Evento do Porto Digital discute uso da tecnologia no varejo

Empresas de tecnologia como In Loco Media e Neurotech vão apresentar soluções

CEO da In Loco Media, André Ferraz, vai apresentar nova forma de cobrança de campanha publicitária
Foto: Tato Racho/Acervo JC Imagem

Estratégias de tecnologia para o varejo serão discutidas, nesta quarta (18), em evento gratuito do Porto Digital chamado O Varejo Encontra o E-commerce, que será realizado no auditório do Centro de Artesanato de Pernambuco, no Bairro do Recife, das 14h às 18h. No evento, serão realizados workshops e palestras sobre o impacto das tecnologias no varejo e migração para o ambiente digital. A gigante do setor Magazine Luiza vai mostrar como funciona a plataforma de e-commerce, desde o marketing até o sistema de vendas. Para participar, é preciso se inscrever aqui.

Também participarão a In Loco Media, empresa especialista em anúncios mobile com uso de tecnologia de geolocalização de smartphones; a Neurotech, que faz a aplicação de inteligência artificial no mercado de crédito e seguro; e a Simples, que vai mostrar sua plataforma de e-commerce desenhada para o contexto móvel. Fecomércio e Sebrae também estão representados.
A In Loco Media vislumbra no evento uma oportunidade de negócio. O CEO da empresa, André Ferraz, vai apresentar o novo modelo de cobrança por campanhas publicitárias chamada Custo por Visita (CPV). Com a tecnologia de localização de smartphones precisa desenvolvida pela empresa pernambucana, é possível mensurar quantas pessoas foram a um estabelecimento físico após ver alguma propaganda feita pela In Loco Media e cobrar por visita, não por clique.

“Hoje em dia, cerca de 90% das vendas do varejo ainda são feitas em lojas físicas. A gente faz branding, conversões para sites na internet através de cliques em anúncios, mas o que a gente entendeu é que somos muito mais interessantes para gerar visitas físicas. Hoje, um ano após o lançamento, o CPV representa 50% do faturamento”, afirma o executivo de relações públicas, Carlos Macêdo. Por meio de parcerias com outros aplicativos, a In Loco consegue atingir mais de 60 milhões de pessoas no Brasil e está iniciando a operação nos Estados Unidos, onde já chegou a 10 milhões de usuários.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

Já a Neurotech vai mostrar como o varejo pode utilizar a Inteligência Artificial para impulsionar as vendas tanto no campo físico quanto digital. “A inteligência artificial já é uma realidade no nosso dia a dia. Há milhares de aplicações, principalmente a transformação da experiência do usuário, para entregar um atendimento personalizado. A Neurotech também ajuda na parte de previsão de demanda, precificação e logística”, explica Rodrigo Cunha, sócio da Neurotech.

Na empresa, o varejo corresponde entre 30 a 35% dos clientes. A expectativa da empresa é de ultrapassar os R$ 40 milhões de faturamento este ano.

JC Economia


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *