Prefeito do Recife entrega Centro de Saúde totalmente requalificado em Casa Amarela e beneficia 16 mil pessoas

img_alt
Centro de Saúde Francisco Pignatari passou por requalificação completa e entrega faz parte de um pacote de obras, que serão realizadas até o fim do próximo ano (Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR)

Os moradores de Casa Amarela contam agora com um Centro de Saúde totalmente requalificado e pronto para atender mais de 16 mil pessoas. O prefeito Geraldo Julio entregou, nesta quinta-feira (22), o Centro de Saúde Francisco Pignatari ao lado do secretário de Saúde, Jailson Correia. A obra integra um pacote de invervenções estruturais que a Prefeitura está fazendo em 92 equipamentos da rede municipal de saúde. A previsão é investir R$ 9 milhões até o fim do próximo ano em serviços de manutenção da rede municipal de saúde.

“Essa unidade é uma das mais antigas da nossa rede e passou por uma grande reforma. São dois prédios – um principal e um anexo – e foi tudo feito sem parar o funcionamento. Agora está tudo preparado para os profissionais poderem realizar seu trabalho e fazer um bom serviço de saúde à população aqui de Casa Amarela”, afirmou o prefeito

Geraldo acrescentou que a requalificação da rede é uma prioridade da gestão. “Já passamos de 100 unidades totalmente requalificadas, ampliadas ou recuperadas. Além da construção das novas unidades, como as 13 Upinhas, as Upas Especialidades, o Hospital da Mulher, que já presta um serviço de grande qualidade, e o Hospital do Idoso, que a obra está avançando. Isso sem falar na valorização dos profissionais e no uso da tecnologia e da inovação para melhorar o serviço de saúde na nossa cidade”, destacou Geraldo.

A Secretaria de Saúde (Sesau) do Recife investiu cerca de R$ 350 mil na obra, que beneficia moradores dos bairros de Casa Amarela, Casa Forte, Santana, Poço da Panela e Monteiro cadastrados na Unidade Básica Tradicional (UBT) e melhora as condições de trabalho dos mais de 50 profissionais que atuam no Pignatari.

Segundo o secretário de Saúde do Recife, os novos investimentos incluem intervenções em 92 unidades, que serão requalificadas ou passarão por algum tipo de manutenção. “Até o fim do ano que vem, nós estaremos finalizando essas entregas. Serão R$ 9 milhões em investimentos, isso sem contar com os investimentos no Hospital do Idoso, nas UPAs”, explicou.

Gestante de nove meses, a moradora do Alto Santa Isabel Thaísa Roberta, 25 anos, estava no posto aguardando para fazer a consulta do pré-natal. Ela aprovou a nova estrutrura e a celeridade nas consultas. “Está tudo bem mais organizado. O atendimento ficou bem melhor, mais ágil e rápido”, contou ela.

Na UBT Francisco Pignatari, atuam cerca de 50 profissionais de saúde, entre médico clínico, pediatra, ginecologista e dermatologista; odontólogos e enfermeiros. A unidade também conta com três equipes do Programa de Agentes Comunitários de Saúde (Pacs), que inclui três enfermeiros e 26 agentes. Além disso, o Centro de Saúde é ponto de apoio da Vigilância Ambiental, servindo de base para dez Agentes de Saúde Ambiental e Controle de Endemias (Asaces), que realizam, entre outras atividades, o controle de mosquitos Aedes aegypti e outras pragas.

A unidade passou por intervenções no bloco principal e no anexo, onde ficam os consultórios e as salas administrativas; foram feitos serviços como colocação de cerâmica nas paredes, troca das portas, mudança das instalações elétricas e hidráulicas, pintura e instalações de bancadas de granito. A sala de saúde bucal agora possui duas cadeiras odontológicas.

Todas as intervenções estão de acordo com as normas técnicas de acessibilidade e sanitárias vigentes, como a entrada da unidade, que agora conta com uma rampa de acessibilidade, facilitando a mobilidade das pessoas com deficiência, assim como os banheiros foram adaptados com barras de apoio e mais espaço.

Para humanizar o ambiente e acolher melhor as crianças no Francisco Pignatari, alguns espaços da unidade receberam adesivação com desenhos infantis, além de o Centro de Saúde agora contar com um “Cantinho da Criança”, com brinquedos e livros infantis.

Outra novidade é que a unidade passou a ter a marcação de consultas feitas pelo Sistema de Regulação da Secretaria de Saúde do Recife, evitando que as pessoas precisem chegar cedo para pegar ficha. Com essa informatização, não haverá mais um dia específico para marcação de consultas – o que gerava filas e reclamações. De segunda a sexta (exceto nas manhãs de sexta), os usuários podem ir na Sala de Regulação para dar entrada na solicitação e, se já houver vaga, o paciente sai com o atendimento agendado.

A fachada da Unidade Básica Tradicional Francisco Pignatari foi transformada em um grande painel de arte a céu aberto com a grafitagem do artista Rafa Mattos, que é um dos habilitados pelo Projeto Colorindo o Recife, da Secretaria Municipal de Turismo, Esporte e Lazer. Recentemente, através do Colorindo Recife, o Centro de Atenção Psicossocial (Caps) Luiz Cerqueira, em Santo Amaro, e a Unidade de Saúde da Família (USF) Bernard Van Leer, em Brasília Teimosa, também ganharam um painel nos muros no espaço, com temas voltados à primeira infância.

INTERVENÇÕES – Até o fim do próximo ano, 92 equipamentos de saúde da Prefeitura do Recife receberão algum tipo de intervenção na estrutura física. Além das unidades de saúde, também passarão por melhorias estruturais polos do Programa Academia da Cidade, Centros de Atenção Psicossocial (Caps), policlínicas, maternidades e outros prédios equipamentos ligados à Sesau. As unidades foram selecionadas depois de um diagnóstico realizado no início deste ano.

Entre 2013 e 2018, foram investidos mais de R$ 40 milhões na infraestrutura da rede municipal de saúde, sendo realizadas cerca de 670 intervenções entre requalificações, manutenções e construções. Este ano, por exemplo, a Prefeitura entregou, com investimento de R$ 1,3 milhão, a Upinha Alto do Pascoal – a 13ª entregue pela atual gestão, beneficiando mais de 16 mil pessoas dos bairros do Alto Santa Terezinha, Linha do Tiro, Bomba do Hemetério e Água Fria. Outras 26 unidades estão com reforma em andamento, entre elas a Unidade Básica Tradicional Iná Rosa Borges, no Vasco da Gama, e a Unidade de Saúde da Família Fernando Figueira, no Ibura.

Além das intervenções físicas nas unidades já existentes, a Sesau, em parceria com o Gabinete de Projetos Especiais, está investindo na construção do Hospital Eduardo Campos da Pessoa Idosa, em Areias; na Unidade Pública de Atendimento Especializado (UPA-E) do Ibura e nas Upinhas Vila Arraes, na Várzea, e Rio da Prata, no Ibura. Uma nova sede para a Unidade de Saúde da Família (USF) Pilar também será entregue, através da Empresa de Urbanização (URB).

Entre as grandes entregas da Secretaria de Saúde do Recife também estão o Hospital da Mulher do Recife, que atingiu a marca de mais de um milhão de atendimentos neste mês, em seu terceiro ano de funcionamento; e a UPA-E do Arruda, com investimentos respectivamente de R$ 118 milhões e R$ 6,7 milhões.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *