Devry/UNIFBV se destaca com ampliação de estrutura no Recife

Centro universitário foi um dos destaques do setor da educação no ISS

Centro universitário foi um dos destaques do setor da educação no ISS / Foto: Bobby Fabisak / JC Imagem
Centro universitário foi um dos destaques do setor da educação no ISS
Foto: Bobby Fabisak / JC Imagem

Lucas Moraes
Maria Eduarda Bravo

Mesmo com menos de 20 anos no mercado pernambucano, o Centro Universitário DeVry/UNIFBV se tornou um dos destaques do Prêmio ISS – Contribuintes do Desenvolvimento, ocupando a 37º posição. Para garantir essa colocação, em 2017, a instituição precisou investir R$ 35 milhões na ampliação dos programas do ensino superior, além da criação de novos cursos.

O aporte se deu, principalmente, na expansão do seu campus, na Imbiribeira, que dobrou de tamanho, saindo de 8 mil m² para 16 mil m² , além da aquisição de novos equipamentos, biblioteca e laboratórios de última geração.

Com a nova estrutura foi garantido um suporte diversificado para os mais de cinco mil estudantes que cursam as 47 opções de graduação disponíveis. “A gente se preocupa em não focar em apenas numa área. Para isso oferecemos cursos diferenciados, em toda uma estrutura acadêmica muito diversificada, num patamar maior do que o mercado exige”, ressalta o reitor UniFBV/Wyden, Stephan Felipo.

Outra novidade apresentada por Stephan é a abertura dos cursos de Educação a Distância (EAD). Segundo ele, o Centro Universitário DeVry/UNIFBV requisitou um credenciamento de cursos EAD e receberam a confirmação no início desse mês. “Recebemos essa grande notícia sabendo que também fomos avaliados com nota máxima para esses cursos de EAD. Assim, nos tornamos uma instituição duplamente nota máxima”, comemorou.

Para o próximo ano, a prioridade da instituição será tornar a política acadêmica mais inclusiva para atrair mais alunos e continuar a ocupação de forma ordenada do novo campo.

JC Online


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *