Na primeira reunião de 2018, Nestlé, Bosh e Unilever confirmaram mais investimentos no Estado de Pernambuco

A ampliação das operações em Pernambuco da Nestlé, Bosh e Unilever foi um dos atrativos da 101ª reunião do Conselho Estadual de Políticas Industrial, Comercial e de Serviços (Condic), que se reuniu pela primeira vez este ano para analisar projetos de concessão de incentivos fiscais de empreendimentos interessados em se implantar ou ampliar suas atividades em Pernambuco. O encontro aconteceu na manhã desta segunda-feira (02/04) no auditório da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper). Mais outros três encontros estão programados para ocorrer ainda este ano, em junho, setembro e dezembro, respectivamente.

A Nestlé anunciou a instalação de sua primeira linha de produção no estado de Pernambuco, em Garanhuns. A unidade deve fabricar leite em pó com a marca Ninho para distribuição exclusiva na região Nordeste. Enquanto isso, o Centro de Distribuição da Bosch, localizado na cidade de Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife, passará a contar também com uma linha de produção para montagem final de furadeiras, serra mármore e esmerilhadeira. Essa ampliação de escopo, de centro logístico agregando uma linha de montagem, está alinhada à estratégia da divisão de Ferramentas Elétricas de aumentar sua presença na região, assim como melhorar a eficiência logística e reduzir o tempo de entrega de seus produtos para todo o Nordeste. Já a Unilever, em Ipojuca, fará a manutenção do poder competitivo.

Nesta reunião do Condic, foram aprovados 28 projetos, sendo 21 de indústrias (8 no interior), 5 de importadoras e 2 de centrais de distribuição. O Governo do Estado conseguiu atrair investimentos em indústrias na ordem de R$ 99,5 milhões, sendo R$ 64,5 milhões destinados à RMR e R$ 35,02 milhões para o interior.

Estes investimentos projetam a geração de 510 postos de trabalho, dos quais 167 estarão sediados no interior do Estado e 343 na Região Metropolitana do Recife. Ao todo, 17 municípios foram contemplados, sendo 9 na RMR e 8 no interior. São eles: Paulista, Igarassu, Jaboatão dos Guararapes, Recife, Camaragibe, Abreu e Lima, Cabo de Santo Agostinho, Ipojuca, Glória do Goitá, São José do Egito, Caruaru, Pombos, Garanhuns, Surubim, Nazaré da Mata e Escada. Das 12 Regiões de Desenvolvimento (RD) de Pernambuco, 7 foram contempladas: RMR, Mata Norte, Mata Sul, Sertão do Pajeú, Agreste Central, Agreste Meridional e Agreste Setentrional.

DESTAQUES DA 101ª REUNIÃO DO CONDIC
◾28 projetos: sendo 21 indústrias, 05 importadoras e 02 centrais de distribuição;
◾Total de empregos: 510 sendo 167 no interior e 343 na RMR;
◾Das indústrias, 09 de implantação, 07 de ampliação com nova linha de produtos, 03 de ampliação com nova linha de produtos/isonomia, 01 de isonomia/ampliação e 01 de manutenção do poder competitivo;
◾13 projetos na Região Metropolitana totalizando R$ 64,5 milhões;
◾08 projetos contemplados no interior totalizando R$ 35,02 milhões;
◾09 municípios contemplados na RMR: Paulista, Igarassu, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Recife, Camaragibe, Abreu e Lima, Cabo de Santo Agostinho e Ipojuca;
◾08 municípios contemplados no interior: Glória do Goitá, São José do Egito, Caruaru, Pombos, Garanhuns, Surubim, Nazaré da Mata e Escada.

DIVISÃO DE PROJETOS NAS SETE REGIÕES DE DESENVOLVIMENTO (RDs):
◾19 na RD Metropolitana: Recife (03), Jaboatão dos Guararapes (05), Paulista (01), Ipojuca (01), Olinda (03) e Cabo de Santo Agostinho (03), Igarassu (01), Camaragibe (01), e Abreu e Lima (01);
◾09 no interior distribuídos nas seguintes RDs:
◾02 na Mata Sul – Escada (01) e Pombos (01);
◾03 na Mata Norte – Glória do Goitá (02) e Nazaré da Mata (01);
◾01 Agreste Central – Caruaru (01);
◾01 no Agreste Meridional – Garanhuns (01);
◾01 no Agreste Setentrional – Surubim (01);
◾01 no Sertão do Pajeú – São José do Egito (01);

TRÊS MAIORES EMPREGADORES:
1.Megaplus Indústria de Alimentos Ltda. – Ampliação com nova linha de produtos no Recife – 70 vagas;
2.CTR PE – Central de Tratamento de Resíduos Ltda. – Implantação em Igarassu – 68 vagas;
3.Unilever Brasil Industrial Ltda. – Manutenção do poder competitivo – 63 vagas.

TRÊS MAIORES INVESTIDORES:
1.Megaplus Indústria de Alimentos Ltda. – Ampliação com nova linha de produtos no Recife – R$ 25,8 milhões;
2.CTR PE – Central de Tratamento de Resíduos Ltda. – Implantação em Igarassu – R$ 24,5 milhões;
3.Nestlé Nordeste Alimentos e Bebidas Ltda. – R$ 11,2 milhões.

IMPORTAÇÃO – A reunião de hoje aprovou um total 5 projetos de importação. São eles: a implantação da unidade da Intermobile – Comércio e Importação de Produtos para Higiene Pessoal e Doméstico Ltda., em Jaboatão dos Guararapes. Será ampliada a unidade da Connectway Soluções Inteligentes em Tecnologia Ltda – EPP, no Recife. Haverá ainda a ampliação com nova linha de produtos da Eurostar do Brasil S/A, em Jaboatão dos Guararapes; e da Mary Kay do Brasil Ltda., no Cabo de Santo Agostinho. Além disso, será feita a ampliação/ampliação com nova linha de produtos da Redil Comércio Importação e Exportação de Embalagens Ltda., em Jaboatão dos Guararapes.

CENTRAIS DE DISTRIBUIÇÃO – Foram 2 projetos aprovados para ampliação com nova linha de produtos. Entre os destaques que receberam parecer favorável estão a Carta Goiás Indústria e Comércio de Papéis Ltda., em Glória do Goitá; e Mary Kay do Brasil, no Cabo de Santo Agostinho.

SOBRE O PRODEPE

O Programa de Desenvolvimento do Estado de Pernambuco (Prodepe) compreende um conjunto de incentivos fiscais direcionados para alguns setores da atividade econômica, entre os quais destacam-se: industrial, central de distribuição e importador atacadista. O pacote destina-se a atrair novos investimentos para Pernambuco e manter em seu território aqueles já existentes. O programa foi instituído pela Lei nº 11.675, de 11 de outubro de 1999, e regulamentado por meio do Dec. nº 21.959, de 27 de dezembro de 1999, e respectivas alterações. É um dos programas mais robustos do gênero, pela abrangência e escalonamento de percentuais em função da localização dos empreendimentos, e transparentes, por dar publicidade aos atos através de decretos específicos no Diário Oficial.

A AD DIPER

A Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper) é ligada à Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico (SDEC) e tem como missão apoiar o desenvolvimento econômico e social do Estado por meio de ações indutoras e do apoio aos setores industrial, agroindustrial, comercial, de serviços e de artesanato. Tem como desafio interiorizar o desenvolvimento, integrando o médio e pequeno produtor ao dinamismo econômico local.


Um Comentário:

  1. What’s up to all, the contents existing at this website are in fact
    remarkable for people experience, well, keep up the nice work fellows.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *