A HISTÓRIA DE LUIZ E LUZIA

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Os 106 anos do mestre Luiz Gonzaga merecem uma homenagem neste dia 13 de dezembro, que é, também, o dia de comemoração à Santa Luzia, protetora dos olhos, da visão, e que merece, do mesmo modo que Gonzaga, uma lembrança, pela data (efeméride) de festa à ela, e por uma “coincidência” entres ambos os homenageados: a cegueira.

Relação entre Gonzaga e Santa Luzia

Luiz (Lua) Gonzaga do Nascimento nasceu em Exu (PE), em 1912. Protegido da Santa Luzia, ficou cego de apenas de um olho, quando sofreu um grave acidente de carro, em dezembro de 1961, enquanto viajava, com seu filho, Gonzaguinha, da cidade do Rio de Janeiro ao município fluminense de Miguel Pereira, onde ficou um mês hospitalizado.

Em uma de suas últimas entrevistas, antes de sua morte, concedida em 17 de outubro, ao jornalista Marcos Cirano, em um apartamento no bairro de Boa Viagem, no Recife (PE), Gonzagão assim relata o acidente que lhe tirou a visão de um olho:

“Foram mais uns quatro, ou cinco acidentes. Mas, o que eu andei mais perto da morte foi esse que me fraturou aqui (apontando para o lado direito da testa). Eu fiz duas operações, porque atingiu o olho, mas acabei cegando dele. Isso foi na Estrada de Miguel Pereira, Gonzaguinha tava comigo e o anão Salário-mínimo também. E a maior vítima fui eu. Mas escapei com vida. Isso foi em 1962, parece.”

Saiba mais: bit.ly/2zXZD1U


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *