Outubro Rosa ou do Novembro Azul. Mas provavelmente você não sabe como surgem essas campanhas e qual o objetivo delas. O calendário colorido da saúde surgiu com o objetivo de conscientizar a população sobre o perigo de algumas doenças e incentivar a prevenção e o tratamento dessas enfermidades. Não existe, porém, um calendário oficial estabelecido sobre a cor de cada mês. Desta forma, associações médicas podem se reunir e escolher a cor e doença para determinado mês.

O mais importante para que uma cor seja realmente adotada é a divulgação. Ou seja, quanto maior for a divulgação, maior a chance de a cor ficar fixada na mente do público. A divulgação de uma campanha acontece através da mídia, empresas, hospitais, clínicas, empresas, indústria farmacêutica, organizações não governamentais, instituições públicas, privadas e até com monumentos que são iluminados de acordo com a cor do mês.

Todas essas campanhas mensais servem de alerta tanto para prevenção das doenças, quanto para abertura de debates sobre elas, conscientização e educação do público e troca de experiência entre as pessoas. Ou seja, reflete no cuidado com a saúde no dia-a-dia da população. O médico superintendente técnico do Hospital do Câncer de Pernambuco, Fábio Malta, acredita na força dessas ações: “De um tempo para cá, elas têm se tornado muito importantes, principalmente quando se trata da prevenção. Elas servem para alertar tanto os profissionais de saúde quanto a população. Acredito também que com o tempo as outras campanhas vão tomar a mesma proporção que o Outubro Rosa e o Novembro Azul”.

Os meses de outubro e de novembro são, inquestionavelmente, os mais conhecidos. Com foco no câncer de mama e no câncer de próstata, respectivamente. Mas cada mês tem a sua cor. Você sabe quais são?

Janeiro Branco

A campanha foi criada em 2014, em Uberlândia, Minas Gerais, e alerta que os cuidados da mente também são fundamentais para o bem-estar e para a qualidade de vida. O foco é envolver psicólogos para temas ligados à saúde mental, emocional, harmonia nas relações e à psicoeducação. A campanha foi idealizada pelo psicólogo Leonardo Abrahão e acontece quase que exclusivamente no Brasil, embora cidades de outros países como os Estados Unidos, Japão, Portugal e regiões da África já adotem a iniciativa. O mês de janeiro foi escolhido por ser um período terapêutico e por se tratar do começo do ano, quando as pessoas estão esperançosas e focadas em mudanças. Alguns municípios brasileiros já sancionaram lei adotando o Janeiro Branco em seus calendários oficiais, incluindo capitais como Manaus, Maceió e Natal.

Março Azul-Marinho 

O câncer colorretal foi escolhido como foco no mês de março por se tratar do terceiro câncer mais comum entre homens e mulheres no país. A escolha do mês se deu porque ele abriga o Dia Nacional de Combate ao Câncer de Intestino, 27 de março, e a data é lembrada em todo o país como símbolo pela prevenção e tratamento da doença. Em todo o país, são feitas campanhas para conscientização sobre o câncer que, segundo dados veiculados este ano pelo INCA, tem como estimativa 35 mil novos casos apenas para este ano no país.

Maio Amarelo

Desde 2014, o Movimento Maio Amarelo abre o debate sobre prevenção de acidentes de trânsito com campanhas anuais que envolvem o poder público e a sociedade civil. A escolha do mês se deu porque ele é historicamente um marco mundial para a segurança no trânsito e para o balanço das ações realizadas em todo o mundo. Foi em 11 de maio de 2011 que a ONU decretou a Década de ações para a Segurança do Trânsito, que tem como meta a redução de acidentes de trânsito em 50%, no Brasil e no mundo. Também é realizada em maio a Semana Mundial de Segurança do Pedestre, também chamada de Campanha Zenani Mandela, em memória à neta de Nelson Mandela, vítima fatal do trânsito na África do Sul em 2010, com apenas 13 anos. O amarelo faz referência à “atenção”, numa alusão à sinalização de advertência. O mês é marcado por campanhas para a conscientização de motoristas para os altos índices de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. Para este ano, o tema “Nós somos o trânsito” já conta com o apoio coordenado entre o Poder Público e a sociedade civil. Os acidentes de trânsito representam a nona maior causa de morte em todo o mundo, sendo o primeiro responsável por mortes entre pessoas com 15 a 29 anos de idade, segundo órgãos internacionais.

Julho Amarelo

Julho é o mês da conscientização de hepatites virais e câncer ósseo. O mês foi escolhido pelo Ministério da Saúde e pelo Comitê Estadual de Hepatites Virais. A cor foi escolhida por ser o tom que os olhos dos infectados geralmente ficam quando a doença se manifesta, no fígado.

Fevereiro Roxo

Apesar de ser um mês curto e marcado por festas, são vários os alertas no segundo mês do ano. A cor roxa aponta para lúpus, mal de Alzheimer e fibromialgia. A escolha do roxo se deu por ser mundialmente conhecido como a cor das duas primeiras doenças citadas que, embora bem distintas, afetam milhares de brasileiros todos os anos.

Fevereiro Laranja

A campanha Fevereiro Laranja é um alerta sobre a leucemia, um dos tipos mais comuns de câncer, com mais de 250 mil casos por ano no país, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA). A ideia é acender o alerta para a importância da prevenção, além da doação de medula óssea.

Abril Verde

A campanha foi iniciada em 2014 e é dedicada à saúde e segurança no ambiente de trabalho. A escolha do mês se deu porque, no dia 28 de abril, pessoas do mundo todo celebram o “Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho”. Já no dia 7 de abril é o Dia Mundial da Saúde. Muitas companhias adotam o mês para fazer campanhas como a Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (SIPAT), que é obrigatória por lei para empresas, a depender do seu porte e grau de risco de suas atividades. A ideia – que ganhou força por iniciativa do Sindicato dos Técnicos de Segurança do Trabalho do Paraná – é conscientizar órgãos governamentais, empresas e empregados para a importância de combater situações de risco e doenças laborais.

Abril Azul

Outra iniciativa que também acontece no mesmo mês debate o autismo, já que o Dia Mundial da Conscientização do Autismo acontece no dia 2 de abril. A cor azul foi escolhida porque a síndrome é mais comum em meninos e a iniciativa tenta conscientizar pessoas em todo o mundo para a importância do diagnóstico e acompanhamento das pessoas com o distúrbio neurológico.

Junho Vermelho

A campanha foi criada pelo movimento Eu Dou Sangue, em 2011. No dia 14 de junho é celebrado o dia Mundial do doador de Sangue, por isso a escolha desse mês para conscientizar sobre a importância da doação. A cor vermelha foi escolhida, logicamente, porque é a cor do sangue.

Junho Laranja

A iniciativa foi criada pelo movimento Eu Sou Sangue, em 2011, e alerta para a anemia e a leucemia.

 Agosto Dourado

Dos dias 1° a 7, é realizada a semana mundial da amamentação. Por este motivo, agosto foi escolhido para ser o mês da conscientização do aleitamento materno. A campanha foi instituída pelo Governo Federal aqui no Brasil, em 2017. A cor dourada foi escolhida porque segundo os idealizadores da campanha, os momentos de amamentação são “horas de ouro”.

Setembro Verde

A campanha tem como objetivo conscientizar sobre a importância da doação de órgãos e prevenção do câncer de intestino. No dia 27 de setembro, é lembrado o dia nacional de doação de órgãos e tecidos. A campanha, criada em 2014, cujo slogan é “Doe órgãos, a vida continua”, foi criada pelo cirurgião cardiovascular José Lima Oliveira Junior, integrante da Comissão de Remoção de Órgãos da Associação da Sociedade Brasileira de Transplantes de Órgãos (ABTO), pelo Ministério da Saúde e pelas secretarias estaduais de saúde, com o objetivo de conscientizar e alertar a população sobre a necessidade da doação de órgãos. Dos 27 estados do país, 22 já aprovaram o projeto de lei que institui o Setembro Verde.

Setembro Amarelo

A campanha tem como objetivo a prevenção do suicídio. Apesar de ser uma ação mundial, só foi iniciada no Brasil em 2015. A campanha começou por aqui pelo Centro de Valoração a Vida (CVV), Conselho Federal de Medicina (CFM) e Associação Brasileira de Psiquiatria. O mês de setembro foi escolhido porque no dia 10 é comemorado o dia Mundial da Prevenção do Suicídio.

Setembro Vermelho

A campanha tem como objetivo a conscientização sobre as doenças cardiovasculares. No dia 29, é celebrado o Dia Mundial Do Coração, a cor vermelha simboliza o mesmo. A campanha foi idealizada em 2014, pelo Instituto Lado a Lado pela Vida.

Outubro Rosa

Esta campanha é a mais conhecida de todas, dedicada à conscientização do câncer de mama. Foi criada nos Estados Unidos, nos anos 1990, com apenas alguns estados fazendo ações isoladas sobre o tema. Agora, a campanha é mundial. O laço cor-de-rosa foi criado pela Fundação Susan G. Komen for the Cure, durante a primeira Corrida pela Cura que ocorreu em 1990, em Nova York, por simbolizar a feminilidade.

Dezembro Laranja

A campanha Dezembro Laranja foi criada em 2014 pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), como alerta ao câncer de pele. O laranja remete ao sol e ao tom de corpos bronzeados.

Novembro Azul

A campanha é bastante conhecida por tratar da prevenção e combate ao câncer de próstata e ao diabetes. Apesar do apoio de diversas entidades não governamentais, o Novembro Azul não tem o apoio do Ministério da Saúde brasileiro e do Instituto Nacional do Câncer. O movimento surgiu na Austrália, em 2003, chamado de Movember. Em vários países, os homens deixam crescer o bigode durante esse mês no melhor estilo Mario Bros. Aqui no Brasil, a campanha foi criada pelo Instituto Lado a Lado pela Vida, em 2008.

Novembro Dourado

A Campanha foi criada em 2014 pela Confederação Nacional de Instituições de Apoio à criança e ao Adolescente com Câncer (Coniacc). O mês de novembro foi escolhido porque no dia 23 é celebrado o dia nacional de combate ao câncer infanto-juvenil. A campanha tem como objetivo alertar para importância do diagnóstico precoce da doença em crianças.

Dezembro Vermelho

A campanha lembra a importância de se proteger contra a Aids, doença cuja data mundial de combate é lembrada no dia 1° de dezembro. A campanha é mundial e se tornou oficial no Brasil em 2017. O laço vermelho é visto como símbolo de solidariedade e comprometimento na luta contra a Aids, foi criado em 1991, pela Visual Aids, em Nova York. A cor foi escolhida por causa da sua ligação com sangue e à ideia de paixão.


Praia pernambucana é eleita a segunda melhor do mundo em 2018

Teresa Maia / DP

O maior site de informações sobre viagens e turismo, o TripAdvisor, escolheu as 25 melhores praias do mundo e a Baía do Sancho, localizada no arquipélago de Fernando de Noronha, a Oeste do Morro Dois Irmãos, ficou em segundo lugar no ranking. Devido às suas águas cristalinas e a aparição de golfinhos, a praia perde apenas para Grace Bay, nas Ilhas Turcas e Caicos, região pertencente ao Caribe.

Travellers’ Choice Beach Awards, nomeação onde os usuários do site elegem a melhor praia de todas, acontece uma vez por ano e é baseado na qualidade e quantidade de avaliações de viajantes, reunidas ao longo de um período de 12 meses. Outros lugares como Cuba, Espanha, Estados Unidos e Jamaica, entre outros, estão presentes na lista. De acordo com o próprio site, a Praia do Sancho já havia sido eleita como a melhor no mundo, em 2017.

O site ainda oferece informações como dicas, locais para se hospedar e frequentar durante a estadia em qualquer uma dessas 25 localidades. Confira o ranking completo:


Dois ministros do TST receberam, cada um, mais de R$ 295 mil em dezembro

Dora Maria da Costa e Breno Medeiros.

A fachada do prédio do Tribunal Superior do Trabalho (TST) (Foto: Agência Brasil)

Dora Maria da Costa e Breno Medeiros, ministros do Tribunal Superior do Trabalho (TST), receberam, respectivamente, R$ 329 mil e R$ 295 mil no mês de dezembro.

Segundo o TST, os vencimentos chegaram a tais montantes em razão de benefícios antigos que estavam pendentes de quitação.


Lanchonete no Rio é fechada após fiscais encontrarem carne misturada com ração

Três comerciantes foram detidos por não fecharem o local após ordem da Vigilância Sanitária; ao todo, 79 quilos de alimentos foram descartados

Comerciantes foram levados à delegacia após se recusarem a fechar a lanchonete
Divulgação/Guarda Municipal

Uma ação da Vigilância Sanitária realizada nesta terça-feira (20) no bairro de Madureira, no Rio de Janeiro, encontrou uma lanchonete com condições inadequadas e resultou na detenção de três comerciantes chineses. Os fiscais encontraram carnes misturadas com ração canina. O resultado era usado para rechear os salgados.
Ao visitar a lanchonete na Travessa Almerinda Freitas, a fiscalização também encontrou baratas no congelador, além de alimentos com validade vencida e muita sujeira. De acordo com a vigilância sanitária, cerca de 79 quilos de alimentos foram descartados. Por conta da situação, o estabelecimento foi autuado com determinação para fechamento.

No entanto, depois de uma denúncia de que o local ainda estava funcionando, os fiscais voltaram à tarde e foram hostilizados pelos chineses, que não acataram a ordem anterior. Com apoio de guardas municipais, os comerciantes foram levados ao 29º Distrito Policial, em Madureira, onde o caso foi registrado.

Larvas no hambúrguer

Outro caso recente de supresa indesejada para os clientes ocorreu no final de janeiro em uma unidade franqueada do Burger King na região da Asa Norte, em Brasília. Na ocasião, dois consumidores encontraram dezenas de larvas na carne do lanche que tinham pedido. O vídeo divulgado no Facebook pelos clientes logo recebeu milhões de visualizações.

O franqueado disse exigir “o mais alto grau de qualidade e conformidade de seus produtos, passando por frequentes auditorias internacionais para garantir os mais altos padrões de qualidade”. A unidade também afirmou que a Vigilância Sanitária do Distrito Federal confirmou que “o restaurante está adequado a todas as condições higiênico-sanitárias”.

A rede Burger King também se desculpou pelo ocorrido na lanchonete e afirmou que a empresa adota altos padrões para se certificar da segurança dos alimentos para os seus clientes. “Por ser um fato isolado e tão atípico, nós não estamos parando por aqui. Estamos trazendo uma companhia internacional de investigação que, junto com as autoridades competentes, continuará averiguando esse caso”.

Por Brasil Econômico


Casos de sarampo na Europa aumentam 400% em um ano, diz OMS


A vacinação contra o sarampo é essencial para evitar novos casos : OMS/Opas

Ministros da Saúde de 11 países europeus reuniram-se esta semana na República de Montenegro, nos Bálcãs, para debater soluções para o enfrentamento do surto de sarampo no continente e a importância da imunização. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a Europa teve um aumento de 400% nos casos da doença no ano passado, na comparação com 2016. A informação é da ONU News.

O sarampo afetou mais de 21,3 mil pessoas na Europa em 2017, sendo que 35 pacientes morreram, informou a OMS. A diretora regional da organização na Europa, Zsuzsanna Jakab, declarou que “cada pessoa com sarampo é um lembrete de que crianças e adultos sem vacinação têm risco de contrair a doença, que é contagiosa”.

Segundo ela, o total de casos e de mortes no ano passado “é uma tragédia que simplesmente não se pode aceitar”. Zsuzsanna destaca que eliminar sarampo e rubéola é uma meta prioritária para todos os países do continente.

A OMS disse que, dos 53 países europeus, 15 tiveram surtos de sarampo, principalmente a Itália, a Romênia e a Ucrânia. Nessas nações, houve declínio da cobertura de vacinação de rotina, o que gerou cerca de 5 mil casos ou mais em cada país. Alemanha, Bélgica, Bulgária, França, Espanha, Reino Unido e Rússia também tiveram centenas de casos de sarampo no ano passado.

A OMS disse que já estão em prática ações para evitar novos surtos, incluindo melhoria no planejamento e na logística dos estoques de vacinas, conscientização do público sobre a doença e imunização de pessoas com mais risco de contrair sarampo.

Edição: Augusto Queiroz
Leda Letra – ONU News


Pernambuco tem mais uma exposição no calendário agropecuário do Nordeste

A partir deste ano, o município de Gravatá passa a fazer parte do calendário de exposições agropecuárias do Nordeste com a I Expoagro Gravatá que começa nesta quinta-feira (22) e vai até o próximo domingo, na rodovia PE 81, quilômetro 0,4, em Gravatá.

O evento deve reunir 200 expositores de cinco estados (Pernambuco, Paraíba, Sergipe, Rio Grande do Norte e Ceará), que vão apresentar cerca de 700 animais entre equinos, caprinos e ovinos. A expectativa é de um público de 20 mil pessoas e uma movimentação de aproximadamente R$ 3 milhões em negócios.

“Apesar de se constituir um polo pecuarista importante, se destacando inclusive como maior centro de criação de equinos do Nordeste, Gravatá não possuía uma exposição nesse formato a exemplo de Recife, Limoeiro, Surubim, Carpina, Sertânia, Afogados da Ingazeira”, afirma o presidente da Sociedade Nordestina dos Criadores, Emanuel Rocha, um dos organizadores do evento.

Ele adianta que nas próximas edições também estarão participando os criadores de bovinos. Este ano, além da premiação dos animais nos julgamentos das características morfológicas de caprinos, ovinos e equinos, também haverá comercialização de animais de alta qualidade com preços iniciais entre R$ 2 mil e R$ 5 mil, que poderão ser parcelados em 10 vezes. Haverá ainda uma Copa de Marcha de cavalos da raça Manga Larga Marchador.

Além disso, também serão realizados negócios na área de estandes onde os expositores de diversos segmentos apresentarão máquinas, tratores, veículos, rações e implementos agrícolas. Nessa área também haverá uma praça de alimentação com restaurantes e lanchonetes.

Ainda faz parte da programação a I Expo Jipe Gravatá, evento no qual os principais grupos de off-road de Pernambuco e da Paraíba estarão participando em um rally no sábado com mais de 50 veículos, que percorrerão as trilhas da região.

Também participam da organização do evento a Associação dos Criadores do Cavalo Mangalarga Marchador de Pernambuco, Associação dos Criadores do Cavalo Mangalarga Marchador de Gravatá, Associação de Pilotos e Navegadores de Rally de Pernambuco. O apoio é da Prefeitura Municipal de Gravatá.


Como usar a inteligência para inovar na empresa

As empresas estão investindo cada vez mais no profissional de Inteligência para melhorar o desempenho de suas equipes de vendas e de marketing, evitar o avanço da concorrência e, ao mesmo tempo, agregar valor ao seu negócio através da inovação.

De acordo com o diretor da MPE Consultoria & Treinamento e especialista em liderança comportamental, Edson Xavier Jr, a aplicabilidade dessa ferramenta não deve se limitar a grandes organizações. Segundo ele, é essencial que cada empresa, seja uma grande corporação ou as pequenas e médias empresas, construam o seu próprio modelo de Inteligência para reduzir os riscos nas tomadas de decisões.

“Considero a Inteligência Competitiva dentro de uma organização como um eterno processo de aprendizagem que é definido pela competição. Com base em informações de mercado, é possível a otimização da estratégia corporativa em curto e longo prazo. O conhecimento adquirido sobre os concorrentes e o ambiente competitivo garante habilidade às organizações para lidar com a complexidade do ambiente externo”, explica.

Segundo Edson Xavier, a grande sacada é justamente apontar caminhos alternativos de sucesso para driblar as dificuldades e vencer a concorrência seja em qualquer área de atuação. Ele ressalta ainda necessidade das empresas de se investir sempre na capacitação dos seus profissionais, para que eles possam estar preparados para as novas demandas de mercado que surgem e se reciclarem através de cursos de atualização.

Um grande filão para o crescimento do negócio atualmente, segundo o ele são as chamadas mídias sociais. Investir neste segmento é preciso para atender o público-alvo de forma mais atenciosa e agradável pois atualmente as redes sociais são mais usadas que os próprios sites e são primordiais para qualquer empresa. “As redes sociais devem ser utilizadas em cima do foco da empresa. Quem sabe usá-las de forma estratégica pode conseguir resultados surpreendentes e aumentar as vendas de qualquer negócio”, garante o especialista.

De olho nessa tendência de mercado, a MPE Treinamento e Consultoria promove no próximo dia 22 de fevereiro, um curso de capacitação voltado justamente para o Marketing nas Mídias Sociais, com a estrategista de Redes Sociais Vanessa Duarte. O curso tem como objetivo principal mostrar o potencial das redes sociais como ferramenta de marketing, relacionamento e vendas e apresentará conceitos gerais, novidades e as ferramentas atuais. Além disso, o curso também abordará discussões sobre planejamentos estratégicos, marketing de conteúdo, monitoramento, publicidade em redes sociais e mensuração de dados. As inscrições podem ser feitas através do site www.mpetc.com e custam R$ 65,00 até o dia 21 de fevereiro.

SERVIÇO

MPE – Consultoria & Treinamento

Rua Dom Carlos Coelho, 64, Boa Vista.

Informações: (81) 3423.2729/ 9 9661.0421/ 9 8491.4473

Site: www.mpetc.com

E-mail: mpetc@mpetc.com

Facebook: https://www.facebook.com/Mpetc

Contato para entrevistas: Edson Xavier, Diretor da MPE e especialista em liderança comportamental: (81) 3423.2729.

Assessoria de Comunicação

Freemídia Comunicação


Encontro gratuito esclarece dúvidas sobre a cirurgia bariátrica no Recife

Palestras gratuitas acontecem nesta segunda-feira (dia 26/02), às 19h, no 7º andar, do anexo 3, no Hospital Esperança, na Ilha do Leite

É crescente o aumento da população de obesos no mundo e apesar do conhecimento dos benefícios da boa alimentação e da prática de atividade física, poucas pessoas conseguem inserí-las no seu dia a dia. A vida moderna aliada a tecnologia, que muitas vezes leva ao sedentarismo, e os apelos de inúmeros fast foods espalhados pela cidade, dificultam a meta de muitas pessoas em ter uma vida saudável e levam, muitas delas, a obesidade. Um dos tratamentos para essa doença, quando já está em estágio avançando, é a cirurgia bariátrica. Nesta segunda-feira, 26 de fevereiro, às 19h, o cirurgião bariátrico Walter França realiza a Reunião Multidisciplinar da Obesidade, no Hospital Esperança (7º andar do anexo 3). Neste evento gratuito, o profissional ministra palestra, juntamente com psicóloga e nutricionista de sua equipe multidisciplinar, para esclarecer dúvidas sobre a cirurgia da obesidade.

A obesidade é uma doença que traz consigo outras comorbidades como problemas cardiovasculares, depressão, hérnias, diabetes II, dermatites e dislipidemia(alteração do colesterol). Apnéia do sono, incontinência urinária, disfunções hormonais e erétil nos homens, doenças articulares e do refluxo, entre outros problemas, acometem quem está bem acima do peso. Na reunião, o cirurgião Walter França irá repassar informações sobre o procedimento com uso da robótica, técnica minimamente invasiva capaz dar uma visão de 360 graus ao profissional, permitindo um campo 10 vezes maior da área a ser operada e uma recuperação mais rápida ao paciente.

Entre os procedimentos mais usados na cirurgia bariátrica estão o Bypass intestinal e o Sleeve. No Sleeve ou Gastrectomia Vertical, o estômago do paciente é grampeado em forma de tubo que vai do esôfago ao duodeno. Assim se reduz o estômago em até 80% do seu tamanho. O novo órgão fica com 150 ml a 250 ml e com forma parecida a um tubo gástrico.” Nessa redução se retira parte do fundo gástrico, região que produz o hormônio grelina, responsável pela sensação de fome. Após a cirurgia, o apetite diminui. Esse procedimento é indicado para paciente com obesidade 3 e mórbida principalmente o que possuem problemas intestinais ou quadro de anemia importante”, enfatiza.

No Bypass intestinal de Forbi Capella há um desvio do intestino delgado fazendo com que o paciente absorva menos gordura do que antes. Todo o intestino continua funcionando normalmente e a absorção de vitaminas e minerais permanece a mesma. “A média de perda de peso do paciente que se submete ao Bypass, oscila entre 40%, mas pode variar entre 25% e 55%”, relata a profissional.

De acordo com o cirurgião bariátrico Walter França hoje já é possível operar um paciente com índice de massa corpórea (IMC), a partir de 30, com doenças correlatas . “ Como qualquer outra cirurgia, a bariátrica tem riscos, mas as doenças relacionadas ao excesso de peso, matam muito mais. O risco de óbito numa cirurgia bariátrica é de 0,3, já a obesidade mata 10 vezes mais”, relata o profissional.

SERVIÇO:

Reunião Multidisciplinar da Obesidade

Quando: Nesta segunda-feira (26/02), às 19h

Local: Hospital Esperança Ilha do Leite (7º andar do anexo 3)

Informações: (81) 3424.9796/ 3423.2772/ 3131.7887

Contato para entrevista:

Cirurgião Bariátrico Walter França

Fone: 3423.2772/ 3131.7887

Freemidia Comunicação (Assessoria de Imprensa)


Reforma Trabalhista é tema de Fórum de Debates em Palmares

O evento é gratuito e está com as inscrições abertas

Apesar de estar em vigência desde novembro do ano passado, a Reforma Trabalhista ainda gera muitas dúvidas entre os brasileiros em relação ao que mudou com a Lei 13.467. Pensando nisso, a Fecomércio-PE realiza, em parceria com o Sebrae em Pernambuco e o Sindicato do Comércio Varejista de Catende, Palmares e Água Preta, o Fórum de Debates: A Reforma Trabalhista e seus impactos. O evento acontece no dia 1º de março, na cidade de Palmares, e tem como públicos-alvo dirigentes sindicais, empresários, advogados, contadores e gestores de recursos humanos.

De acordo com o consultor jurídico da Fecomércio-PE, José Almeida, é importante atualizar as pessoas em relação à reforma, principalmente com o recorde histórico de emendas a Medida Provisória nº 808/2017. “É fundamental que as entidades sindicais procurem adequar seus instrumentos coletivos de trabalho, fazendo o cotejamento das cláusulas vigentes, considerando a possibilidade de exclusões e inclusões de cláusulas, que atendam os interesses dos segmentos empresários”, pontua Almeida.

As Inscrições podem ser feitas através do site da Fecomércio-PE e são gratuitas. O fórum de debates acontece na Associação Comercial e empresarial de Palmares (Acep), a partir das 19h, e são esperados cerca de 100 participantes para discutir sobre a reforma e seus impactos na dinâmica de trabalho.

PROGRAMAÇÃO:

18h – Credenciamento

19h – Abertura

19h30 – A Reforma Trabalhista e seus Impactos – José Almeida consultor jurídico da Fecomércio.

20h30 – Painel de Debates

21h – Encerramento

SERVIÇO:

Fórum de Debates: A Reforma Trabalhista e seus Impactos

Data: 1ª de março

Horário: 19h

Local: Associação Comercial e empresarial de Palmares (Acep) – Rua da Aurora, 976 – Centro – Palmares/Pe

Inscrições: www.fecomercio-pe.com

Informações: (81) 3231-6175 ou pelo e-mail forumdedebates@fecomercio-pe.com


Inscrições para segunda edição do programa de aceleração de empresas do Santander termina na próxima segunda (26)

Radar Santander, em parceria com a Endeavor, selecionará cinco empresas com projetos inovadores voltados ao mercado financeiro para apoiar o seu crescimento

São Paulo, 21 de fevereiro de 2018 – Interessados em participar da segunda edição do Radar Santander, programa de apoio a empreendedores com alto potencial de crescimento e que tenham projetos inovadores para o mercado financeiro do Banco em parceria com a Endeavor, têm até a próxima segunda-feira (26) para fazer suas inscrições. Elas podem ser realizadas neste prazo no site www.santander.com.br/radar. Na etapa final de seleção do programa, 10 empresas participarão de um evento no dia 04 de abril. Na ocasião, os empreendedores farão uma apresentação sobre seus negócios para a alta direção do Banco.

Após analisar o desempenho dos participantes e o que as suas empresas podem agregar ao mercado financeiro, serão escolhidos os cinco empreendedores que, entre maio e agosto, terão mentorias personalizadas com executivos do Santander e mentores da rede da Endeavor, formada por alguns dos principais líderes empresariais do País.

Enquanto um mentor-padrinho da Endeavor irá ajudá-los nos desafios internos de gestão da empresa, um executivo do Santander o apoiará fomentando a geração de novos negócios. O Radar também promove uma rede de networking e ajuda mútua formada por companhias que crescem e enfrentam desafios semelhantes, por meio de mentorias coletivas que abordarão desafios comuns dessas empresas.

“Conseguimos identificar um grande potencial de negócios nas empresas selecionadas na primeira edição do Radar Santander. Já estamos, inclusive, desenhando projetos financeiros com algumas delas, e deixamos claro que as nossas portas nunca irão se fechar para todas as participantes”, afirma Angel Santodomingo, vice-presidente executivo e CFO do Santander Brasil.

O programa busca empresas que estejam no ponto de inflexão de seu desenvolvimento, e que apresentam potencial para sustentar um crescimento exponencial e em um curto período de tempo, ou seja, com perfil scale-up. Os negócios procurados deverão contemplar inovações em canais de relacionamento entre clientes, mercado e indústria financeira; agilidade e segurança dos meios de pagamento e análise de dados.

O papel do Santander é fazer a conexão entre as boas ideias e os projetos, proporcionando não apenas soluções financeiras, mas uma oferta de valor completa: produtos, serviços, orientação e capacitação profissional. Neste contexto, o Radar Santander busca aproximar os ecossistemas, conectar pessoas e ideias, fomentar a troca de experiências e, principalmente, ser uma ferramenta que ajude no desenvolvimento do empreendedor e de seus projetos inovadores.

“O programa tem o papel de alavancar o poder de transformação dos empreendedores apoiados. Na primeira edição, as cinco empresas participantes fecharam 2017 com um crescimento de quase 100% em número de funcionários – ganham os negócios e ganha também o Brasil”, explica Igor Piquet, diretor de Apoio a Empreendedores da Endeavor. “O mérito, em primeiro lugar, é dos empreendedores, mas as mentorias e conexões fazem a diferença frente às típicas dores de crescimento de uma scale-up”, completa Piquet.

Edição 2017

Na estreia do Radar Santander, houve mais de 300 inscrições de empresas interessadas em participar do programa, com mais de 120 mil visitas no site do programa e 517 mil pessoas sensibilizadas via redes sociais. Foram selecionadas as empresas Pipefy, de gestão de processos e workflows para ganho de eficiência; Tempest, de solução de cyber segurança e combate a fraudes digitais; IDwall, de serviços de validação de documentos, verificação de identidade e background check; Moneto, de solução por aplicativo de recebimento, controle e cobrança para microempresário; e Docway, de base de médicos e pacientes para atendimento domiciliar.

“O programa superou nossas expectativas. Nos surpreendemos positivamente com o conhecimento dos mentores que nos foi repassado e a velocidade com a qual conseguimos expandir nossos negócios – economizamos dois anos de alinhamento de estratégia e visão de futuro”, afirma o CEO da Moneto, Marcos Arruda. Para ele, o Radar começou com “provocações” que foram respondidas plenamente ao longo do programa. A Moneto é uma das empresas que está desenhando um projeto financeiro com o Santander.

O CEO da Docway, Fabio Tiepolo, disse que não dava atenção para potenciais negócios da empresa com o mercado corporativo e B2B. “Vimos que é possível sim fazer parceria com o mercado financeiro na área de Saúde. O networking que o Radar oferece é excepcional para o crescimento do negócio e ampliação da nossa visão de futuro. E a parceria com a Endeavor dá maior credibilidade ao programa”, contando, que a Docway foi parceira do Santander em eventos de conscientização de doenças.


Sesi/PE amplia escola em Goiana

Mais salas, laboratórios de informática, ciências e tecnologia entre as novidades

O Serviço Social da Indústria de Pernambuco (Sesi/PE) inaugura, nesta quarta-feira (21), às 18h, os novos blocos de Educação da unidade de Goiana. O evento marcará o aumento da capacidade da escola que poderá atender 300 alunos por turno e a requalificação de espaços importantes para o desenvolvimento da aprendizagem dos estudantes, como os laboratórios de informática, ciências e tecnologia.

“Neste ano em que o Sesi completa sete décadas de presença no município, decidimos que o melhor presente que poderíamos oferecer para a sociedade local seria aperfeiçoar a infraestrutura da nossa escola para ampliar a comodidade dos alunos e facilitar ainda mais a aprendizagem deles”, afirma o superintendente da instituição, Nilo Simões, lembrando que o colégio ficou entre os melhores da região, de acordo com o ranking do Mec e a premiação dos alunos na etapa regional do Torneio Internacional de Robótica First Lego League (FLL). “Afinal de contas, uma educação de qualidade é o caminho mais seguro para a ascensão social”, conclui.

Com as obras, a escola do Sesi em Goiana passa a contar com um total de oito salas climatizadas e equipadas com sistema de projeção, aperfeiçoamento e ampliação dos laboratórios de informática, robótica, ciências, a criação de uma sala de idiomas e de treinamento para os torneios de robótica, dois novos banheiros e o aumento do acervo da biblioteca.

A solenidade será, às 18h, na Rua do Poço do Rei, s/n, no Centro, e contará com a presença de autoridades do município, do Sistema S (Fiepe, Senai, Sesc, Sebrae), representantes do setor industrial da cidade e pais de alunos. O Brazi Quarteto abrilhantará a cerimônia com a apresentação de músicas da cultura popular.

Ampliação – No início deste mês, foi a vez de Belo Jardim ganhar uma escola do Sesi. Desta forma, a entidade consolida sua posição de maior rede particular de Educação de Pernambuco, com 12 colégios distribuídos em todas as regiões do Estado e mais de 5


Para voar baixo: Caruaru inaugura pista de kart

DivulgaçãoSerá inaugurado, nesta quinta-feira (22), a partir das 16h, em Caruaru, Agreste de Pernambuco, um novo espaço para os amantes do automobilismo: o Speed Polo Rental Kart. A pista vai funcionar no Polo Caruaru e oferecer 11 mil metros quadrados com cinco de largura, 370 metros de asfalto e oito tipos de traçado.

Os karts podem atingir, em média, 80 km/h. (Foto: Divulgação)

Ao todo, serão disponibilizados 18 karts com 400 cilindradas e 13 hp de potência, modelos que atingem média de 80 km/h. O Speed Polo é voltado para quem é praticante de kart iniciante ou piloto disposto a participar de competições amadoras.

Para utilizar a pista, o participante paga a taxa de R$ 70,00 (setenta reais) por 25 minutos, sendo cinco minutos para tomada de tempo (briefing). Cada bateria pode ter até, no máximo, 10 pessoas, porém não tem um número mínimo. O espaço disponibiliza todo o equipamento de segurança incluindo protetor cervical e capacete.

O piloto também pode escolher se leva seu macacão ou aluga no espaço por R$ 5,00 (cinco reais). O Speed Polo funcionará de terça a sexta, das 16h às 22h, e aos sábados e domingos, das 14h às 22h.

Espaço tem 370 metros com asfalto e oito tipos de traçado. (Foto: Divulgação)

Para correr é necessário agendar através do site Speed Polo. Vale ressaltar que já estão abertas as baterias para quinta-feira (22), data de inauguração.

Speed Polo Rental Kart
📍Polo Caruaru BR 104, km 62.
💰Bateria de 25 minutos – R$ 70,00
📸 @speedpolooficial

PorAqui


Moda Center Santa Cruz: o gigante que escoa a produção de 54 municípios

Foto: acervo Moda CenterVocê sabia que Santa Cruz do Capibaribe é a cidade-mãe do Polo de Confecções do Agreste pernambucano e que as primeiras feiras de confecções começaram na Rua Siqueira Campos e nos arredores há pelo menos cinco décadas?

(foto: livro “Caminhos do Desenvolvimento”)

Hoje nada representa tão bem a competitividade do polo quanto o Moda Center Santa Cruz, empreendimento que escoa a produção de empresas de 54 municípios, 38 desses municípios são pernambucanos e 16 paraibanos.

É, sem dúvida, o melhor ambiente de negócios do setor na região. Tanto que é reconhecido como o maior e melhor centro atacadista de confecções do Brasil.

(foto: acervo Moda Center)

 

O gigante

O Moda Center ocupa uma área total de 320 mil m², sendo 120 mil m² de área construída/coberta. O espaço abriga 6 praças de alimentação, 19 hotéis/dormitórios, 707 lojas, 9.672 boxes, 1 centro de eventos, 1 centro administrativo e 6 mil vagas de estacionamento.

O Moda Center em dia de feira (foto: acervo Moda Center)

Para se ter uma ideia do tamanho do Moda Center, basta dizer que o Shopping Recife tem 5,8 mil vagas de estacionamento, 200 vagas a menos que o Moda Center. Outra comparação interessante: a área que acomoda as lojas e os boxes é maior do que a soma das áreas dos pavilhões do Centro de Convenções de Pernambuco (18,7 mil m²) e do Anhembi em São Paulo (74,5 mil m²).

(foto: acervo Moda Center)

 

Diversidade

Contudo, o diferencial do Moda Center é a grande diversidade de produtos de qualidade, seguindo as principais tendências da moda e tudo com excelentes preços, especialmente para quem revende e precisa de bons fornecedores. E se você ainda não conhece, vale muito a pena conhecer: www.modacentersantacruz.com.br.

(foto: Moda Center)

Moda Center Santa Cruz
🚩 Rodovia PE-160, km 12 – Santa Cruz do Capibaribe

PorAqui