Gigante europeia Jab Holdings desembarca no Brasil

A Krispy Kreme Doughnuts, rede americana de rosquinhas, também integra o portfólio da Jab Holdings. Foto: Nicholas Kamm/AFP

A Krispy Kreme Doughnuts, rede americana de rosquinhas, também integra o portfólio da Jab Holdings. Foto: Nicholas Kamm/AFP

A Jab Holdings, holding europeia com cerca de US$ 110 bilhões investidos em empresas de consumo, está abrindo um escritório no Brasil que será usado como base para prospectar investimentos em mercados emergentes.

Para liderar a iniciativa, a JAB atraiu Ricardo Rittes, um veterano com 14 anos de experiência na Anheuser-Busch Inbev (ABI), a maior cervejaria do mundo, e que acaba de se tornar sócio global da holding.

Rittes começou sua carreira na Ambev e chegou a tesoureiro global da ABI. Mais tarde, voltou ao Brasil como diretor-financeiro da Ambev, cargo que deixou em julho do ano passado.

Frequentemente comparada à Berkshire Hathaway, a empresa do lendário investidor americano Warren Buffett, por sua participação em diversas empresas, a Jab Holding (junto com seu JAB Consumer Fund) é controladora de empresas, como Keurig Dr Pepper, Panera Bread, Pret A Manger, Peet’s Coffee & Tea, Krispy Kreme Doughnuts, entre outras inúmeras companhias de consumo.

A Jab também é a maior acionista da Coty, a centenária marca de cosméticos, e da holding da marca de luxo Bally, além de deter uma participação minoritária na Reckitt Benckiser, a multinacional de produtos de limpeza e higiene. Depois da Nestlé, a Jab é a segunda maior empresa de café do mundo, sendo dona do Café Pilão no Brasil.

Como não poderia deixar de ser, a empresa desembarca no Brasil com grandes ambições. De imediato, Rittes deve ter pela frente pelo menos cinco desafios como sócio: prospectar novos investimentos (em mercados emergentes ou globalmente), ajudar na gestão das empresas do portfólio, facilitar os relacionamentos bancários da Jab e das investidas (dada sua experiência em estruturação de dívida), ajudar na eventual captação de um novo fundo e trabalhar na gestão de risco do portfólio. Ele vai abrir um escritório em São Paulo e começa a trabalhar em 2 de fevereiro.

Os três sócios-fundadores da Jab são Peter Harf, Olivier Goudet e Bart Becht. Nesta semana, a empresa anunciou oficialmente que Becht vai se aposentar até o fim do ano, depois de uma longa trajetória de bons servidos prestados.

Peter e Olivier conheceram Rittes na ABI, onde Olivier sucedeu a Peter como chairman. A proximidade da Jab com os sócios brasileiros da ABI começou na época da fusão da Ambev com a Interbrew, há 15 anos.

O valor da cervejaria europeia era maior que o da brasileira, mas o acordo de acionistas costurado deu a Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Beto Sicupira direitos iguais aos dos sócios belgas.

Com o conselho dividido salomonicamente, o voto de minerva era criticamente importante, e ficava nas mãos do chairman, um conselheiro independente. À época, o escolhido foi Peter Harf, que já tinha um histórico respeitável como gestor dos investimentos dos Reimann, a família mais rica da Alemanha, e era uma unanimidade entre brasileiros e belgas.

O relacionamento com os brasileiros se aprofundou, e Peter eventualmente se tornou um investidor na 3G Capital. Há sete anos, Peter convenceu os Reimann a abrir a Jab, até então um veículo exclusivo para investimentos da família, para captação externa. A família continuou investidora, e Peter, Olivier e Bart levantaram cerca de US$ 11 bilhões sem muito esforço — era a prova definitiva do enorme potencial da nova empresa.

Atualmente, segundo informações da empresa, são US$ 110 bilhões sob gestão, dos quais US$ 40 bilhões estão na forma de equity e outros US$ 70 bilhões como dívida.

Rittes está se tornando sócio com outros dois veteranos da indústria de consumo: o francês Fabien Simon, que será o novo diretor-financeiro da JAB, e o polonês Jacek Szarzynski, que será o principal sócio operacional encarregado dos investimentos na Pret a Manger e Panera.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *