Coworking em expansão em Pernambuco

Por: Luciana Morosini

Nova unidade na Zona Sul recebeu investimento de R$ 1,5 milhão e tem 700 m2. Foto: Shilton Araujo/Esp.DP/Arquivo

Nova unidade na Zona Sul recebeu investimento de R$ 1,5 milhão e tem 700 m2. Foto: Shilton Araujo/Esp.DP/Arquivo

A procura cada vez maior pelos espaços de coworking, pela praticidade que eles oferecem, tem despertado o segmento no mercado de Pernambuco. Prova de que a demanda só cresce é que o Impact Hub prevê uma série de investimentos ainda neste ano na inauguração de novos espaços e também na ampliação dos que já estão em funcionamento.

A expectativa é disponibilizar mais 4 mil metros quadrados na cidade em 2019. Na semana passada, uma nova unidade foi inaugurada em Boa Viagem, a quarta da empresa, com investimento de R$ 1,5 milhão. Um novo espaço será aberto no mesmo bairro entre abril e maio, com aporte de R$ 1,8 milhão. Além disso, está prevista uma obra de expansão na unidade do Paço Alfândega, com investimento de R$ 600 mil. E outros bairros também já estão na mira para receber uma unidade do Impact Hub.

A unidade recém-inaugurada em Boa Viagem ocupa uma área de 700 metros quadrados e conta com coworking, 28 estações de trabalho e 20 offices, quatro salas de reunião, quatro lounges de convivência e um para eventos, auditório para 100 pessoas, rooftop com área gourmet e copa e refeitório. “Do prédio de oito andares, nós ocupamos cinco e já temos 95% da ocupação do espaço.

Sentimos que a demanda para Boa Viagem é muito grande e estava reprimida para este tipo de conceito. Para a turma da nova geração que trabalha com tecnologia ou economia colaborativa, por exemplo, trabalho deixou de ser sacrifício, é estilo de vida. O empresarial tradicional tira o espírito de trabalhar com propostas, ligado a pessoas que pensam da mesma forma e possam interagir. A busca por espaços com esse ambiente tem crescido bastante e a gente oferece esse lugar diferente”, afirma Alfredo Júnior, um dos sócios do Impact Hub.

Por conta da grande procura pela unidade em Boa Viagem, o Impact Hub já tem previsão de inaugurar mais uma unidade no bairro da Zona Sul, na Avenida Domingos Ferreira. Ela já está sendo reformada e terá 1.200 metros quadrados. “A gente já tem uma lista de espera de empresas para Boa Viagem”, conta o sócio.

Além disso, haverá uma obra de expansão na unidade do Paço Alfândega, no Recife Antigo. Hoje são 1.048 m2 lá e serão disponibilizados mais 500 m2. “Estamos atacando Boa Viagem neste momento, mas também já estamos com Zona Norte na mira. Devemos abrir alguma unidade na região da Jaqueira ou do Espinheiro porque ainda não temos por lá”, revela Alfredo Júnior. Além de Boa Viagem e do Paço Alfândega, o Impact Hub já conta com unidades em Casa Forte e na Várzea.

Proposta
O sócio Alfredo Júnior analisa que existem dois tipos de mercado de coworking no Recife. “Uns são um pouco mais simples e que atendem profissionais autônomos, freelancers, pessoas que precisam de wifi e cadeira para trabalhar. Essa não é a categoria que a gente se enquadra, a nossa proposta é mais complexa, com infraestrutura mais adequada e profissional para atender um profissional como também uma pequena ou média empresa. Abrigamos uma empresa que tem 160 colaboradores”, explica.

Para ele, essa procura tem crescido pela comodidade que o coworking oferece. “É uma opção que tira toda a parte burocrática e administrativa relacionada a espaços fisícos porque as questões ligadas à infraestrutura a gente assume. Não precisa ter secretária para pagar contas, manutenção, limpeza, a gente resolve tudo, muito rápido e com maior conforto para o cliente. E ele só precisa pagar uma vez no lugar de pagar vários boletos diferentes e ter que lidar com os problemas. Ele tem uma velocidade muito maior de atendimento, mais barato e mais humano. Além disso, dá uma vantagem competitiva porque ele tira a distração de não olhar o que não é essencial para a empresa”, ressalta o sócio.

Diario PE


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *