ONG lança vaquinha internacional para limpeza das praias do Nordeste

Total adquirido deverá ser usado para comprar itens como comida, água e equipamentos para realizar a remoção do óleo das praias, além de uma caminhonete

Óleo na praia do Forte de Pau Amarelo, em Paulista

A sensibilidade e preocupação causadas pelo desastre ambiental no litoral do Nordeste brasileiro ganharam o mundo. Diante dos inúmeros problemas causados pelo derramamento de óleo que teve início no final de agosto, várias campanhas de arrecadação foram lançadas por diversas entidades.

A ONG Salve Maracaípe criou, na semana passada, uma iniciativa que busca doações estrangeiras para ajudar no trabalho de limpeza do oceano.

“O Nordeste do Brasil precisa de ajuda! Estamos vivendo um caos ambiental, negligenciado pelo governo brasileiro!”, diz a descrição da vaquinha virtual, publicada em um site de arrecadação de fundos.

A campanha tem como meta arrecadar US$ 100 mil – cerca de R$ 400 mil. O total adquirido deverá ser usado para comprar itens como comida, água e equipamentos para realizar a remoção do óleo das praias.

Coordenador da Salve Maracaípe, Daniel Galvão explica como surgiu a campanha. “Muita gente de fora do Brasil estava perguntando como fazer doações porque o site da vaquinha nacional não permitia que o pessoal de fora fizesse. Então atendemos esse pedido”, detalhou.

O movimento pretende adquirir ainda uma caminhonete para transportar os mantimentos e equipamentos pelo litoral. “Estamos dependendo de caminhonetes de terceiros, mas nem sempre estão disponíveis. Às vezes recebemos pedidos de socorro com materiais e, por isso, queríamos uma para o movimento”, acrescentou Daniel.

O cenário do desastre ambiental no litoral, reforça Daniel, exigirá trabalhos dos voluntários e do governo pelas próximas décadas. “O trabalho continua pelos próximos 10, 20, 30 anos. Vamos continuar monitorando”, finaliza o representante.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *