Foi Lula quem tirou transposição do papel

Disputa por paternidade tem a ver com dividendos políticos de obra

Blog do Kennedy

A briga pela paternidade da transposição das águas do rio São Francisco acontece porque essa obra tem sido muito bem recebida por populações carentes de regiões que sofrem há séculos com a seca. Todos os políticos querem ser o pai da criança.

Essa obra é imaginada desde o império, no século 19. Mas foi o então presidente Lula quem tirou a ideia do papel em 2007, dez anos atrás. A maior parte da transposição aconteceu na gestão Dilma. E, com baixa popularidade, o presidente Michel Temer está inaugurando os trechos finais.

Para Lula, que luta para ser candidato à Presidência em 2018, lembrar que deu início à obra é importante e incomoda o atual governo. Quando a água já tiver chegado às torneiras, daqui a alguns dias, o petista fará uma visita aos mesmos locais em que Temer esteve nesta sexta.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *