Três netas de Pedro Corrêa têm cargos comissionados no Porto de Suape

Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

Ex-deputado federal e ex-presidente nacional do PP, Pedro Corrêa – condenado no Mensalão e Petrolão – tem netas nomeadas em diretorias do Porto de Suape, que é comandado pelo partido presidido pelo deputado federal Eduardo da Fonte. As nomeações para os cargos comissionados foram reveladas pela coluna de Cláudio Humberto, publicada na edição deste domingo (2) do Jornal do Commercio.

Segundo o colunista, quatro netas e seus respectivos namorados foram contratados pelo presidente do complexo portuário, Carlos Villar. Além delas, uma diretora do porto é contadora do prefeito licenciado do Cabo de Santo Agostinho, Lula Cabral (PSB), que está preso no Centro de Observação e Triagem de Abreu e Lima (Cotel) desde da deflagração da Operação Abismo no dia 19 de outubro.

Em entrevista ao Blog de Jamildo, Carlos Villar afirmou que são três netas de Pedro Corrêa que foram contratadas e não estão ligadas diretamente ao seu gabinete. Segundo Villar, as funcionárias são qualificadas para os cargos que ocupam e dão expediente normalmente. Ainda de acordo com o presidente do porto, o parentesco com o ex-presidente do PP “nunca” o interessou. Ele negou, contudo, que seus namorados tenham sido nomeados também.

“O fato de ser neta de Pedro Corrêa nunca me interessou. As indicações políticas são feitas, você nomeia desde que seja correta e que trabalhe. A gente acata. Tem vários outros (indicados políticos).Tem muita gente comissionada que está de um lado de vários partidos. Na diretoria de Suape, tem diretores de vários partidos, não é só do PP, não. Tem do PSB (…)”, disse Villar. “Todas têm qualificação. Todas estudantes universitárias, umas até já perto de se formar. É condizente com os cargos que ela estão”, completou.

Segundo o presidente do Porto de Suape, Pedro Corrêa não teve nenhuma influência na contratação das suas netas. “(Pedro Corrêa) Nunca foi do Porto de Suape, nunca visitou Suape, nunca vi Pedro Corrêa, não tem nenhuma gestão com isso (a contratação)”, disse. “A minha preocupação é seu eu botasse alguém que não fosse trabalhar”, completou, acrescentando que “gestores acompanham direto o trabalho delas”.

Questionado sobre a diretora ligada a Lula Cabral, Carlos Villar disse ela estava no porto antes de mesmo de ele assumir a presidência neste ano. “Ela estava no Porto de Suape há mais de três anos. Apenas mudaram a diretoria. Não tenho nenhuma vinculação com isso” afirmou.

Por meio de nota, a assessoria do Porto de Suape disse que “qualquer contratação para administração do Porto de Suape é, criteriosamente, por análise curricular, qualificação profissional – comprovada por experiência no mercado de trabalho e formação acadêmica”.

“Cada candidato é submetido a uma entrevista e dinâmica de grupo em que são avaliadas várias habilidades para o cargo. Ressaltamos ainda que a orientação da direção do órgão é utilizar, rigorosamente, de critérios técnicos para qualquer contratação”, diz a nota.

Procurado, o Palácio das Princesas afirmou que não vai se pronunciar sobre o assunto. A assessoria de Eduardo da Fonte disse que o parlamentar “desconhece” a contratação das netas de Pedro Corrêa. E informou que o critério de contratação é de responsabilidade do Porto e “deve ser técnico”.

Blog do Jamildo – JC


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *