Iputinga recebe nova sede da Creche Escola Sementinha Skylab

img_alt
Creche-escola foi construída do zero e funciona no terreno onde funcionava antiga unidade, que estava sem condições de uso. Prefeitura investiu R$ 1 milhão na obra e unidade tem capacidade para receber 145 crianças
(Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR)

Erguida do zero e seguindo um novo padrão de qualidade arquitetônico e educacional, a nova sede da creche-escola Sementinha de Skylab, na Iputinga, foi entregue nesta sexta-feira (16) pelo prefeito Geraldo Julio. A nova unidade de ensino teve investimento de R$ 1 milhão e tem capacidade para receber 145 crianças, entre zero e cinco anos, que vivem na localidade. O novo prédio chega para substituir a antiga unidade, que foi demolida por não oferecer condições de recuperação.

O prefeito Geraldo Julio ressaltou o empenho da gestão em oferecer equipamentos de qualidade para as pessoas que mais precisam dos serviços públicos. “É a 13ª creche que a gente inaugura e esses espaços abrem novas oportunidades para toda a comunidade. São 145 crianças que vão poder ter aqui todas as condições para o aprendizado e profissionais que terão toda infraestrutura para executar seu trabalho. Essa creche é modelo para o País inteiro”, afirmou.

Segundo o prefeito, outras obras e reformas estão em andamento e vão oferecer novas vagas na cidade. “Mês a mês, vamos abrir novas vagas para que mães e pais possam enfrentar a luta do dia a dia e ir atrás da sua renda, com a garantia que os filhos ficaram num local que vai priorizar o desenvolvimento”, acrescentou Geraldo.

“Essa creche segue o padrão de outras unidades que já temos no Recife. Então ela tem um modelo pedagógico diferenciado em que as crianças participam de dinâmicas pedagógicas diferentes em sala de aula. Por exemplo, há uma sala específica para desenvolver o movimento, outra para as artes, outra para linguagens. Então a qualidade dos brinquedos, dos livros pedagógicos é superior e estamos implementando isso em todas as 82 creches do Recife”, afirmou o secretário de Educação, Bernardo D’Almeida.

A gestora da creche-escola, Sayonara Souto, fez um discurso emocionado e ressaltou a alegria em encontrar o espaço novo e voltado para a educação das crianças. “Todas as salas, que chamamos de ateliês, estão organizadas e com os materiais prontos. A comunidade também estava ansiosa e está bem feliz”, contou. Sobre o novo padrão de qualidade, Sayonara elencou pontos que podem parecer simples, mas que fazem a diferença no trabalho pedagógico. “É um novo padrão completamente diferente, com cardápio adaptado e pensado nos valores nutricionais, as salas todas climatizadas e com material necessário para cada atividade, o berçário adaptado, peças de lego pensadas para crianças menores e maiores. Esses são diferenciais enormes e colocam a unidade em um patamar melhor do que unidades particulares”, contou ela.

O novo espaço conta com quatro salas de aula, sala dos professores, de informática, leitura, berçário, fraldário, cozinha, despensa, lactário, cozinha, depósito para material didático, rouparia, banheiros, secretaria, direção, áreas de recreio coberto, refeitório, recreio pavimentado ao ar livre, caixa de areia, circulação da área de administração e jardim. A área construída passou de 319m² para 347,5m².

A dona de casa Cinthia Goreti, 32 anos, estava ansiosa pela entrega e está na expectativa de conseguir voltar para o mercado do trabalho, agora que tem a tranquilidade de deixar o filho, Richardson, em um ambiente adequado e seguro. “É um espaço muito importante, tanto para educação das crianças, quanto para a comunidade. Com a entrega da creche, a prefeitura abre espaço para que as mães possam arrumar trabalho e saber que os filhos estão tendo acesso à educação”, defendeu ela, que recusou duas propostas de emprego por não ter com quem deixar o filho.

O parque escolar do Recife data da década de 1940, algumas das edificações da rede municipal são antigas e não estão adequadas aos critérios ideais ao processo de ensino-aprendizagem, motivo pelo qual vem sendo requalificadas pela gestão. É o caso da antiga sede da Creche-escola Sementinha do Skylab, cujas obras de reconstrução foram iniciadas em julho de 2017. A unidade apresentava afundamento do piso, além de salas pequenas, estrutura arcaica e layout inadequado.

Atualmente, a rede municipal do Recife conta com 311 unidades. Nos últimos cinco anos, a Prefeitura do Recife entregou 13 creches e cinco novas sedes de escolas com investimentos da ordem de R$ 35 milhões. São 18.868 crianças entre zero e cinco anos, deste total, 5.685 são crianças de zero a três anos, atendidas em horário integral. Em 2014, a rede acolhia 15.255 crianças nessa faixa etária.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *