Bonito em Pernambuco merece uma visita

Com paisagens exuberantes da Mata Atlântica, onde jorram grandes cachoeiras, cidade do Agreste oferece uma diversidade de passeios.

Passeio de teleférico, ecoturismo, tirolesa, arvorismo, rapel, camping e até balonismo. Essas são algumas das atividades de lazer que compõem o roteiro que os turistas podem fazer em Bonito. A apenas duas horas de viagem de carro do Recife (140 km de distância), a cidade é uma ótima opção tanto para os aventureiros como para quem busca um destino agradável para descansar. No verão é uma alternativa bem interessante para quem quer uma experiência diferente de sol e mar.

A inauguração do Teleférico Governador Eduardo Campos, em maio do ano passado, é a principal novidade do turismo local. Ele é o maior de Pernambuco, com uma extensão de 1.280 metros, partindo do Pátio de Eventos da Cidade até o Alto da Capela de Nossa Senhora do Monte Serrat. O trajeto é feito em uma cabine fechada para até quatro pessoas.

Tirolesa na Cachoeira Véu da Noiva 1. Foto: Tom Cabral

No seu ponto de parada é possível ter uma vista privilegiada da cidade. Mirante obrigatório para fotos do passeio. Não há um limite de tempo para realizar a descida e lá no topo do monte há uma sorveteria, além de uma capela. “O teleférico foi um marco divisor para a história do turismo de Bonito. A procura dos visitantes tem sido muito grande. Em Pernambuco apenas aqui e em Triunfo se faz esse tipo de passeio”, destaca o secretário de turismo Paulinho de Devá. A estrutura ainda não realiza esse transporte noturno, mas está nos planos uma adequação para oferecer também essa opção aos visitantes.

O banho de cachoeira é um dos atrativos que mais convida os turistas para Bonito. Ao todo são sete que estão em propriedades privadas e que ofertam diferentes serviços de lazer. A mais acentuada queda d’água é a Cachoeira Véu da Noiva 1, onde funciona a maior tirolesa da cidade e permite a prática de rapel a 35 metros de altura, com suporte profissional.

Para quem busca uma melhor estrutura com restaurante, opções de piscina e lazer infantil a dica é seguir para o Camping do Mágico ou para o Bonito Ecoparque. O Camping do Mágico é cortado por uma corredeira em toda sua extensão e é a opção para quem deseja armar uma barraca e acampar. No Bonito Ecoparque há também opções de hospedagem. Em ambos há atividades de arvorismo e tirolesas menores.

Camping do Mágico. Foto: Tom Cabral

A água geladinha e a paisagem exuberante da Mata Atlântica valem muito a visita para as cachoeiras da região. Nos últimos anos surgiram algumas opções de hotéis na área mais rural da cidade, que é outra alternativa para quem deseja ter mais tempo de contato com a natureza. Neste ano aconteceu nessa área verde do município a 4ª Etapa do Desafio das Serras, uma ultramaratona de 55 km atravessando a região.

A Pedra do Rodeadouro e a Pedra da Rosária são alguns elementos da paisagem do município que podem ser vistos no trajeto da cidade para a região das cachoeiras. Nesse caminho há também a Mata do Mucuri Himalaya, com 105 hectares, que no futuro será um parque municipal aberto à visitação pública. A expectativa do poder público é que as obras de infraestrutura para permitir o acesso ao local sejam realizadas em até dois anos. “Será um parque voltado para contemplação com trilhas, píer no Lago da Maguari, mirante, área de estar e uma estrutura para palestras e exposições”, afirma Mireli Silva, bióloga da Secretaria de Meio Ambiente do município.

Se são poucas cidades nordestinas com essas atrações, outro diferencial do serviço turístico local é o balonismo. “Bonito é um dos cinco melhores lugares do País para a prática do voo de balão. É o único lugar do Nordeste com passeios regulares. Como o município está no meio de cadeia de montanhas, isso ajuda bastante a estabilidade do passeio, que chega a mais de mil metros de altitude”, comenta o diretor de turismo do município, Rafael Pereira.

O serviço é oferecido pela GT Promo. O voo que parte no nascer do sol dura entre 45 minutos e uma hora. Uma equipe de apoio acompanha de carro o balão até o pouso e retorna com os passageiros até o ponto de decolagem. A celebração do desembarque é feita com um brinde com vinho espumante. É necessário fazer agendamento prévio. O local de partida do voo é ao lado do Bonito Plaza Hotel, o equipamento de hospedagem mais tradicional da cidade.

Para quem gosta de grandes eventos, no começo do ano a cidade realiza a Festa de São Sebastião, que mobiliza milhares de turistas. Neste ano a sua programação contou com atrações como Marília Mendonça, Gabriel Diniz e Saia Rodada.
As novas atrações têm conseguido mobilizar investimentos no trade turístico da cidade. Na próxima edição da Algomais destacaremos o impacto principalmente do teleférico na economia do município.

SERVIÇO

Balonismo
Telefones para agendamento: (81) 3095.0804 | (81) 99222.9578 | 81 98823.2800. E-mail: contato@gtpromobalonismo.com.br

Teleférico
Funciona de quinta a domingo (e feriados), das 9h às 17h. O ingresso custa R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia).

Tirolesa e Rapel

O ingresso para o rapel custa R$ 35 por pessoa e para a tirolesa R$ 40. O pacote para as duas atividades fica por R$ 60. Mais informações com a Alfa Adventure pelo telefone: (81) 8923-4644 ou (81) 9697-4567. Para ter acesso ao local, que é na Caichoeira Véu da Noiva, é preciso pagar a entrada na propriedade, que custa R$ 5.

Camping do Mágico

Day-use do espaço custa R$ 10 (sendo R$ 15 para os feriados). No caso de diária para camping (incluindo a barraca) o valor é de R$ 95. Sem a barraca fica por R$ 55. Informações pelo telefone: (81) 99666-6190.

*Por Rafael Dantas é repórter da Algomais


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *