Cais do Sertão no Recife Antigo tem investimento de R$ 24,4 milhões na sua ampliação

Novo espaço vai contar com cafeteria, restaurante, salas de exposição, auditório e um jardim suspenso. Inauguração será no dia 24 de abril

Segundo módulo do Cais do Sertão
Foto: Divulgação

Maior obra turística prevista para o Estado com recursos do Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur), o segundo módulo do Museu Cais do Sertão, no Bairro do Recife, teve investimento de R$ 24,4 milhões. De acordo com a Secretaria de Turismo (Setur) de Pernambuco, no dia 24 de abril o novo espaço será inaugurado com a realização da exposição itinerante do Museu do Futebol, presente no estado de São Paulo. A segunda parte do Cais do Sertão será estruturada em três pavimentos com um total de 5,5 mil metros quadrados (m²).

“O espaço contará com salas de exposição, auditório com capacidade para 230 pessoas, uma cafeteria, além de um restaurante e um jardim suspenso localizados no último andar”, disse a secretária executiva do Prodetur, Manuela Marinho, complementando que a cafeteria e o restaurante estão em processo licitatório.

Segundo o vice-presidente da Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur), Ciro Couceiro, durante o mês de junho está prevista uma ação para que um ônibus sanfona circule pelo Recife com percurso que começa no Cais do Sertão e segue até o Sítio da Trindade, no bairro de Casa Amarela, na Zona Norte do Recife.

Balanço

Após sete anos de execução, o Prodetur está sendo finalizado até junho. No momento, 98% dos recursos destinados ao programa já foram investidos. De iniciativa do Governo de Pernambuco, por meio da Setur, com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o projeto teve investimento total de US$ 125 milhões para obras de construção, revitalização e qualificação da infraestrutura turística presente em todas as regiões do Estado. Do total de investimentos, 60% foram do BID e 40% de contrapartida do governo estadual.

Entre 2010 e 2014, foram executadas 34% das obras, sendo os 66% restantes até este ano. “Este foi o primeiro Prodetur do Brasil a ser entregue com 100% dos recursos comprometidos. É um avanço para Pernambuco como forma de atração ao turista”, registrou Manuela Marinho, em visita ao Cais do Sertão. Os estados do Ceará, Bahia e Rio de Janeiro também fizeram contratos para execução do Prodetur.

Em Pernambuco, o programa realizou sete capacitações, contemplando 1.800 pessoas. Além disso, foram 53 estudos feitos e 54 obras executadas. Entre os projetos efetuados estão a requalificação do Mercado Eufrásio Barbosa, em Olinda, o acesso ao povoado de Serra Negra, no Agreste, a Praça Miguel Arraes, em Fernando de Noronha, e a requalificação do Forte Orange, na Ilha de Itamaracá.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *