Codevasf inicia complementação de esgotamento sanitário de Sento Sé (BA)

Resultado de imagem para esgotamento sanitário de Sento Sé (BA)

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) vai investir mais de R$ 4,7 milhões em obras de recuperação e complementação do sistema de esgotamento sanitário (SES) da cidade de Sento Sé, município localizado na região Norte da Bahia.

A prefeita do município, Ana Luíza Rodrigues da Silva Passos, e o superintendente regional da Codevasf em Juazeiro, Elmo Nascimento, assinaram um termo de cooperação técnica durante solenidade realizada na Câmara de Vereadores.

“Vamos realizar a recuperação de algumas partes do sistema já instaladas e concluir o que falta para que a população possa ter uma melhor qualidade de vida. Com essa obra, evitaremos a proliferação de doenças de origem hídrica e a contaminação do rio São Francisco”, afirma o superintendente Elmo Nascimento.

“Essa obra é uma antiga reivindicação de nossa comunidade e, agora, vai ser completada. Com ela, vamos melhorar a área de saúde de nosso município e trazer mais desenvolvimento para a cidade de Sento Sé”, destaca a prefeita Ana Passos.

O sistema de esgotamento sanitário de Sento Sé é composto basicamente por redes coletoras, interceptores, três estações e uma estação de tratamento do esgoto colhido, constituída por Digestores Anaeróbicos de Fluxo Ascendente (DAFA), duas lagoas facultativas e duas lagoas de maturação.

A Codevasf já investiu mais de R$ 16,6 milhões nesse sistema, que estava paralisado devido à falta de recursos orçamentários. Agora, com o novo orçamento de R$ 4,7 milhões, a Companhia vai recuperar a estação de tratamento já existente, três estações elevatórias de esgoto e realizar, ainda, a recuperação do sistema de coleta.

Essa obra faz parte das ações de saneamento ambiental do Programa de Revitalização da Bacia Hidrográfica do rio São Francisco, e vai beneficiar, num primeiro momento, mais de 26 mil pessoas, com a previsão de atender, futuramente, a cerca de 37 mil habitantes da sede do município.

A previsão para conclusão das obras é de, no mínimo, seis meses, e, depois de concluído, o sistema será repassado à prefeitura municipal.

“Em 2019, continuaremos buscando ações que possam melhorar a vida dos sertanejos, por meio de obras de infraestrutura, aparelhamento do homem do campo, incentivo à economia criativa e preservação do meio ambiente. Com essas inciativas, queremos promover o desenvolvimento regional em nossa área de atuação, a qual, recentemente, foi aumentada em mais 120 municípios, passando para 147. Isto é resultado do nosso trabalho, o que muito nos orgulha”, conclui o superintendente regional Elmo Nascimento.

Assessoria de Comunicação e Promoção Institucional da Codevasf


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *