Moedas que fazem diferença em Pernambuco

Você pode achar pouco, mas a doação de simples moedas pode fazer diferença nas contas de várias instituições sociais. Principalmente porque muitas delas realmente dependem do apoio de terceiros para manter atividades funcionando. Sendo assim, até mesmo aquele troco que talvez não faça tanta falta ao bolso pode ajudá-las a aliviar o peso no orçamento do mês. Cobrir algumas despesas do dia a dia, comprar itens.

A AACD, por exemplo, que é referência nacional em qualidade no tratamento de pessoas com deficiência física, conseguiu arrecadar R$ 82 mil em oito anos, com recebimento de doação voluntária na praça de pedágio da Rota dos Coqueiros – via pedagiada que dá acesso à Reserva do Paiva e a praias do Litoral Sul.

Agora, é a vez do projeto Aria Social, que instalou uma caixinha de doação voluntária na praça de pedágio da concessionária, em Barra de Jangada. Nela, os usuários que passarem pelo Sistema Viário do Paiva poderão depositar qualquer quantia para ajudar o projeto social, em Piedade e que atende crianças e adolescentes em vulnerabilidade e risco social, com educação através da arte – dança e música.

Saiba mais sobre a Rota dos Coqueiros

É a concessionária responsável pela operação e manutenção do sistema viário, que dá acesso à Reserva do Paiva e a praias do litoral sul. Com 6,5 quilômetros de extensão da PE-024, a via litorânea pedagiada liga os municípios de Jaboatão dos Guararapes e Cabo de Santo Agostinho e também conta com cliclovia. Trata-se da primeira Parceria Público-Privada (PPP) de Pernambuco, celebrada em 2006 com o governo do Estado, e a primeira PPP de rodovias no Brasil.

A iniciativa adota a gestão compartilhada entre o poder público e a concessionária. Site: www.rotadoscoqueiros.com.br


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *