RS: Projeto Pescar com parcerias de inclusão

No Estado, empresas capacitam jovens profissionais
por meio do programa há mais de 10 anos

Projeto Pescar com parcerias de inclusão Suellen Machado,Divulgação/Divulgação

Tatiele Falcao Pereira foi aluna da turma de Vendas e
Atendimento ao Cliente, na Vonpar Foto: Suellen
Machado,Divulgação / Divulgação

Em parcerias de mais de uma década com o Projeto Pescar, empresas gaúchas
oferecem a jovens em situação de vulnerabilidade social cursos de aprendizagem
básica para o exercício das mais diversas atividades em áreas variadas, como
indústria, imagem pessoal, turismo e hospitalidade, informática, gestão,
comércio, comunicação e construção civil.

Entre as mais antigas entidades no Estado a encaminhar iniciantes capacitados
ao mercado por meio do modelo administrado pela Fundação Projeto Pescar, estão a
Harman, a Carrier e a Mundial.
Em 10 anos, a Vonpar Bebidas — franqueada da Coca-Cola no Estado e em Santa
Catarina — capacitou 175 jovens, sendo que 60 foram contratados diretamente pela
empresa no curso de vendas.

Desenvolvida em Porto Alegre, a parceria prevê a
realização do programa Vendas e Atendimento ao Cliente também para iniciantes da
Região Metropolitana, com idades de 16 anos a 19 anos, que concluíram ou estejam
cursando o Ensino Médio. A grade de programação compreende temas como formação
básica voltada à cidadania: saúde, ambiente e ecologia, comunicação, autoestima,
família, direitos e deveres, entre outros.

— A aplicação do projeto significa a oportunidade de construir cidadãos aptos
ao mercado. Além disso, temos a chance de estreitar relacionamento com as
comunidades onde atuamos, já que o curso conta com a participação de mais de 20
colaboradores da Vonpar, capacitados para ministrarem aulas dentro de suas áreas
de atuação — destaca Raquel Masetto, coordenadora do Pescar na franqueada da
Coca-Cola.

Por meio da Escola Educadora, como é chamada a unidade do Projeto Pescar, a
Vonpar ainda ajuda no resgate da autoestima de jovens que vivem em situação de
vulnerabilidade social.
É o caso da analista de projetos Tatiele Falcão Pereira, 21 anos, estudante
de Administração de Empresas. Moradora de Gravataí, Tatiele ingressou na empresa
em 2008 por meio do projeto.
— Foi a partir do Pescar que passei a acreditar em mim, despertando o meu
gosto pelos negócios. Hoje, percebo o quanto cresci — comenta a jovem.

Unidades que terão inscrições para o projeto nos próximos meses:

Unidade Fundação Projeto Pescar

Como se inscrever: podem participar adolescentes de 17 a 19 anos da zona
norte da Capital pertencentes a famílias com renda de meio salário mínimo. Os
jovens devem estar na 6ª série do Ensino Fundamental, estar com o Ensino Médio
em andamento ou concluído. Interessados podem se inscrever gratuitamente entre
os dias 6 e 13 de agosto na Fundação Projeto Pescar (Av. Sertório,1988 — portão
8, Infraero), das 8h às 11h e das 13h30min às 17h, de segunda a sexta-feira. É
necessário apresentação do documento de identidade e comprovante de
residência
– Curso: Iniciação Profissional em Serviços Administrativos
– Local: Porto Alegre
– Prazo: de 6 a 13 de agosto

Unidade Vonpar
– Curso: Vendas e Atendimento ao Cliente
– Como se inscrever: comparecer na Avenida Assis Brasil, 11.200 ou no site
www.vonpar.com.br
– Local: Porto Alegre
– Prazo: final de outubro

Unidade Projeto Pescar AGCO
– Curso: Iniciação Profissional em Produção Mecânica
– Como se inscrever: pessoalmente na empresa, a partir das 13h30min
– Local: Rodovia RS-223, Km 51, Ibirubá
– Prazo: 15 de setembro a 15 de outubro

Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *