Obra de arte ao ar livre: Vila Burity recebe programa Mais Vida nos Morros

A comunidade revitalizou toda a área com novas cores nas ruas, casas, calçadas e praças

Vida nos Morros na Vila Burity

A Vila Burity, no bairro da Macaxeira, Zona Norte do Recife, está de cara nova. Ocorreu nesta quinta-feira (15), a inauguração do programa Mais Vida nos Morros, que revitalizou toda a área com novas cores nas ruas, casas, calçadas e praças, além de realizar ações de conscientização ambiental.

Cerca de 450 famílias da comunidade foram beneficiadas com o programa realizado pela Prefeitura do Recife. Ruas, calçadas, e muros foram banhados em cores. A comunidade também ganhou elementos lúdicos para as crianças, hortas comunitárias, jardins e jardineiras. Antes da ação ocorrer, foram realizadas oficinas com os moradores ensaiando o que iria ser feito no bairro para colocarem a mão na massa.

Para Lorena Nó, 6, agora a diversão acontece fora de casa. “Agora sai todo mundo para brincar. Antes era só eu e minha prima, agora ficamos tanto na praça que chega a cansar”. Além da diversão, a pequena contou que, junto com seu irmão e prima, escolheu o desenho do muro da casa onde moram. “Eu amei. Escolhi o coração, minha prima uma borboleta e meu irmão um carro, porque ele adora o carro do ovo.”

O campinho do Gogó, coração da comunidade passou por uma revitalização de areia, alambrado, caixa de drenagem e pintura. Além do campo, foram criadas dez novas pracinhas e cinco mirantes. Ao todo, foram utilizados nove mil litros de tinta em toda a transformação.

O quintal de Ivone dos Santos, 66, deixou de ser barro e virou um cantinho de diversão. “Aqui virou uma pracinha. Antes era só barro preto, agora os meninos podem brincar, ficou diferente. Ficou muito bonito. É bom para conversar com os vizinhos e ficar com a família,” afirmou.

O prefeito do Recife, Geraldo Júlio, falou sobre as vantagens da revitalização. “As pessoas se engajam e participam da transformação. Isso faz com que os moradores fiquem orgulhosos do lugar onde moram. Áreas degradadas são transformadas em áreas de convivência. Aumenta o desejo das pessoas estarem nas ruas”, explicou.

Além das mudanças estruturais, foi implantada uma horta comunitária e composteiras coletivas como alternativa para dar um destino útil ao acúmulo das folhas que caem nas árvores. O artista visual recifense Max Motta coloriu os muros da horta com imagens de grandes frutas e hortaliças.

Criado em 2016, atualmente, o projeto está em andamento nas comunidades de Campo da União, Alto Nossa Senhora de Fátima, Alto do Progresso, Alto do Eucalipto, Guabiraba, Lagoa Encantada, UR7 e Jordão de Baixo.

Vida nos Morros na Vila Burity
Vida nos Morros na Vila Burity

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *