terça-feira, 23 de julho de 2013

Grande Recife: Obra de engorda já recuperou 2 km de praia em Jaboatão

Trabalho começou a ser executado por uma draga em junho deste ano 

Obra vai recuperar uma área toral de seis quilômetros da orla de Jaboatão
Chico Peixoto/LeiaJáImagens

A Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes convidou a imprensa pernambucana para visualizar a obra de engorda das praias do município em um sobrevoo panorâmico de helicóptero, na manhã desta terça-feira (23). 

Do alto é possível ter a dimensão do tamanho da intervenção e da extensão da faixa de areia perdida ao longo dos anos.

Desde que foi iniciada, em junho deste ano, a obra reconstruiu dois quilômetros da orla, num trecho entre Barra de Jangada e Candeias. 

A expectativa é concluir os trabalhos, que compreendem na recuperação de um total de seis quilômetros, no mês de setembro. 

Atualmente, a draga responsável por transportar a areia utilizada para recompor as áreas afetadas está localizada na Travessa Presidente Castelo Branco. 

O material é aspirado de uma jazida, localizada em alto mar, a dois quilômetros da Pedra de Xáreu, no Cabo de Santo Agostinho, e a 14 quilômetros de Jaboatão dos Guararapes.

“O equipamento é habilitado para reconstruir uma média de 80 metros de praia por dia. 

Aos poucos nós vamos reposicionando a draga e deslocando a tubulação”, explicou o secretário de Pavimentação e Drenagem, Roberto Rocha. 

Dependendo da localização, a máquina joga areia em 300 metros para a direita e 300 para a esquerda. O trabalho será executado em nove pontos diferentes. 

De acordo com o secretário, as primeiras indicações de degradação da costa de todo o Nordeste, incluindo Jaboatão dos Guararapes, foram identificadas em 1985. 

Em 2005 o Ministério de Ciência e Tecnologia disponibilizou recurso para que a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) pudesse analisar o processo.

Começamos a fazer as primeiras intervenções e em 2010 o projeto de engorda das praias foi contratado”, afirmou. Entretanto, as obras só foram iniciadas três anos depois. 

Após a conclusão do processo de engorda, a expectativa é pôr em prática projeto de um Parque Linear da Orla.

Será um trabalho de reposição de árvores, além da implantação de ciclovia, calçadão e acesso para cadeirantes.

 “Essas obras tem grande impacto social e econômico para a população e a cidade. 

Após esse processo observamos novos empresários do ramo hoteleiro e habitacional retornando para Jaboatão. 

Também não podemos esquecer do resgate do meio ambiente com essa obra”, concluiu o secretário.

por Damares Romão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores