Sistema de Esgotamento Sanitário da cidade de Surubim entra em fase de pré-operação

Resultado de imagem para Sistema de Esgotamento Sanitário da cidade de Surubim entra em fase de pré-operação

Falta pouco para a cidade de Surubim, no Agreste do Estado, passar a contar com serviços de coleta e tratamento de esgoto. A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) iniciou os testes da primeira etapa do Sistema de Esgotamento Sanitário implantado, que contempla 42 mil pessoas – corresponde a 70% da população da cidade.

A expectativa é que, até o final deste mês, o sistema esteja em pleno funcionamento. A obra recebeu um investimento de cerca de R$ 80 milhões, recursos do Governo do Estado, Compesa e Banco Mundial e é uma das ações que integram o Programa de  Revitalização do Rio Capibaribe (PSH).

O presidente da Compesa, Roberto Tavares, lembra que foram vários meses de intenso trabalho de uma obra que mexeu com o dia a dia das pessoas. “Surubim é uma cidade estratégica, tem uma vaquejada famosa, e um polo de confecções pujante. Oferecer melhor infraestrutura à cidade é uma prioridade do Governo Paulo Câmara.

Fizemos escavações em várias ruas, interditamos algumas para realizar os serviços, alteramos o trânsito, fomos às casas dos moradores. É uma obra complexa, mas os benefícios para a saúde da população compensam os transtornos causados durante a execução”, explica Roberto Tavares.

O novo sistema é composto por 60 mil metros de rede coletora e 110 mil metros de ramais de calçada, oito estações elevatórias (bombeamento) e uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), com capacidade para tratar 50 litros de esgoto, por segundo.

Para completar a obra, ainda falta a instalação de alguns equipamentos na ETE que promovem maior eficiência na remoção da carga orgânica do esgoto e, consequentemente, a  melhoria direta da qualidade ambiental do rio.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *