Docecleta cresce com nova loja e menu no Recife

Primeiro ponto físico da marca Docecleta tem pedidas que vão além do brownie já conhecido na bike itinerante

Tareco de brownie
Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

Com uma loja inaugurada há poucos meses, a Docecleta mostra que tem fôlego para ir além das pedaladas que a tornaram uma bike de brownies conhecida no Recife. Isso, por que o primeiro ponto físico da marca, localizado no Poço da Panela, na Zona Norte, abre estrutura para um cardápio maior e longe de mesmices em termos de doceria. Espaço onde o bolo fofinho de chocolate, na versão tradicional e branco, continua sendo o carro-chefe, mas também um produto que se reinventa em outras preparações.

É que além dos brownies recheados com doce de leite e brigadeiro, por exemplo, também já saem aos montes o saquinho de tareco fabricado com a mesma massa do bolinho. Prático para levar, ele fica exposto na vitrine – que, aliás, muda diariamente a lista de opções. “Porque nada aqui leva qualquer tipo de conservante. É tudo feito de maneira artesanal e, como costumamos dizer, com amor”, defende a sócia Mariana Paashaus, que criou a Docecleta há pouco mais de três anos com o marido Marcelo Moura e, agora, conta com as sócias Natasha Góes e Fernanda Guerra.

O quarteto se divide nos afazeres dentro do ponto fixo, responsável por abastecer as bicicletas estacionadas no Food Park das Ubaias e shoppings Recife e RioMar. Mas, por questões de logística, apenas no novo endereço é possível encontrar uma das gordices mais atraentes do cardápio. O milk-shake com sorvete de creme, da Appenini, recebe calda generosa de doce de leite caseiro, chantilly e farelos de tareco. É daqueles para aproveitar sem pressa os 400 ml de sobremesa oferecida a R$ 18. Fora esse, também é fácil de encontrar por lá pizza de brownie, bolo brownie com coberturas densas de chocolate ou paçoca, muffins, cookies, trufas de brownies, chocobrownie, que são tijolinhos de brownie com crocante e cobertura, brownies no palito e de colher. Não à toa, o ingrediente que mais se repete no menu é fabricado 23 mil vezes ao mês em forno de lastro industrial.

Some tamanho “desaforo” das pedidas ao pote de queijadinha cremosa para comer de colher, por R$ 15. É deleite que o visitante pode até querer acompanhar com algum café da Nespresso. Mas, nesse terreno, a Docecleta quase não entra. Longe de querer ser uma cafeteria comum, o lugar incentiva mesmo acompanhar qualquer docinho com água. É através do projeto Copo Solidário que o cliente paga R$ 2, mata a sedo o quanto quiser e reverte parte do dinheiro para instituições carentes. Fofura do tamanho do espaço que, embora pequeno, organizado numa área que dava acesso à garagem de uma casa, tem a mesma maturidade de endereços maiores. Razão para um modelo de franquia começar a ganhar corpo ainda este ano, com base nessas experiências da loja.

Serviço:
Endereço: rua do Chacon, 82, Poço da Panela
Informações: 3071.8770

Por: Edi Souza, da Folha de Pernambuco


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *