COMO FAZER A ROUPA DO GUERREIRO PERNAMBUCANO, O CABOCLO DE LANÇA

Nenhuma descrição de foto disponível.

Lantejoula por lantejoula, Cristiano vai cobrindo o desenho feito pelo filho mais velho.

Leões, peixes, borboletas e até escudos de times de futebol locais ganham vida em suas mãos.

“O caboclo escolhe o que vai usar e meu filho, de 18 anos, faz o desenho com giz em cima do veludo e depois passa cera para ele não apagar”, explica.

Cheio de fases, o processo conta ainda com o trabalho de uma costureira, que acrescenta o chitão à composição.

“Por fim, faço uma franja com lã, para ficar como um babado na ponta do veludo”, comenta Cristiano.

(📷Rafael Bandeira / link da matéria completa http://ow.ly/EA7W50mb9uK / #CarnavalLaGreca )


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *