Chinesa BYD mais próxima de Pernambuco

Grupo possui mais de 421 mil ônibus elétricos em operação na China.

Focado em atrair investimentos que gerem desenvolvimento sustentável, o Governo de Pernambuco está apostando suas fichas numa aproximação com uma das maiores empresas de baterias e veículos elétricos do mundo. Em viagem à China, esta semana, o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, José Bertotti, fez uma visita a duas fábricas da multinacional BYD. A agenda partiu de um convite feito pela própria gigante chinesa, cujo presidente da empresa no Brasil, Tyler Lee, já tem reunião marcada no Recife, no próximo dia 18 de julho.

“Fomos a duas unidades fabris da BYD para conhecer um pouco mais da tecnologia de baterias, veículos elétricos e placas solares que eles produzem. Também falamos sobre as oportunidades existentes no estado, mas esse será um assunto que vamos aprofundar na reunião com o presidente da BYD no Brasil, na próxima semana. A ideia é conversar sobre parcerias e investimentos na área de energias renováveis e de veículos elétricos alinhados com a expansão da multinacional no país”, comentou Bertotti.

Só na China, o grupo possui mais de 421 mil ônibus elétricos em operação e esse produto hoje representa 55% da sua produção industrial. Segundo Bertotti, Pernambuco já estuda uma política para adoção de ônibus elétrico no sistema de transporte público da Região Metropolitana do Recife. Além disso, o governo está de olho na possibilidade de parcerias na área de energia solar, seja levando um empreendimento para atender a demanda de instalação de parques solares, como a do Solatio anunciada em abril, seja para fins de distribuição do produto no país via Porto de Suape, ou ainda para o desenvolvimento de novas tecnologias junto a universidades e centros de pesquisa locais.

.

A convite da gigante chinesa, o secretário de Meio Ambiente, José Bertotti, visitou duas fábricas da BYD, na China, e terá encontro com o presidente da empresa no Brasil, Tyler Lee, na próxima semana, em Recife.

“Um dos setores que se destacam entre os investimentos chineses no Brasil é o energético, em que grandes estatais do país asiático se estabeleceram nos últimos anos. Pernambuco, assim como outros estados do Nordeste, tem uma grande vocação para energias limpas, eólica e solar, e a nossa intenção é expandir esses projetos e parcerias”, argumentou Bertotti. Para ele, o seminário foi uma importante ferramenta para estreitar o relacionamento com representantes do governo, investidores e empresários chineses. “Queremos contar com essa parceria para juntos construirmos um caminho de desenvolvimento sustentável e de alta qualidade, baseado nos princípios de respeito mútuo, igualdade e benefício recíproco”, acrescentou.

As duas unidades da BYD visitadas pelo secretário de Meio Ambiente ficam na cidade de Xangai, a capital financeira do país. Na fábrica de baterias, são produzidos diversos tipos desse material para celular, notebook, tablet e veículos. Já na fábrica de placas solares, são confeccionadas 7.500 peças por dia. No Brasil, o grupo especializado em energia limpa possui presença na cidade de Campinas, em São Paulo, onde há uma planta que produz ônibus elétrico e painéis solares. A unidade brasileira fez o grupo se consolidar como um dos líderes desse mercado no país. E, em fevereiro deste ano, a BYD Brasil assinou o primeiro projeto de SkyRail (monotrilho) numa Parceria Público Privada (PPP) de R$ 1,5 bilhão na cidade de Salvador (BA).

(Com informações do blog do Governo de Pernambuco)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *