Prefeitura do Recife e CASACOR PE fecham parceria para levar Arena Arbor ao Jardim Botânico do Recife

img_alt

A estrutura em forma de cúpula é inspirada na natureza e será instalada na área próxima à entrada do equipamento municipal (Foto: Divulgação)

O Jardim Botânico do Recife (JBR), no Curado, ganhará uma nova estrutura para recepcionar visitantes, abrigar exposições e palestras ambientais. Numa ação inédita, a Prefeitura do Recife e CASACOR Pernambuco 2018 fecharam uma parceria para levar ao equipamento municipal a Arena Arbor, um espaço inovador e móvel criado para compartilhamento de conteúdo, encontros e palestras durante o evento. O anúncio da iniciativa acontecerá, neste domingo (04), às 18h, durante a festa de encerramento da CASACOR PE, localizada na Avenida Dezessete de Agosto, bairro de Casa Forte.

Para colocar a Arena em um dos espaços verdes mais queridos da cidade, a Secretaria de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (SDSMA) vai investir cerca de R$ 155 mil e a CASACOR, junto com os patrocinadores da estrutura, doarão o equivalente a este valor em materiais que compõem o espaço. “Essa é uma parceria importante para cidade. A arena se transformará em um centro de visitantes do Jardim Botânico, onde poderemos dar às boas-vindas e apresentar adequadamente esse importante equipamento de lazer, educação e pesquisa do Recife. Tudo isso passará acontecer em uma estrutura inovadora e conectada com os conceitos de sustentabilidade”, destacou o secretário da SDSMA, Bruno Schwambach.

Super contemporâneo, o projeto da arena móvel foi desenvolvido pelo arquiteto Paulo Carvalho, atendendo aos anseios de Isabela Coutinho e Carla Cavalcanti, franqueadas da CASACOR PE, que desejavam ter um ponto de convergência e compartilhamentos no projeto da maior mostra de Arquitetura, Paisagismo e Design do Nordeste. A parceria da Arbor Cortinas foi fundamental para viabilizar a ideia e transformá-la em realidade. O espaço possui uma área de 64m2, sendo todo em madeira certificada e com iluminação composta por 540m de fitas de LEDs (lâmpadas mais eficientes). A estimativa da vida útil do equipamento é que chegue a 50 anos ao ar livre.

A estrutura, com capacidade para reunir até 60 pessoas, foi concebida a partir da metáfora relacionada à árvore, elemento natural representante do símbolo da vida. Dessa forma, em sua morfologia foi possível a abstração de cada componente: as raízes formam a base e se elevam em uma arquibancada, o tronco estrutura a arena, a copa confere o fechamento em super MDF, cortinas e vidro, a flor como escultura luminosa recaindo sobre o ponto central do espaço e por fim, os frutos serão colhidos ao longo do evento como resultados de encontros, conversas e debates.

Apoiadores – Também foram parceiros nessa iniciativa, as empresas Arauco, Indusparquet, Arbor, Steeldecor e Vivix.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *