Mais Vida Nos Morros caminha até Brasília Teimosa

img_alt
caminhada foi uma ótima oportunidade para conhecer Brasília Teimosa a pé, apreciar as diversas paisagens e adquirir novas informações sobre alguns pontos históricos da cidade (Foto: Divulgaçāo)

No dia (15), um grupo de caminhantes guiados por Francisco Cunha saiu da sede da Secretaria Executiva de Inovação Urbana até Brasília Teimosa, a convite secretário Tullio Ponzi. É que nos próximos oito meses o bairro receberá uma edição especial do Programa Mais Vida nos Morros, o “Mais Vida Teimosa”, que vai transformar a tradicional comunidade pesqueira num grande laboratório de inovação e experimentações urbanas a partir do engajamento e protagonismo dos próprios moradores.

A caminhada foi uma ótima oportunidade para conhecer Brasília Teimosa a pé, apreciar as diversas paisagens e adquirir novas informações sobre alguns pontos históricos da cidade contadas pelo arquiteto e urbanista Francisco Cunha, ao longo de todo o trajeto. “O recifense pode e deve conhecer melhor a sua cidade, especialmente as nossas comunidades, e caminhar é uma excelente forma de fazer isso. Hoje mesmo um grupo de fotógrafos subiu os morros de Beberibe e Vasco da Gama, nos locais onde o Mais Vida nos Morros esteve, para conhecer e fotografar as áreas. Acredito muito que as ações do programa podem estimular uma nova dinâmica socioeconômica no Recife”, disse Tullio. 

O grupo de caminhantes também pode assistir à apresentação do secretário Tullio Ponzi sobre o Mais Vida nos Morros e a do arquiteto e urbanista Francisco Cunha sobre o percurso escolhido e a importância de se caminhar pela cidade. Na ocasião foi servido um café da manhã sustentável – prática ensinada nos morros recifenses pelo programa-, que utiliza alimentos que normalmente são jogados no lixo e transforma-os em uma deliciosa receita, como a casca da banana que virou um antepasto; o talo da couve e casca da cenoura que deu origem a uma torta; e a casca do abacaxi no qual se fez um chá.

O roteiro teve como ponto de partida Rua da Aurora e seguiu pela Ponte do Limoeiro, Cais do Apolo, Boulevard Rio Branco, Praça do Marco Zero, travessia de barco para o Parque das Esculturas, arrecifes, Barreta, Avenida Brasília Formosa até o tradicional Bar do Peixe onde houve a apresentação cultural do grupo Sereias Teimosas, formado por mulheres da terceira idade que adoram se reunir para dançar.

MAIS VIDA NOS MORROS – O programa teve início em 2016 e já beneficiou diretamente mais de 13 mil recifenses, moradores do Alto do Maracanã, Córrego do Jenipapo, Mangabeira/Alto José do Pinho, Ibura, Alto Santa Isabel, Morro da Conceição, Sítio São Brás, Beberibe e Vasco da Gama. O Mais Vida nos Morros é uma política pública de cidadania e desenvolvimento sustentável para os morros do Recife e vem se destacando internacionalmente como referência de inovação urbana com o reconhecimento da ONU-Habitat e da Child in The City.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *