Aumenta prazo para reforma da Conde da Boa Vista

A requalificação deve começar em abril e terminar em dezembro de 2020. Imagem: Prefeitura do Recife/Divulgação

A requalificação deve começar em abril e terminar em dezembro de 2020. Imagem: Prefeitura do Recife/Divulgação

Aumenta em dois meses o prazo para conclusão das obras de reforma da Avenida Conde da Boa Vista, de acordo com determinação da Prefeitura do Recuf. A requalificação da avenida de 1,6 quilômetros de extensão e uma das mais movimentadas da capital pernambucana deve começar em abril de 2019 e terminar em dezembro de 2020.

O prazo foi ampliado para ajustar as modificações da última fase do projeto. Mais detalhes serão informados em coletiva de imprensa na próxima semana.

A reforma

Principal corredor de ônibus e de pedestres do Recife, a Avenida Conde da Boa Vista passará por uma grande requalificação. A humanização da via guiou os estudos, que foram iniciados em 2016 e realizados pelas secretarias de Infraestrutura e Habitação e de Mobilidade e Controle Urbano do Recife (Semoc). O investimento será de cerca de R$ 15 milhões. Para viabilizar o início das mudanças, duas licitações foram publicadas no Diario Oficial do município, nos dias 1° e 6 deste mês, referentes aos passeios públicos e à iluminação, respectivamente. Com a nova Conde da Boa Vista, os pedestres, passageiros do transporte coletivo e condutores de veículos particulares vão ter uma avenida mais acolhedora, arborizada e eficiente no seu dia a dia. Ciclistas também vão ser beneficiados e poderão chegar à avenida com mais segurança pelas rotas instaladas no entorno.

A premissa do estudo é moderna e inovadora. Iluminação em LED – inclusive com poste específícos para o pedestre; canteiro central ajardinado e floreiras nas calçadas; 90 árvores serão plantadas; as calçadas terão mais de 2 mil metros quadrados de ampliação e receberão esquinas alongadas; as paradas de ônibus serão instaladas nas calçadas e serão mais modernas e confortáveis. Duas estações de BRT serão construídas no canteiro central, substituindo as seis existentes atuamente.

Dando continuidade às novidades, bicicletários e bancas para vendedores ambulantes cadastrados serão colocados ao longo da avenida. Rampas e pisos acessíveis serão instalados, além de nova sinalização nas travessias dos pedestres – também com piso elevado; ilhas de travessia; mais lixeiras e nova programação semafórica, com foco também nos pedestres. Os que caminham na via, inclusive, vão ter mais oportunidade de atravessar com segurança. Hoje, eles têm cinco locais voltados para esse fim e, com o projeto, passarão a ter 13.

A Avenida Conde da Boa Vista tem 1,6 quilômetros de extensão e conecta o centro da cidade às zonas Norte e Oeste. As obras vão acontecer em toda área. Enquanto os trabalhos durarem, esquema de mobilidade serão colocados em prática à medida que o cronograma da obra for avançando.

Durante o estudo e pesquisa feitos para a concepção do projeto, foi identificado que cerca de 310 mil pessoas passam pela via por dia. Dessas, mais de 50% utilizam as 49 linhas de ônibus e quatro de BRT que rodam na avenida, cerca de 40% são pedestres, menos de 10% estão em veículos particulares.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *