Uber quer atrair mais motoristas no Recife

Empresa realiza palestras para apresentar aos interessados os detalhes sobre o serviço do App

16701447580004753650000

Barbosa procura ocupação desde dezembro. Agora pretende entrar no Uber
Foto: Bruno Campos

Com cada vez mais usuários no Recife, a Uber está realizando palestras para apresentar detalhes de seu funcionamento aos interessados em ingressar no serviço como motoristas. Só hoje pela manhã serão dois encontros em Boa Viagem. Chamadas de ‘info session’ pela empresa, as palestras devem acontecer rotineiramente a partir de agora no Recife e, por enquanto, têm atraído sobretudo desempregados ou profissionais que identificam no aplicativo uma renda extra para enfrentar a crise econômica com mais tranquilidade.

Foi este motivo que levou o motorista e estudante de logística Joseilton Barbosa à sessão realizada na última quinta-feira no Recife. Desempregado, ele procura uma ocupação, sem sucesso, desde dezembro. Por isso, viu no Uber uma forma de garantir o sustento. “É uma boa oportunidade porque requer investimento baixo e garante retorno imediato”, afirmou Barbosa, dizendo que o aplicativo ainda parece oferecer mais tranquilidade que outras ocupações. “Um motorista de ônibus, por exemplo, ganha R$ 1,8 mil, mas se estressa muito. Então, se eu ganhasse R$ 1,5 mil na Uber, já ficaria satisfeito”, calculou.

Para o manobrista Hugo Leonardo, o valor também seria bom. Afinal, a intenção dele é dirigir para construir uma reserva financeira. Ganhando apenas um salário mínimo, ele diz que até consegue pagar as contas, mas tem medo de perder o emprego e ficar sem recursos. “Nesta situação econômica, o mercado está muito inseguro”, explicou, apoiado pelo policial civil Kleiber Tomé, que reclama do valor dos salários pagos atualmente. “Com o que ganho, não consigo pagar todas as contas de casa. Por isso, estou pensando em entrar na Uber para acrescentar a renda familiar”, revelou, dizendo que pretende dirigir nos intervalos dos plantões para ganhar ao menos R$ 2 mil.

A Uber, porém, garante que o retorno financeiro pode ser maior. Na palestra, os parceiros do aplicativo dizem que é possível fazer até R$ 2,4 mil brutos dirigindo quatro horas por dia, seis dias por semana, já que o serviço não cobra mensalidade ou taxa de participação. Desse montante, porém, é preciso tirar os 25% de cada corrida que são destinados à empresa e os custos com combustível. Durante a info session, a Uber ainda afirma que não faltará clientes para os possíveis novos parceiros. “A demanda tem sido grande. Prova disso é que o aplicativo quase sempre está em preço dinâmico no Recife”, afirmou um dos parceiros da empresa, dizendo que a ideia é ampliar a rede de motoristas para suportar essa demanda sem deixar o tempo de espera por um carro superior a dois minutos.

Por: Marina Barbosa, da Folha de Pernambuco


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *