Requalificação da USF Djalma Holanda beneficia 12 mil moradores em Brasília Teimosa

img_alt

Dando continuidade às entregas na área de Saúde, prefeito Geraldo Julio inaugurou nesta quinta-feira (22) unidade de saúde totalmente requalificada (Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR)

Na busca por ofertar um serviço de saúde com mais qualidade para os recifenses, o prefeito Geraldo Julio entregou nesta quinta-feira (22) mais uma Unidade de Saúde da Família (USF) totalmente requalificada, em Brasília Teimosa. Construída há 36 anos, a USF Djalma de Holanda Albuquerque nunca havia passado por uma reforma tão ampla, que abarcou a criação e ampliação de novos espaços, adequação para acessibilidade, substituição completa da coberta, mudança das instalações elétricas e hidro sanitárias, recuperação do revestimento interno de pisos e paredes, instalação de forro de gesso e pintura. As melhorias vão beneficiar 12 mil usuários cadastrados que são atendidos na unidade. A entrega faz parte de um pacote de ações e entregas que a gestão fará até janeiro para fortalecer a saúde pública na cidade.

O prefeito Geraldo Julio pontuou a necessidade de melhorias na unidade, que estava há décadas sem intervenção. “A gente chega agora com uma requalificação completa, com a recuperação de toda a parte do telhado, as salas foram modificadas, a parte de odontologia também foi reforçada com o acréscimo de um novo gabinete odontológico. Foi um investimento grande, que dá agora amplas condições para os profissionais fazerem o trabalho de atendimento aos pacientes”, afirmou o prefeito. O trabalho no local teve investimento de R$ 259 mil.

Já o secretário de saúde, Jailson Correia, defendeu que a iniciativa contribui para um atendimento mais moderno e humanizado. “Com essa reforma, encontramos um ambiente mais adequado, confortável e climatizado. Isso qualifica o atendimento, além de deixá-lo mais humanizado”, explicou.

Na visita, o prefeito percorreu áreas que ganharam novas funções. A sala de saúde bucal foi ampliada para receber mais uma equipe e passa a ter duas cadeiras odontológicas. Uma sala foi ampliada para abrigar o setor de Regulação, onde é realizada a marcação de consultas especializadas e exames.

Atualmente, a USF conta com quatro equipes de saúde da família e duas de Saúde Bucal. Entre os serviços realizados estão o acolhimento diário multiprofissional com a realização de consultas ambulatoriais – saúde da mulher, do homem, da criança, do idoso, saúde do adolescente, doenças crônicas, doenças negligenciadas e saúde mental; vacinação de crianças e adultos; atendimento com a equipe de enfermagem em planejamento familiar, pré-natal e puericultura; monitoramento e acompanhamento dos pacientes portadores de tuberculose e Hanseníase; exames de citologia oncótica; realização de curativos na unidade e nos domicílios (quando necessário) e atendimento odontológico.

A unidade também dispõe de farmácia para distribuição dos medicamentos da atenção básica, agendamento de consultas para especialidades e exames complementares e grupo de hiperdia – para acompanhamento de portadores de hipertensão arterial e diabetes.

Para aqueles que fazem uso dos serviços, a melhoria chegou em boa hora. É o caso da aposentada Ana Lúcia, que mora em Brasília Teimosa há mais de seis décadas e viu a unidade ser construída. “Essa reforma ficou belíssima. Agora, a gente espera que a comunidade colabore e que permaneça assim”, disse a moradora, de 63 anos, que faz consultas frequentes na USF. O pescador Alcides Alexandre da Silva também aprovou a requalificação. “Antes era um aperreio. Era tudo quebrado, com vazamento. Agora está um paraíso”, comemorou.

AÇÕES – No bojo dos investimentos, o pacote de projetos abarca ainda uma nova ala de alto risco no Hospital da Mulher do Recife, com 68 leitos, concurso público e novos espaços de atendimento ao público. Estão previstas as entrega de três novos Espaços Mãe Coruja, duas novas Upinhas e outras unidades requalificadas, nova central para distribuição de medicamentos e material médico, um novo Serviço de Assistência Especializado para pessoas com HIV/Aids e outro para o desenvolvimento da tecnologia do Mosquito Estéril, de combate ao Aedes aegypti. Haverá ainda concurso público para profissionais de saúde com 96 vagas. O investimento é na ordem de R$ 5,7 milhões.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *