Pernambuco discute melhorias na infraestrutura turística com Embratur

Gilson Machado, presidente da Embratur recebeu o secretário do Trabalho, Emprego e Qualificação de Pernambuco, Alberes Lopes, que apresentou demandas locais de fortalecimento de diferentes atrativos e destinos turísticos da região

Gilson Machado, presidente da Embratur recebeu o secretário do Trabalho, Emprego e Qualificação de Pernambuco, Alberes Lopes, que apresentou demandas locais de fortalecimento de diferentes atrativos e destinos turísticos da região

O presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Gilson Machado Neto, recebeu nesta terça-feira (8) o secretário do Trabalho, Emprego e Qualificação de Pernambuco, Alberes Lopes, que trouxe demandas do Estado para melhorias de infraestrutura na região. O ponto focal foi a inserção de mais municípios, como Gravata, Caruaru, Garanhuns, nas próximas etapas do Programa Investe Turismo.

A iniciativa, desenvolvida conjuntamente pela Embratur, Ministério do Turismo e Sebrae, tem por meta unir setor público e iniciativa privada para preparar e promover a competitividade de rotas turísticas estratégicas em todo o Brasil. O investimento inicial é de R$ 200 milhões.

Gilson Machado Neto sugeriu que o secretário apresente proposta, “em conjunto com outros representantes estatuais, para inclusão de maior número possível de municípios na nova etapa do Investe Turismo para, com isso, melhor atender turistas e a população”. Além disso, Machado Neto alertou para a importância de destravar o aeroporto de Caruaru, “que não concorre com o de Recife, desafogando toda a região”, completou o presidente.

Segundo o secretário, a companhia Azul Linhas Aéreas já preparou estudos para aumento da malha aérea nacional. “Um deles é o voo diário São Paulo-Recife. Faltam poucos ajustes a serem cumpridos que são exigências da Anac”, informou o representante do Estado.

De acordo com Alberes Lopes, Pernambuco é o segundo maior produtor de vinhos do Brasil. “Somos um Estado diverso, não atendendo apenas ao turismo de Sol e Praia. Temos municípios para todos os gostos, inclusive para quem busca o frio. A Serra Negra, por exemplo, localizada no distrito de Bezerros, no Agreste do Estado, a 104 quilômetros do Recife, é conhecida como circuito do frio. Queremos fortalecer este atrativo turístico”, destacou.

Durante a reunião, o secretário apresentou outros pontos de melhoria na região. Ele informou que Fernando de Noronha conseguiu uso gratuito, com o Senac, para capacitação dos profissionais locais que trabalham na ilha. No momento, são oferecidos três cursos de Gastronomia. Outra novidade é o intercâmbio entre estudantes da Alemanha e de Porto de Galinhas.

Além disso, Triunfo e Taquaritinga, regiões produtoras de café, inclusive artesanais, estão na lista de expansão dos produtos brasileiros no exterior. Itaparica, segundo maior produtor de couro caprino e bovino do país, tem, atualmente, convênio com o Sebrae, também para capacitação da população, que poderá desenvolver produtos a partir desta matéria-prima.

Portal Brasileiro do Turismo


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *