Bon Jovi pode destacar Recife na rota de shows internacionais

Sucesso de megaestrutura montada para apresentação da banda Bon Jovi neste domingo pode se tornar potencial portfólio para atrair shows de grande porte

Estrutura para receber banda Bon Jovi é montada no Estádio do Arruda / Foto: Arnaldo Carvalho/JC Imagem
Estrutura para receber banda Bon Jovi é montada no Estádio do Arruda
Foto: Arnaldo Carvalho/JC Imagem

Rostand Tiago

O Estádio do Arruda está quase pronto para receber o Bon Jovi, que chega pela primeira vez ao Recife neste domingo. A gigantesca estrutura instalada no gramado, em montagem desde a última segunda-feira, passa pela fase dos ajustes de som e luz, com previsão para estar tudo pronto já hoje.

Com 54 metros de comprimento por 28 metros de altura, a estrutura vem de São Paulo e está sendo montada por cerca de 350 pessoas, que trabalham até o comecinho da madrugada. As pistas, localizadas dentro do campo, já estão com seus pisos instalados. O público esperado varia entre 35 mil e 40 mil, capacidade orientada pelo Corpo de Bombeiros.

Segundo a organização, a opção pelo Estádio do Arruda vem do seu histórico na recepção de shows de grande porte, em especial o realizado por Paul McCartney em 2012, escolha feita pela própria equipe do ex-Beatle para as duas apresentações.

“Quando a gente passou para a produção todos os espaços disponíveis no Recife, fomos perguntados quem já tocou no Arruda e indicamos dois nomes: Paul McCartney e Roberto Carlos. Vendo que o maior do mundo e o maior do Brasil tocaram lá, escolheram o estádio”, explica Caica Vasconcelos, gerente de eventos da Luan Promoções, uma das organizadoras do evento.

Para os organizadores, o sucesso do show de Bon Jovi pode ser um bom impulsionador para colocar o Recife como rota mais evidente para shows internacionais no Nordeste, papel que hoje Fortaleza exerce com mais destaque.

“Recife tradicionalmente está cravada no meio do Nordeste, o centro logístico da região. Isso tende a crescer com o sucesso desse show, como está tudo dentro do programado”, explica Caica, falando ainda em um possível outro show internacional já sendo conversado para 2020.

Na manhã de ontem, autoridades públicas, do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Polícia Civil, juizados, Prefeitura do Recife e Governo do Estado realizaram uma visita ao estádio para acertar os últimos ajustes. O poder público age em parcerias que vão desde o reforço na iluminação até a disposição de um esquadrão anti-bomba, para garantir o máximo de segurança ao público. “Estamos recebendo apoio que muitas capitais não dão”, explica Caica.

Para o acesso ao Arruda, serão disponibilizados ônibus partindo de diversos shoppings. Na Zona Sul, os transportes saem do RioMar e do Shopping Recife; no Centro, o embarque é no Tacaruna e a Zona Norte será atendida pelo Plaza. Todos começam suas atividades a partir das 14h. O valor é R$ 12, seja ida e volta ou apenas na segunda modalidade. Os shoppings também oferecerão estacionamento com preço tabelado de R$ 8,50.

A Goo Goo Dolls abre o evento às 19h10, com apresentação de 45 minutos. Às 20h30, a Bon Jovi sobe ao palco em um show com duração estimada de 2h3o, com um possível bis de 15 minutos. Os portões serão abertos às 15h30 (leia sobre o show na página 4).

Serviço

Bon Jovi apresenta This House Is Not For Sale. Abertura Goo Goo Dolls – Domingo, a partir das 19h10, no Estádio do Arruda ( Av. Beberibe, 1285, Arruda). Ingressos entre R$ 130 e R$ 640.

JC Cultura


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *