Recife ganha dois centros para tratamento de doenças raras

Unidades receberão pacientes diagnosticados com erros inatos do metabolismo, anomalias congênitas ou de manifestação tardia e doenças autoimunes e inflamatórias

Resultado de imagem para imip
IMIP, instituição localizada na Rua dos Coelhos, bairro da Boa Vista.

Pernambuco ganha, nesta quarta-feira (14), duas unidades de saúde voltadas para a assistência exclusiva a pessoas com enfermidades raras. Os Centros de Doenças Raras funcionarão no anexo do Hospital Maria Lucinda, no Derby, e no Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Fugueira (Imip), nos Coelhos.

Os dois novo ambulatórios oferecerão, de forma centralizada, tratamentos para erros inatos do metabolismo, anomalias congênitas ou de manifestação tardia (como doenças neuromusculares, deficiências intelectuais secundárias a doença rara conhecida, doenças infecciosas e síndrome congênita do zika virus) e doenças autoimunes e inflamatórias (miosite e síndrome de Guillain-Barré).

O Imip, que já possui um Centro de Tratamento de Erros Inatos do Metabolismo (Cetreim), agora receberá a qualificação necessária para atender pacientes que convivem com doenças raras. Os equipamentos desenvolverão suas atividades de forma integrada e complementar, oferecendo acompanhamento clínico especializado e multidisciplinar aos pacientes. Com isso, além de unidades hospitalares, os centros também funcionarão como unidades de pesquisa e ensino científico, contribuindo como polos de disseminação de conhecimento para outras regiões do estado.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES), por meio da Gerência de Saúde da Criança, vai coordenar e regular os atendimentos aos pacientes. A implantação das duas unidades, custeadas palo tesouro estadual, será feita graças a um convênio entre o Governo de Pernambuco e os dois hospitais envolvidos no projeto. No Imip devem ser investidos anualmente R$ 2,2 milhões. Já para o centro instalado no Maria Lucinda, o orçamento está estimado em R$ 2,7 milhões anuais.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *