Pernambuco: Trecho da pista principal da BR-101 é interditado para realização das obras

der

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER) interditou, no começo da tarde desta terça-feira (11), a pista principal da BR-101 no sentido Jaboatão dos Guararapes, no trecho de 500 metros que vai do Colégio Militar do Recife (CMR) até o posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na altura do encontro com a Avenida Recife (Cidade Universitária).

As intervenções são necessárias para a execução dos trabalhos de restauração e requalificação das obras do Contorno do Recife.

O prazo previsto para conclusão desse segmento é início do mês de julho. 

ATENÇÃO REDOBRADA – Os condutores que circulam pela BR-101, no trecho nas proximidades do Campus e da Reitoria da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), devem ficar atentos às mudanças no trânsito.

Quem segue da região Norte com destino à área Sul do Grande Recife e do Estado, no km 69, após a passarela que fica em frente ao CMR, seguirá pelo desvio que leva à pista lateral e continua até o final do trecho interditado, no posto da PRF, onde o fluxo prosseguirá normalmente. 

Na pista principal da BR-101, no trecho interditado hoje (11), profissionais e equipamentos já iniciaram os trabalhos de fresagem do pavimento, continuando com a limpeza do local e demais serviços previstos no cronograma.

Assim como nos outros segmentos com intervenções em andamento, os condutores encontrarão sinalização informativa com placas indicativas alertando sobre trecho em obras e de redução da velocidade, bem como nos desvios e nos acessos. 

A restauração e requalificação da BR-101 do trecho “Contorno do Recife”, que vai de Jaboatão dos Guararapes à divisa dos municípios de Paulista e Abreu e Lima, com extensão de 30,7 quilômetros, é considerada a maior obra de infraestrutura viária de Pernambuco nos últimos dez anos.

A iniciativa conta com investimento aproximado de R$ 192 milhões, através de convênio firmado entre os governos estadual e federal, com a previsão de ser concluída no final deste ano de 2019.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *