Atualização da Lista Suja do Trabalho Escravo no Brasil conta com 204 empregadores

Publicação é de responsabilidade do Governo Federal e traz empresas flagradas com mão de obra em condições análogas à de escravo

Resultado de imagem para lista suja do trabalho escravo 2018

Brasília – Foi publicada no dia 4 de janeiro pelo Governo Federal uma atualização do Cadastro de Empregadores, mais conhecido como Lista Suja do Trabalho Escravo. A relação conta com 204 empregadores flagrados submetendo trabalhadores a condições análogas à de escravo.

A publicação da lista suja é de responsabilidade da Secretaria de Inspeção do Trabalho (SIT), do Ministério da Economia. Clique aqui para acessar a relação.

O Ministério Público do Trabalho (MPT) disponibiliza a publicação atualizada da lista suja no portal da instituição. A iniciativa tem como intuito dar maior visibilidade ao documento, que também pode ser acessado na página inicial do site do MPT, em banner acessível no canto direito da parte inferior.

A publicação da Lista Suja do Trabalho Escravo está prevista na Portaria Interministerial nº 4 de 11 de maio de 2016, do Governo Federal.

MPT


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *