Projeto capacitará empreendedores para o Carnaval 2019

Profissionais com negócios em áreas envolvidas na folia receberão cursos ministrados no Recife e em Olinda

por Lara Tôrres

Uma reunião com representantes das entidades envolvidas foi realizada no Carnaval
Luana Valentim

Os empreendedores que possuem negócios ligados às festas de Carnaval receberão cursos de qualificação com o objetivo de capacitar profissionais para atuar na folia em 2019 no Recife e em Olinda.

O projeto que fornecerá as formações aos empreendedores será uma parceria do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), da Secretaria Especial da Micro e Pequena Empresa, do Governo de Pernambuco com as prefeituras de Recife e Olinda.

Durante o programa os participantes receberão treinamento técnico, cultural, e gerencial para que os profissionais possam auxiliar os turistas além de prestarem os seus serviços. O termo de cooperação que dará início ao projeto tem assinatura prevista para o mês de março e a primeira capacitação deverá ser realizada no mês de abril e atenderá a microempreendedores que atuam como artesãos, ambulantes, guias de turismo, além de profissionais dos setores de transporte e alimentação fora do lar.

Além de participarem do programa piloto, Recife e Olinda também estão cotadas para ser uma das primeiras a receber um selo que ainda será lançado no Brasil: “Selo de município empreendedor” e os participantes que concluírem os cursos e palestras de capacitação deverão receber o selo de “Empreendedor modelo”.

Outras Festas

De acordo com a secretária executiva de Planejamento, Monitoramento e Captação de Recursos da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Trabalho e Qualificação de Pernambuco, Fernanda Dubeux, mesmo com o foco sendo o Carnaval de 2019, é possível que alguns resultados já sejam percebidos no São João deste ano.

“Contemplaremos quem já é MEI e também os potenciais empreendedores. A ideia é fazer durante o programa mutirão de formalização, cursos e estudamos até mesmo parcerias com outras secretarias como a de Educação para atuar junto aqueles que desejarem concluir a educação formal”, explica a secretária.

Leia Já


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *