CONHEÇA A HISTÓRIA DO BAIRRO DO ARRUDA

Situado na Zona Norte do Recife, o bairro de 14,5 mil habitantes era conhecido, no início do século XX, como Estrada Nova. Possuía poucas casas, maioria delas de palha e pequenas ruas. A situação mudou com a chegada das maxambombas 🚂 pequenas locomotivas que serviam de meio de transporte na época e trouxeram comércio e outros serviços para a região.

Um dos comerciantes que começou a trabalhar no local foi o português Manuel Inácio de Arruda 🇵🇹 mais conhecido como “seu Arruda”. Ele tinha uma quitanda na Estrada Nova, que depois virou uma mercearia. De tão conhecido, seu sobrenome passou a dar nome ao bairro: Arruda. 😯

O movimento do bairro não ficava restrito ao comércio. O Arruda também era muito conhecido pelos terreiros de xangô, culto afro-brasileiro que era predominante entre a população local. Os terreiros mais conhecidos eram o de Zefinha Guedes e Anselmo. O bairro ainda era cenário de ensaios de carnaval a partir do mês de setembro. Clubes, blocos, troças e caboclinhos enchiam as ruas de festa 🎉🎊

Em 1922, as maxambombas foram substituídas pelos bonde elétricos, mas o desenvolvimento ocasionado por elas deixou frutos. O bairro contava com dois cinemas 🎬📽 o Guanabara e o Arruda, além de muito comércio e consultórios médicos.

Porém, se atualmente o nome Arruda é conhecido Brasil afora, é por conta do Santa Cruz Futebol Clube. O Estádio José do Rego Maciel 🏟conhecido como “Mundão do Arruda” foi erguido em 1972, porém, antes disso, a partir da década de 1940, o Santa já estava instalado no bairro, apesar de ter sido fundado no Pátio de Santa Cruz, na Boa Vista 🔴

FUNDAJ


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *