Sheraton Reserva do Paiva – melhor hotel de Pernambuco

Propriedade da Marriott International encanta pela ótima estrutura e localização privilegiada na paradisíaca região da Reserva do Paiva.

De um lado o extenso coqueiral da praia do Paiva e do outro o exuberante mangue que acompanha o rio Pirapama. É nesse cenário paradisíaco, sossegado e imenso a muito verde onde está instalado o Sheraton Reserva do Paiva, o único hotel de alto padrão do Grande Recife. O cinco estrelas – que faz parte da coleção da Marriott International – tem acomodações luxuosas, grandes espaços com obras-de-arte de artistas locais, quatro opções gastronômicas, o Shine Spa, estrutura completa para lazer, enormes salões para convenções e serviço muito atencioso. Além disso, conta com clube de praia pé na areia, o The Beach Club. Vamos conhecer?

Sheraton Reserva do Paiva – fachada.

Único cinco estrelas do Grande Recife, o Sheraton está muito bem instalado num edifício contemporâneo com fachada de vidro de apenas sete pavimentos, que se integra como uma luva à paisagem exuberante do entorno, no melhor trecho da silenciosa Reserva do Paiva, o primeiro bairro planejado de Pernambuco. O acesso é feito por meio da ótima rodovia privatizada Rota dos Coqueiros, distante apenas 30 minutos do Aeroporto Internacional dos Guararapes.

Vista do nosso quarto no Club Piso.

O lobby do Sheraton Reserva do Paiva é grandioso, tem pé direito alto, piso em mármore e granito, imensas colunas em tons de cobre, luminárias brancas que despencam do teto e um elegante espaço para recepção dos hóspedes, cujo conceito cria uma atmosfera bastante acolhedora.

Recepção no lobby do Sheraton Reserva do Paiva.

Em frente há o espaço delicioso do Lobby-Bar, com parede de vidro com vista para o exuberante jardim tropical e menu com várias opções rápidas, como por exemplo, carpaccio de angus Black (R$35), hambúrguer de quinoa (R$26), além de cafés, coquetéis e uma estação de comida japonesa e DJs que animam as noites das sextas-feiras. Ao lado, temos as duas principais opções gastronômicas do hotel, o Restaurante Reserva e o Paiva Grill, ambos sob o comando do chef português Fernando Fonseca.

2/3Lobby

3/3Escultura da artista Thina Cunha

Chama a atenção a coleção de obras-de-arte espalhadas em volta do lobby e por toda a extensão dos salões de eventos e do Ballroom. Os grandes espaços públicos do cinco estrelas valoriza sobretudo a arte local, com enormes pinturas, esculturas e painéis de 11 artistas pernambucanos. No acervo podemos ver, por exemplo, obras de Francisco Brennand, Tereza Costa Rego e Jairo Arcoverde.

O hotel tem acervo de pinturas, esculturas e painéis de 11 artistas pernambucanos.

Lazer

A área da piscina situada atrás do hotel é um verdadeiro refúgio e certamente o melhor lugar para ver o pôr-do-sol na Reserva do Paiva. O jardim tropical tem muitas palmeiras e vista para a vegetação nativa do mangue que recobre o rio Jaboatão. A área verde tem um conjunto de três lances de degraus que conduzem os hóspedes até o centro, onde está a piscina semi-circular com borda infinita e uma pequena piscina esférica. Ao lado, bar da piscina, campo de futebol, mini campo de golfe e quadra de vôlei.

Piscina

Pôr-do-sol na piscina

Lounge

Certamente um hotel que é um verdadeiro refúgio.

O clube de praia

Chama-se The Beach Club o clube de praia pé na areia do Sheraton Reserva do Paiva. Ele está quase em frente à propriedade, a uma curta caminhada, mas há também serviço de transporte oferecido pelo hotel. A estrutura (também aberta a não hóspedes mediante “day use”) conta com um charmoso terraço de frente para a piscina, mesas de frente para o mar (para quem deseja fazer refeições ao ar livre), bar (incluindo bar de borda molhada) e restaurante de onde saem coquetéis e pratos, como por exemplo, Saladas Mediterrâneas, Lulas e Camarões Thai, Wok Vegetariano, Entrecôte Angus e o tradicional Camarão ao Alho e Óleo.

Certamente o melhor clube de praia de Pernambuco.

The Beach Club

Piscina

Quartos

Nosso quarto Club com vista para o mar estava muito bem localizado no sétimo andar próximo ao Sheraton Club (loung VIP acessível para os apartamentos Club) e com ótimo acesso aos elevadores. O quarto chama a atenção pelo ótimo espaço, a textura das paredes e pelos materiais nobres que decoram a acomodação, como por exemplo, mármores e madeira de lei.

Quarto Club com vista para o mar.

Cama king size muito confortável, lençóis extremamente macios, armário com cofre digital integrado com mini-bar, cafeteira, garrafas d’água de cortesia, sofá, estação de trabalho com cadeira de design e espelho circular, aparador com TV, ótimo sistema de ar condicionado e wifi muito eficiente (por sinal em todas as áreas do hotel ele funciona muito bem inclusive no The Beach Club) complementam os itens que os viajantes contemporâneos mais necessitam.

4/5Boas-vindas!

5/5Ao lado do Sheraton Club

1/5Cama king size

2/5Sofá

3/5Estação de trabalho

4/5Boas-vindas!

5/5Ao lado do Sheraton Club

1/5Cama king size

2/5Sofá

banheiro – separado do quarto por uma parede de vidro fosco com motivos náuticos – tem chuveiro separado do sanitário e bancada em mármore travertino com kit de amenidades da própria marca Sheraton. Além disso, a janela do chão ao teto e de um canto ao outro proporciona vista panorâmica para o exuberante cenário formado pelo verde dos coqueiros e o azul do mar.

Banheiro

O Shine Spa

O spa de alto padrão do Sheraton Reserva do Paiva conta com menu com 18 terapias, dentre tratamentos corporais e faciais (inclusive para homens), como por exemplo, a massagem sueca que me propiciou um excelente relaxamento muscular. O espaço conta lounge de espera, saunas, hidromassagens e várias salas para terapias individuais ou em grupo.

2/3Lounge

3/3Salas

1/3Shine Spa

2/3Lounge

3/3Salas

1/3Shine Spa

2/3Lounge

A gastronomia

Todos os restaurantes do Sheraton Reserva do Paiva estão sob a direção do chef Fernando Fonseca. O restaurante Paiva Grill tem décor elegante, cozinha aberta e vista para os jardins da propriedade. O café-da-manhã, servido no estilo buffet continental, tem estação de frutas, cereais, sucos, frios, pães, bolos, pratos quentes e algumas opções feitas na hora, como por exemplo, omeletes e tapiocas.

3/4Buffet

4/4Décor

1/4Buffet café-da-manhã no Paiva Grill

2/4Paiva Grill

3/4Buffet

4/4Décor

1/4Buffet café-da-manhã no Paiva Grill

2/4Paiva Grill

Certamente um café-da-manhã completo.

Reserva é o restaurante gastronômico, com formato semi-circular, decoração caprichada e clima intimista. Aberto apenas para jantar,  tem menu com inspiração na gastronomia portuguesa, internacional, mas também com muitas referências locais. A Experiência Gourmet(R$125), por exemplo, tem couvert da casa, entradas quentes e frias, pratos principais (como o ótimo medalhão de filé mignon recheado com mozzarela de búfala) e sobremesas, como a trilogia de doces de Pernambuco, que vem com quindim de coco, pudim de leite e bolo de rolo.

Reserva, uma das opções gastronômicas do Sheraton Reserva do Paiva.

4/5Medalhão de filé mignon recheado com mozzarela de búfala

5/5Ttrilogia de doces de Pernambuco

1/5Salmão marinado ao cítrico

2/5Tapioca com queijo coalho e parma na crosta de castanha de caju.

3/5Carpaccio de Polvo

4/5Medalhão de filé mignon recheado com mozzarela de búfala

5/5Ttrilogia de doces de Pernambuco

1/5Salmão marinado ao cítrico

2/5Tapioca com queijo coalho e parma na crosta de castanha de caju.

Conclusão

O Sheraton Reserva do Paiva é um refúgio em meio ao cenário paradisíaco da reserva ecológica. Tem instalações luxuosas, restaurantes charmosos, club de praia maravilhoso e excelente infraestrutura tanto para lazer quanto para negócios. Certamente o melhor hotel de Pernambuco.

*Texto e fotos por Isaías Farias

Editor do Viagem Sem Bagagem.


Pernambuco vai ganhar outlet com marcas renomadas

Novo Recife Outlet Premium – Foto: Divulgação

Um grande empreendimento será inaugurado em Moreno (PE). O novo Recife Outlet Premium foi apresentado, pelos empreendedores Paulo Perez e Marco Menezes, do Grupo BCI, em São Paulo.

O evento contou com a presença de players e lojistas da indústria de outlets, além de empresários pernambucanos.

Novo Recife Outlet Premium – Foto: Divulgação

Em agosto, esse mesmo evento de lançamento acontecerá em Recife. A previsão para inauguração do Recife Outlet Premium é o segundo semestre de 2020.


Baterias Moura fecha parceria com a Rappi

Moura fechou parceria com o aplicativo de entregas para clientes acessarem através da plataforma o MouraFacil.com, que permite escolher, comprar e receber baterias em até 50 minutos. Na foto, a diretora de Marketing da Baterias Moura, Andréa Lyra. Crédito: Duda Carvalho

A Moura é a primeira fabricante de baterias a fechar parceria com a Rappi. Agora, os consumidores terão mais uma ferramenta para acessar o MouraFacil.com, plataforma de vendas online de baterias automotivas.

Por meio do aplicativo especializado em entregas – que também funciona como ampla vitrine de vendas para produtos e serviços – o cliente que estiver em busca de uma bateria será direcionado para o MouraFacil.com, que assume a responsabilidade da operação a partir de então.

Lá, o consumidor poderá escolher a bateria com praticidade e personalização para, em até 50 minutos, ter o produto devidamente instalado no automóvel.

A parceria já entrou em operação e permite à Moura compartilhar a base de usuários e o raio de alcance do Rappi. “Aumentamos nossa visibilidade e o Rappi amplia as suas conversões, agregando mais um produto ao seu amplo portfólio.

É a união de dois grandes players do mercado e quem ganha são os consumidores, com mais uma inovação comercial para atender suas demandas”, destaca a diretora de Marketing, Andréa Lyra.


Geraldão deve ser reaberto até o fim do ano

Resultado de imagem para Geraldão deve ser reaberto até o fim do ano
Foto: Léo Malafaia/arquivo DP

O Ginásio Esportivo Geraldo Magalhães, o Geraldão, fechado desde 2012 para obras de requalificação, deve ser reaberto até o fim do ano. Nos últimos sete anos, vários prazos foram dados para a reinauguração do maior ginásio poliesportivo da capital pernambucana e nenhum foi cumprido.

A Prefeitura do Recife justifica que problemas decorrentes da crise econômica no país atrapalharam o andamento das obras. A expectativa atual, porém, é de que o novo prazo dado seja efetivado, uma vez que o empreendimento está com 90% das ações concluídas. Não foi marcada, no entanto, uma data para a reinauguração.

O Gabinete de Projetos Especiais da Prefeitura do Recife ressaltou que “trata-se de uma obra que mexe com toda a estrutura do Geraldão, desde a rede de esgotamento sanitário até a cobertura da edificação, que foi removida e substituída.

Assim, falamos de uma obra de recuperação e readequação de grande porte”. Inaugurado na década de 1970, o ginásio passa por uma grande intervenção de reforma e requalificação pela primeira vez.

O projeto de reforma foi apresentado em novembro de 2012 e previa a recuperação da estrutura física, a readequação da quadra aos padrões internacionais, melhorias em acessibilidade e climatização, instalação de cadeiras ergonômicas e investimentos em iluminação e nos sistemas elétrico e hidráulico.

A obra começou em julho de 2013, com previsão de ser concluída um ano depois. Em outubro de 2014, foi estipulado um novo prazo de entrega, para julho de 2015, quando foi novamente postergado para fevereiro de 2016 e, mais uma vez, adiado para novembro de 2016. Em setembro de 2018, a Prefeitura havia prometido a entrega para dezembro do mesmo ano, previsão que também não foi cumprida.

Sobre a obra, o Gabinete de Projetos Especiais destacou algumas intervenções, como o aumento da quadra para atender às especificidades de atividades esportivas profissionais. “O ginásio também recebeu adaptações para se modernizar, incluindo a instalação de um sistema de climatização, que está entre as instalações que devem acontecer nos próximos meses junto com o sistema de sonorização.

O Geraldão passa a contar com duas grandes rampas de acesso, com o objetivo de promover a inclusão de pessoas deficientes ou com mobilidade reduzida, uma vez que o acesso ao interior do ginásio se dava apenas por escadarias”, disse o órgão. Foram concluídas as etapas de instalação de cadeiras em todos os anéis, revestimento interno e externo da estrutura, fixação de guarda-corpo e corrimão, piso drenante dos vestiários, piso tátil, pavimentação e drenagem da água pluvial da rede externa.

O projeto incluiu ainda a reforma do parque aquático, concluído há quase três anos e que custou R$ 1 milhão. “O parque aquático ganhou uma piscina semiolímpica de 25 metros e uma outra, já existente, foi recuperada. As atividades dentro desse espaço são coordenadas pela Secretaria Executiva de Esportes”, explicou o Gabinete.

De acordo com a Prefeitura do Recife, foi necessária a renegociação de parte dos recursos provenientes do governo federal para o avanço das obras. “Mesmo assim, as obras de engenharia civil estão próximas de serem finalizadas, ao passo que, para a etapa seguinte, a Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer já está com processo licitatório em andamento para aquisição dos materiais esportivos”, pontuou.

Diario PE


Mercosul deve assinar acordo para compartilhar consulados pelo mundo

Na prática, por exemplo, se um cidadão paraguaio estiver em um país que não tenha representação consular do Paraguai, ele poderia ser atendido nas representações de Uruguai, Brasil ou Argentina.

Passaporte

Entre os acordos a serem assinados na Cúpula do Mercosul, agendada para esta quarta-feira (17) em Santa Fé, na Argentina, um deles deve permitir a brasileiros, argentinos, uruguaios e paraguaios ter assistência consular diplomática em embaixadas de qualquer um dos países que compõem o bloco quando não houver representação de seu país de origem. A informação foi dada nesta terça (16) pelo porta-voz do Palácio do Planalto, Otávio Rêgo Barros.

Na prática, por exemplo, se um cidadão paraguaio estiver em um país que não tenha representação consular do Paraguai, ele poderia ser atendido nas representações de Uruguai, Brasil ou Argentina. Os detalhes sobre que tipo de assistência consular seria oferecido ainda não foram divulgados pelo Itamaraty.

O presidente Jair Bolsonaro embarca nesta quarta-feira, às 8h, para a Argentina, acompanhado pelos ministros Onyx Lorenzoni (Casa Civil) e Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional). Ele retorna no mesmo dia para Brasília, após participar de almoço com os presidentes dos países que integram o bloco. O principal acordo a ser assinado é o que elimina a cobrança de roaming internacional de serviços de telecomunicações entre pessoas que residem no Mercosul. Um outro acordo sobre troca de informações migratórias também está encaminhado, segundo o porta-voz. 

“Uma das principais atividades da cúpula será a assinatura do acordo para que os viajantes dos países do bloco não necessitem mais pagar o roaming internacional, ou seja, possam realizar ligações sem cobranças extras das operadoras de telefonia durante a viagem. Outros dois acordos estão encaminhados: um sobre a troca de informações migratórias entre os quatro países e outro sobre a possibilidade de brasileiros, argentinos, uruguaios e paraguaios terem assistência consular de qualquer nação que compõe o bloco quando não houver representação de seu país de origem”, detalhou Rêgo Barros.

Após a cúpula, o Brasil assume a presidência rotativa do Mercosul pelos próximos seis meses. Entre as prioridades da gestão brasileira no próximo período, segundo o porta-voz, está a redução das tarifas de importação do bloco e a flexibilização de regras para a celebração de acordos bilaterais. “Nesse sentido, o Brasil pretende estabelecer um acordo de livre comércio com os Estados Unidos da América”, disse Rêgo Barros, sem dar detalhes.

Folhapress


Bye Bye Vestidos abre nova unidade no Recife

Bye Bye Vestidos – Créditos: Divulgação

Recife vai ganhar uma nova loja de roupas de festa. A Bye Bye Vestidos vai inaugurar uma unidade em Boa Viagem, na próxima quinta-feira, dia 18 de julho.

Sob o comando da empresária Edryenne Freitas, o espaço com cerca de 600m², na Rua Maria Carolina vai ser voltado para o aluguel de vestidos, vão ser mais de mil peças, com opções para noivas e moda festa, inclusive com ala nobre para os homens.  

A marca já possui unidade na Madalena, onde funciona há dois anos e é consolidada nesse segmento de aluguel de alta costura.


Passaportes serão emitidos no RioMar Recife

O setor de emissão de passaportes da Polícia Federal, comandado por Luciana Régis, é um exemplo de eficiência, com todo o procedimento sendo feito com rapidez e eficiência, por uma equipe muito bem treinada e que funciona em dependência do Aeroporto dos Guararapes.

Em outubro, o serviço vai ganhar novo e moderno espaço, no Shopping RioMar, visando dar um conforto ainda maior aos que necessitam do serviço.Agendamento continuará sendo feito pela Internet


Petrobras investirá em startups de inovação no Recife

O primeiro edital, no valor de R$ 10 milhões, terá a parceria do Sebrae e ficará com inscrições abertas até 05/09. Lançamento no Recife ocorrerá no dia 18 de julho

Resultado de imagem para Petrobras investirá em startups de inovação no Recife

A Petrobras lança na quinta-feira (18/07), em parceria com o Sebrae, uma chamada de projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) voltada para startups e pequenas empresas inovadoras. O edital prevê o financiamento de até 10 projetos, em seis diferentes áreas, com valores que vão de R$ 500 mil a R$ 1,5 milhão, totalizando R$ 10 milhões nessa etapa. O evento ocorrerá às 14h, na Cesar Apolo, no Recife. A iniciativa faz parte do programa Petrobras Conexões para Inovação e foi criado para estimular o desenvolvimento de soluções tecnológicas que atendam às necessidades de negócio de petróleo, gás e energia.“Essa é apenas a primeira iniciativa que visa aproximar a Petrobras das startups. Por meio dela, investiremos até R$ 60 milhões nos próximos cinco anos em projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação”, explica Orlando Ribeiro, gerente executivo do Cenpes, Centro de Pesquisas e Desenvolvimento da Petrobras.

Fomento à inovação

As empresas contempladas terão acesso a fontes de recursos financeiros, base de clientes, investidores e rede de mentores, além de tempo para amadurecer e validar soluções propostas e ampliar sua visibilidade de mercado. “A ideia é criar um ambiente favorável à inovação, aproximando empresas, instituições de ciência e tecnologia e investidores”, explica o engenheiro da Petrobras e líder do projeto, Ricardo Ramos. “Queremos encontrar pequenas empresas e startups que atuem na área de tecnologia para superarmos juntos o período crítico que vai da concepção de uma tecnologia ou solução inovadora até sua viabilidade comercial”. Estudos apontam que muitos projetos e empresas fracassam nessa fase.

A parceria com o Sebrae, nesse sentido, é estratégica. Além da estar presente em praticamente todo país, a instituição é especializada e reconhecida na capacitação de micro e pequenas empresas para sua inserção competitiva no mercado. “As empresas aprovadas no Programa contarão com o Sebrae durante toda a execução dos projetos de PD&I. Os empresários terão acesso a consultorias especializadas para melhoria de processos gerenciais e tecnológicos, além do apoio intensivo no monitoramento físico-financeiro dos projetos. Este apoio será fundamental para promover a melhoria do nível de competitividade do negócio durante a execução do projeto e para que tudo ocorra em consonância com as regras impostas pelo Regulamento da ANP, explica o diretor técnico do Sebrae, Bruno Quick. 

Quem pode participar?

Qualquer micro ou pequena empresa inovadora, com ou sem parceria de instituições científicas e tecnológicas, pode apresentar projetos nas áreas de tecnologias digitais, captura e utilização de carbono, novas energias, nanotecnologia, corrosão e catalisadores. “São áreas importantes não apenas para a estratégia tecnológica da nossa empresa, mas para todo setor de óleo e gás”, explica Ramos. As inscrições abrem em 1º de agosto e podem ser feitas até o dia 05 de setembro, no site http://www.sebrae.com.br/editalpetrobrassebrae/2019

Critérios de avaliação

As empresas selecionadas terão até dois anos para desenvolver seus projetos. Na seleção, serão avaliados o impacto da solução proposta para o negócio da Petrobras, a consistência e a viabilidade do projeto, incluindo facilidade de implantação da solução proposta, a capacidade técnica da equipe, o grau de inovação, o nível de maturidade tecnológica e o potencial de ganho de escala. 

Lançamento – Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I)

Data: 18/7/2019

Horário: 14h às 16h

Local: CESAR Apolo – Cais do Apolo, 563, CEP 50.030-230, Recife/PE (Em frente ao Tribunal Regional do Trabalho)


Consulta pública quer descobrir as demandas de quem circula pelo Bairro do Recife

O objetivo é identificar as necessidades apontadas pela pesquisa e propor soluções inovadoras

O objetivo é identificar as necessidades apontadas pela pesquisa e propor soluções inovadoras
Foto: G1 PE 

Uma consulta pública com o objetivo de conhecer e entender as demandas das pessoas que circulam pelo Bairro do Recife, conhecido como o segundo bairro dos recifenses, está sendo realizada pela prefeitura da cidade, em parceria com a plataforma Colab.

O questionário tem ênfase nos três principais usos do espaço público: trabalho, serviços e lazer. As perguntas foram elaboradas por um comitê que reúne secretarias estaduais, municipais e o Porto Digital.

O objetivo dessa força tarefa é identificar as demandas apontadas pela pesquisa e, a partir do detalhamento dos dados, propor soluções inovadoras para problemas como segurança e mobilidade.

Os recifenses podem responder ao questionário disponível no aplicativo do Colab e no site https://consultas.colab.re/bairrodorecife.

A consulta fica disponível até o dia 10 de agosto. Avaliação, soluções e encaminhamentos devem ser apresentados à população durante o festival Rec’n’Play, que ocorre entre os dias 02 e 05 de outubro no Bairro do Recife.


Fernando de Noronha divulga programação de aniversário

Fernando de Noronha /Foto: Reprodução
Fernando de Noronha /Foto: Reprodução

No dia 10 de agosto, celebra-se o aniversário de 516 anos de Fernando de Noronha. Já entrando no clima de comemorações, a Administração do arquipélago, em parceria com a Label Projetos, promove o Noronha Fest. Trata-se de um festival que oferece programação cultural diversificada. As atividades serão iniciadas no dia do aniversário e durante todo o mês.

Confira o cronograma de atividades no aniversário de Fernando de Noronha

Exposição de Fotos | De 10 á 30 de agosto – Espaço Projeto Tamar

A exposição de fotos remete à valorização de ilhéus e moradores que contribuíram para o desenvolvimento de Fernando de Noronha ser reconhecida mundialmente.

Primeira Semana | Abertura

Show com Orquestra Sinfônica Villa Lobos de SP, Lucy Alves, Agnes Nunes, Tiê e Malia

Segunda Semana | Educacional

Atividades na escola, como: educação ambiental, artes visuais, contação de historias.

Literatura e cinema ao ar livre com Thalita Rebouças

Oficina de Música com Durval Lellis, Saulo e Ju Medeiros

Terceira Semana | Entretenimento

Duas noites com stand up comedy
– Daniel Zukerman e Mauricio Meireles
– Paulinho Serra e Rodrigo Marques

Shows
– Tato Falamansa
– Durval Lelys, Saulo e Ju Medeiros
– Banda Planta e Raiz

Quarta Semana | Saúde, Vila Gastronômica e shows

A semana da saúde contará com seis dentistas que farão atendimento aos pequenos e aos adultos, com próteses dentárias

Vila Gastronômica: Quatro restaurantes farão, individualmente, um prato especifico com venda a preço popular. São eles: Pousada Ze Maria, Varanda, O Pico e Bar do Cachorro

Além disso, a quarta semana ainda oferece shows com Dilsinho, Jeito Moleque e Thiago Martins e a banda Onze e Vinte.

Contrapartidas sociais

Destacam-se no Noronha Fest algumas contrapartidas sociais, que são:

Entrega de um parque na Praça Vila do Trinta.
Entrega de uniformes e pranchas para o projeto social de surf ALMA SOLAR
Entrega de mobiliários para refeitório da escola
Entrega de reforma da sala de informática da escola, com manutenção de computadores e mobiliários
Entrega de lixeiras para a escola
Entrega de um parque de Bambu na escola
Entrega de um parque de Bambu interativo na Aldeia dos Sentenciados


Recife: Voos inaugurais para Roma e Milão da Cabo Verde Airlines

Aeronave da Cabo Verde Airlines - Foto: Divulgação
Aeronave da Cabo Verde Airlines – Foto: Divulgação

MILÃO – A empresa aérea cabo-verdiana passa a oferecer as rotas em voos a partir do Recife, de Fortaleza e Salvador, sempre com conexões na Ilha do Sal, em Cabo Verde.

O voo inaugural para o Aeroporto de Malpensa, em Milão, decolou do Aeroporto de Sal na manhã da segunda-feira 1º de julho. Já o voo de Roma, do Aeroporto de Fiumicino, na capital italiana, subiu no fim da tarde de terça-feira, 2. Discursos, cortes de fitas, bolos e brindes celebraram as novas ligações aéreas.

LEG: No corte da fita do voo inaugural para Milão: o ger. de Marketing de Aviação do Aeroporto de Malpensa, Aldo Schmid; a cônsul-honorária de Cabo Verde em Milão, Ena Lopes, e o CEO adjunto das Cabo Verde Airlines, o português Mário Chaves – Foto: Saulo Montrond / Divulgação

Com a expansão das rotas aéreas, do Recife agora saem três voos semanais da Cabo Verde Airlines. Para Roma, a companhia oferece ida às terças, com volta às quartas e aos sábados; e para Milão, ida às quintas e aos domingos, com volta às segundas.

Há também mais uma ligação a Lisboa (ida às terças, quintas e domingos; volta às segundas, quartas e aos sábados), enquanto a de Paris está mantida (ida aos domingos; volta às quartas).

Tempo de voo e conexão

A duração do voo do Recife à Ilha do Sal é de cerca de 4h, enquanto de Sal a Milão ou Roma, aproximadamente 6h. A conexão em Sal leva, no máximo, 1h e é feita de forma eficiente: rápida e sem burocracia. É um tempo para descansar da poltrona do avião, alongar as pernas, respirar o ar de fora, ir ao banheiro em terra firme, espreguiçar-se.

O resultado é uma viagem quase direta. A companhia, aliás, fala em se especializar ainda mais na transferência, para que seja suave, suave.

Por dentro do avião

As aeronaves operadas pela Cabo Verde Airlines são todas Boeing 757-400, com capacidade para cerca de 180 pessoas e poltronas distribuídas em duas fileiras. Não há classe executiva, e sim comfort, que mais para frente deve ser convertida a uma categoria business.

Na comfort, são duas poltronas por fileira (já na classe econômica, três) e elas têm assentos mais largos; também sobra mais espaço para as pernas. Há descanso para os pés e reclinação suficiente para a média de tempo de voo. São distribuídos lençol e travesseiro.

Acima, desembarque na Ilha do Sal, para rápida conexão; abaixo, interior do Boeing 757-400 e refeição, com cubos de peixes, entre eles salmão, mais brócolis chapeados e  arroz ao molho de tomate – Fotos: Romero Rafael / Social1

Serviço de bordo e conectividade

O pacote de entretenimento da companhia passa por reformulação e ainda não está disponível em todas as aeronaves. Em um dos aviões em que viajamos não havia o serviço; já noutro, um menu (ótimo) de filmes e séries (porém, todos com áudio e legenda só em inglês). Da mesma forma, a conectividade Wi-Fi e por cabo USB. São detalhes não tão meros que deverão ser resolvidos em até um mês, contou o CEO adjunto da empresa aérea, Mário Chaves.

Explicam-se as adequações ainda a ser implementadas: a Cabo Verde Airlines passa por um momento de transição: a empresa, antes estatal e chamada TACV, foi privatizada em 1º de março deste ano pela companhia aérea islandesa Icelandair.

Sobre o serviço de bordo, nos voos em que estivemos, foram comuns frutas, pão quente, manteiga, geleia, um bolinho típico de Cabo Verde que mais parece uma queijadinha e um prato quente, variando desde omelete com batatas a omelete com cachupa (prato típico cabo-verdiano que consiste num cozido de grãos de milho e feijão com carnes e verduras, aprovado!). Em outro voo, filé mignon ou cubos de peixes, um deles salmão, ambos com acompanhamento.

Entre as bebidas, água, sucos, chá, café e vinhos – com destaque para rótulos cabo-verdianos produzidos nos vinhedos da Ilha do Fogo, formação rochosa derivada de atividade vulcânica.

Expansão

É ambicioso o plano de voo da Cabo Verde Airlines nesta fase privatizada, em que a Icelandair é majoritária, com 51%. A companhia, que já opera no Brasil (no Recife, em Fortaleza e Salvador), na Europa (Lisboa, Paris, Roma e Milão), nos Estados Unidos (Boston) e em Senegal (na capital, Dakar), anunciou que, neste segundo semestre, vai ampliar os destinos, inaugurando voos para Washington, EUA; Lagos, Nigéria; Luanda, Angola, e ainda uma capital no Sul do Brasil a ser divulgada.

O voo de Boston deverá mudar do Aeroporto de Praia, capital de Cabo Verde, de onde sai atualmente, para o da Ilha do Sal, tornando-o apto às conexões – inclusive com o Recife.

A companhia também incluiu entre as metas promover Cabo Verde como destino turístico. Hoje, é possível fazer stopover (tipo de longa conexão, em que a pessoa usufrui de um 3º destino, entre o de origem e o final) de até sete dias no arquipélago africano.

Formada por dez ilhas, Cabo Verde oferece desde praias de areia branca com águas límpidas, abastecidas com resorts de grande bandeiras globais, até destinos histórico, para turismo cultural; montanhoso, para aventura; e de vinícolas.

Para impulsionar a inauguração dos voos de agora, a Cabo Verde Airlines pratica tarifa promocional para Roma, a quem comprar os bilhetes até o dia 16 deste mês e viajar até setembro. Ida e volta, com bagagens incluídas, mas sem taxas, podem sair por cerca de 350 dólares. Ainda não é possível parcelar o valor das passagens no site da companhia – no entanto, dá para fazê-lo em outros canais de venda e via agências de viagens.

Cabo Verde Airlines


Época: Os 13 parentes de Jair Bolsonaro nomeados nos gabinetes da família

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A lista dos 95 nomes cujos sigilos fiscais e bancários foram quebrados por decisão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ), na esteira do caso que investiga o policial militar da reserva Fabrício Queiroz e o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), inclui uma frente de investigação ainda pouco explorada pelo Ministério Público do Rio. No documento, constam os nomes de nove parentes de Ana Cristina Valle, ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro e mãe de seu filho mais novo, Jair Renan. Além dos nove, outros três parentes de Ana Cristina ocuparam cargos no gabinete de Jair. A própria, inclusive, foi nomeada por Carlos Bolsonaro em seu gabinete na Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro. Ana Cristina viveu em união estável com Jair por cerca de dez anos, entre 1998 e 2008. Assim, as 13 contratações podem configurar nepotismo.

Entre as nomeações, está a do pai de Ana Cristina, José Cândido Procópio da Silva Valle, a irmã Andrea Siqueira Valle, os primos Juliana Vargas, Francisco Diniz, Daniela Gomes e os tios Guilherme Hudson, Ana Maria Siqueira Hudson, Maria José de Siqueira e Silva e Marina Siqueira Diniz. A maioria da família vive em Resende, no sul do Rio de Janeiro, e os parentes foram nomeados para exercer cargos de confiança no antigo gabinete de Flávio na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) entre 2007 e o ano passado. A exceção fica por conta de Andrea Siqueira Valle, que, em 2018, mudou para Guarapari, no Espírito Santo.

A família Siqueira integra há mais tempo a extensa lista de funcionários do clã Bolsonaro. Ao menos cinco deles também trabalharam como assessores no gabinete de Jair Bolsonaro na Câmara dos Deputados, entre 2000 e 2007. Nesse período, estavam lotadas no gabinete em Brasília a irmã de Ana Cristina, Andrea Siqueira Valle; a prima Juliana Vargas; a mãe, Henriqueta Guimarães Siqueira Valle; o irmão, André Luiz Procópio Siqueira Valle; e o primo André Luiz de Siqueira Hudson.

Guilherme Hudson e Ana Maria Hudson, tios de Ana Cristina, recebiam salário bruto de R$ 9.800 cada enquanto trabalhavam para Flávio. A irmã Andrea e os primos Juliana e Francisco tinham salário bruto de R$ 7.300. Já as tias Maria e Marina e a prima Daniela recebiam R$ 4.400, R$ 5.900 e R$ 6.400, respectivamente.

Nepotismo

A quantidade de parentes lotados nos gabinetes pode configurar nepotismo na opinião de dois especialistas que falaram em tese sobre o caso. De acordo com Guilherme France, pesquisador de Direito na FGV-Rio, a Súmula Vinculante nº 13 do Supremo Tribunal Federal (STF) proíbe o nepotismo nos três poderes — União, estados e municípios, alcançando Assembleias Legislativas estaduais —, inclusive a nomeação de parentes de cônjuge. Na opinião dele, mesmo que a Súmula seja de 2008, as contratações tanto no gabinete de Flávio como no de Jair Bolsonaro poderiam, em tese, configurar nepotismo.

“Os princípios da moralidade e da impessoalidade deveriam estar presentes nas contratações. A ausência da Súmula, à época, não impede que a situação do nepotismo seja avaliada caso a caso”, explicou France.

Segundo o advogado Manoel Peixinho, especialista em Direito Público, um parlamentar pode em um caso como esse responder por improbidade administrativa, mesmo após o término do mandato do parlamentar. “Em tese, o parlamentar estaria violando a Súmula 13 do Supremo Tribunal Federal, que define o nepotismo nos Três Poderes”, disse Peixinho. “De imediato, o MP poderia pedir a exoneração de todos os parentes, se ainda estiverem vinculados ao gabinete.” Além disso, explica o advogado, o parlamentar que contratar parentes pode ser considerado inelegível. “Se os parentes forem nomeados sem trabalhar no gabinete, terão de devolver os recursos que receberam como salário aos cofres públicos”, afirmou ele.

Guilherme France lembrou que as contratações de parentes também ferem o Decreto 9.727 editado neste ano pelo presidente e que impõe regras para pessoas que desejem ocupar cargos em comissão e funções comissionadas na administração federal direta, incluindo autarquias e fundações. Pelo decreto, foi fixado até processo seletivo para as contratações com análise de currículos, capacidades e outros quesitos. “Ele mesmo (o presidente) estabeleceu um decreto para a nomeação, e possivelmente essas pessoas não cumpririam esses requisitos”, afirmou France.

Rachadinha

Feito pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, o pedido de afastamento dos sigilos bancário e fiscal dos parentes de Ana Cristina Valle — e de outras 86 pessoas e empresas — foi autorizado em 24 de abril. O MP investiga um possível esquema de “rachadinha”, quando assessores são nomeados para repassar parte do salário, ou em sua integralidade, ao político, o que pode configurar lavagem de dinheiro.

Além do afastamento de sigilo de Flávio e de seu ex-assessor Fabrício Queiroz, também serão averiguadas as informações bancárias da mulher de Flávio, Fernanda Bolsonaro, da empresa de ambos, Bolsotini Chocolates e Café Ltda, das duas filhas de Queiroz, Nathalia e Evelyn, e da mulher do ex-assessor, Marcia.

Em dezembro passado, um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) revelou uma movimentação atípica de R$ 1,2 milhão na conta corrente de Queiroz entre janeiro de 2016 e o mesmo mês de 2017. Os sigilos de oito assessores do gabinete de Flávio na Alerj, que transferiram dinheiro para a conta de Queiroz, também foram quebrados por decisão do juiz Flávio Nicolau, do TJRJ.

O MP vai apurar as movimentações financeiras nas contas dos investigados no período que vai de janeiro de 2007 a dezembro de 2018. A quebra do sigilo fiscal compreende o período entre 2008 e 2018. Em sua decisão, Nicolau afirmou que o afastamento dos sigilos é “importante para a instrução do procedimento investigatório criminal” instaurado contra os investigados.

Quem é Ana Cristina

Ana Cristina Valle ficou conhecida no ano passado quando disputou uma vaga na Câmara dos Deputados. Durante a eleição, veio à tona o processo litigioso de separação dela com o presidente, quando ela foi para a Noruega e acusou Bolsonaro de ameaçá-la. Em setembro de 2018, Ana Cristina negou as acusações feitas anteriormente. Ela não conseguiu se eleger pelo PSL do Rio e hoje trabalha na Câmara de Vereadores de Resende.

Na revista Época


Mais Vida Teimosa inova a forma de ouvir o cidadão

img_alt
Prefeitura do Recife vai trabalhar em parceria com o aplicativo Colab para dialogar com a comunidade quais as transformações que serão priorizadas no local
(Foto: Cortesia)

Mais uma vez, a Secretária Executiva de Inovação Urbana está inovando na forma de escutar, engajar e mobilizar a população. É que desta vez, a edição especial do programa Mais Vida nos Morros, o “Mais Vida Teimosa”, contará com a abertura de uma consulta pública através do aplicativo Colab, onde o recifense poderá escolher a primeira área em Brasília Teimosa que passará por uma transformação e, principalmente, dizer como ele irá contribuir para que isso aconteça. O secretário Tullio Ponzi recebeu os sócios-fundadores do Colab, Gustavo Maia e Paulo Pandolfi, para firmar a parceria

Esta é mais uma forma de incentivar o cidadão a participar da tomada de decisão da sua cidade, como destacou o Gerente Geral de Planejamento e Inovação, Pedro Mazzarolo. “Qualquer recifense poderá responder ao questionário disponível no aplicativo do Colab. Queremos entender melhor a comunidade, conhecer os moradores e saber como o cidadão pode ajudar a comunidade de Brasília Teimosa e por onde devemos começar. Serão 5 opções de áreas para a população escolher”, explicou.

Quem também comemorou a parceria foram os criadores da plataforma Colab. “Fazer cidades melhores para pessoas significa trabalhar em conjunto, colaborativamente. O objetivo do trabalho em Brasília Teimosa é colocar na mão do cidadão o poder das escolhas e melhor viver sua cidade, e o Colab vem para somar com a Prefeitura do Recife como uma ponte de engajamento e relacionamento”, afirmou Gustavo Maia.

Está cada vez mais perto a edição especial do programa Mais Vida nos Morros, o “Mais Vida Teimosa”, está cada vez mais perto de acontecer e vai transformar a tradicional comunidade pesqueira em um grande laboratório de inovação e experimentações urbanas a partir do engajamento dos próprios moradores. A previsão é que a abertura da consulta pública aconteça ainda neste mês de julho. O objetivo da secretaria agora é colocar em prática o projeto de sucesso também nas áreas planas da cidade.


Finalizada a primeira etapa de requalificação da Conde da Boa Vista

Prevista para ser finalizada no final do mês, a prefeitura antecipou o prazo e já deve dar início à segunda fase.

Por: Samantha Oliveira 

Nesta sexta-feira (15), foi entregue a primeira etapa da obra de requalificação da Av. Conde da Boa Vista.

A primeira etapa da obra de requalificação da avenida Conde da Boa Vista foi entregue à população na manhã desta segunda-feira (15). Prevista para ser finalizada no final do mês, a prefeitura antecipou o prazo e já deve dar início à segunda fase. 

Do trecho da rua da Aurora até a rua do Hospício na avenida, cinco novas paradas de ônibus foram colocadas, sendo uma inédita em frente ao Bradesco. Segundo o coordenador de operações do Grande Recife, Mário Sergio Cornélio, a mudança ocorreu para otimizar o espaço na via e oferecer mais conforto aos usuários. “Antes era um ponto de ônibus para cada quarteirão, agora as 38 linhas de ônibus serão divididas em cinco paradas”, disse. 

Para a comerciante Cilene Virgulino, que frequenta a avenida diariamente, a mudança significa muito. A principal mudança, para ela, foram os pontos dos ônibus. “Está maravilhoso, mais moderno, muito diferente de como estava antes das obras”.

O prazo para a entrega da primeira etapa de obras estava previsto para o final desse mês, mas foi antecipado. Segundo a diretora de manutenção urbana da Emlurb, Marília Dantas, novos canteiros, postes e lixeiras foram colocados, além da ampliação da calçada. 

A acessibilidade foi uma das mudanças mais elogiadas pelos usuários. Para o jardineiro Jurandi Siqueira, de 58 anos, a Conde da Boa Vista agora está excelente. Ele, que é cadeirante e sofria com a altura das calçadas, agora utiliza das novas rampas para acessar a avenida. “O bom é que eu venho direto para o ponto de ônibus, que para e deixa o elevador bem na minha frente”, pontuou. 

Vandalismo

Antes mesmo de ser inaugurada, algumas paradas de ônibus da avenida Conde da Boa Vista apresentavam pichações. A população em geral ainda apresenta receio em relação aos vidros, que podem ser alvos de vandalismo. No entanto, Marília Dantas defende a mudança, que oferece mais visibilidade para o pedestre. “A ideia de ter colocado os vidros foi pensada a partir da segurança do transeunte e também da estética”, explica.

Agora, os veículos e coletivos podem circular normalmente pelo trecho entre as ruas da Aurora e Hospício. Até então, o tráfego sofria com o desvio. O Grande Recife Consórcio dividiu as linhas em cinco grupos, distribuídas entre as paradas de ônibus. Confira. 

Entre a rua da Aurora e rua da União, na parada nº 180300
313 – San Martin (Abdias de Carvalho) 
321 – Jardim São Paulo (Abdias de Carvalho) 
324 – Jardim São Paulo (Piracicaba) 

Em frente ao Banco Itaú, na calçada da rua da União à rua da Saudade, na parada nº 180301 
100 – Circular (Conde da Boa Vista/Prefeitura)
101 – Circular (Conde da Boa Vista/Rua do Sol) 
243 – Vila Dois Carneiros (via Cais de Santa Rita) 
414 – Torre 

No novo ponto, em frente ao Banco Bradesco, na rua da União à rua da Saudade, na parada nº 180302 
014 – Brasília (Conde da Boa Vista)
032 – Setúbal (Conde da Boa Vista)
042 – Aeroporto (Opcional) 
053 – Shopping RioMar (Opcional) 
061 – Piedade 
064 – Piedade (Opcional)
071 – Candeias 

Na rua da Saudade à rua Sete de Setembro, a parada nº 180303 
311 – Bongi (Afogados) – somente aos domingos 
314 – Mangueira 
315 – Bongi 
331 – Totó (Jardim Planalto) 
341 – Curado I 
346 – TI TIP (Conde da Boa Vista)

No novo ponto, em frente ao Banco Bradesco, na rua da União à rua da Saudade, na parada nº 180302 
014 – Brasília (Conde da Boa Vista)
032 – Setúbal (Conde da Boa Vista)
042 – Aeroporto (Opcional) 
053 – Shopping RioMar (Opcional) 
061 – Piedade 
064 – Piedade (Opcional)
071 – Candeias 

Na rua da Saudade à rua Sete de Setembro, a parada nº 180303 
311 – Bongi (Afogados) – somente aos domingos 
314 – Mangueira 
315 – Bongi 
331 – Totó (Jardim Planalto) 
341 – Curado I 
346 – TI TIP (Conde da Boa Vista)

Da rua Sete de Setembro à rua do Hospício, a parada nº 180304 
121 – Vila da Sudene
168 – TI Tancredo Neves (Conde da Boa Vista)
185 – TI Cabo (nas viagens via Unicap à noite)
214 – UR-02/Ibura (Opcional)
224 – UR-11 (Opcional) (nas viagens via Ipsep)
411 – Plaza Shopping (Dantas Barreto)
516 – Casa Amarela (Nova Torre)
521 – Alto Santa Isabel (Conde da Boa Vista)
524 – Sítio dos Pintos (Dois Irmãos)
531 – Casa Amarela (Rosa e Silva)
624 – Brejo (Conde da Boa Vista)
644 – Largo do Maracanã
726 – Alto Santa Terezinha (Conde da Boa Vista)
731 – Beberibe (Espinheiro) 

Nesta sexta-feira (15), foi entregue a primeira etapa da obra de requalificação da Av. Conde da Boa Vista.
Nesta sexta-feira (15), foi entregue a primeira etapa da obra de requalificação da Av. Conde da Boa Vista.
Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco
Nesta sexta-feira (15), foi entregue a primeira etapa da obra de requalificação da Av. Conde da Boa Vista.
Nesta sexta-feira (15), foi entregue a primeira etapa da obra de requalificação da Av. Conde da Boa Vista.
Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

Folha PE


CESAR School Recife terá primeiro doutorado profissional do País em Engenharia de Software

Foto: Divulgação

A CESAR School, que já conta com o curso de Mestrado Profissional em Engenharia de Software, lança o primeiro Doutorado Profissional em Engenharia de Software do País. O edital do processo seletivo será lançado ainda neste semestre.

A seleção envolverá elaboração de pré-projeto de pesquisa, entrevista com o aluno, provas de Inglês e de Engenharia de Software e uma análise curricular. Por se tratar de um doutorado profissional, o pré-projeto de pesquisa deverá ser baseado em um problema real de uma empresa – podendo ser tanto a companhia onde o próprio aluno trabalha, como uma empresa selecionada pela CESAR School. Para isso, ela deve atender ao edital que a instituição lançará também neste segundo semestre, oferecendo a oportunidade às corporações.

“Pode inscrever-se qualquer empresa que tenha um problema que envolva inovação em qualquer setor, como energia, óleo e gás, transporte, saúde, entre outros, em que se possa aplicar engenharia de software de forma inovadora para resolver esse problema”, detalha.

Com duração média de quatro anos, o primeiro ano do doutorado profissional em Engenharia do Software da CESAR School será ministrado na sede da instituição, em Recife. Já os três anos seguintes serão cursados dentro da empresa escolhida, com orientação de um professor da CESAR School.

“A ideia motora desse doutorado na modalidade profissional é justamente poder unir a parte de estudos avançados com pesquisa aplicada e desenvolvimento, atendendo às necessidades do mercado. É uma forma de integrar o conhecimento acadêmico e profissional no mundo corporativo, levando para ele a pesquisa interna da universidade com toda sua base científica”, explica Furtado. “Com isso, incrementa-se a relevância dos programas de pesquisa dentro da indústria, utilizando um processo de inovação nas empresas com o emprego da Tecnologia da Informação e Comunicação”, acrescenta ele.

As linhas de pesquisa abarcadas na Engenharia do Software para o doutorado abrangem, dentre outras, Internet das coisas, Computação em Nuvem, Big Data e Inteligência Artificial, sempre contextualizada dentro de um processo de inovação.

Os interessados devem ter mestrado acadêmico ou profissional. Caso contrário, existe a possibilidade de análise da experiência profissional na área de pesquisa. “Não é regra, mas é uma possibilidade”, salienta Furtado, lembrando, ainda, que os interessados podem ser de qualquer área, inclusive Humanas, desde que tenham experiência profissional em Engenharia de Software.

O mestrado profissional em Engenharia de Software da CESAR School completou 12 anos e já formou mais de 200 mestres. É considerado o melhor do País, com nota 4 da CAPES – Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior na categoria profissional de Engenharia de Software.


Chinesa BYD mais próxima de Pernambuco

Grupo possui mais de 421 mil ônibus elétricos em operação na China.

Focado em atrair investimentos que gerem desenvolvimento sustentável, o Governo de Pernambuco está apostando suas fichas numa aproximação com uma das maiores empresas de baterias e veículos elétricos do mundo. Em viagem à China, esta semana, o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, José Bertotti, fez uma visita a duas fábricas da multinacional BYD. A agenda partiu de um convite feito pela própria gigante chinesa, cujo presidente da empresa no Brasil, Tyler Lee, já tem reunião marcada no Recife, no próximo dia 18 de julho.

“Fomos a duas unidades fabris da BYD para conhecer um pouco mais da tecnologia de baterias, veículos elétricos e placas solares que eles produzem. Também falamos sobre as oportunidades existentes no estado, mas esse será um assunto que vamos aprofundar na reunião com o presidente da BYD no Brasil, na próxima semana. A ideia é conversar sobre parcerias e investimentos na área de energias renováveis e de veículos elétricos alinhados com a expansão da multinacional no país”, comentou Bertotti.

Só na China, o grupo possui mais de 421 mil ônibus elétricos em operação e esse produto hoje representa 55% da sua produção industrial. Segundo Bertotti, Pernambuco já estuda uma política para adoção de ônibus elétrico no sistema de transporte público da Região Metropolitana do Recife. Além disso, o governo está de olho na possibilidade de parcerias na área de energia solar, seja levando um empreendimento para atender a demanda de instalação de parques solares, como a do Solatio anunciada em abril, seja para fins de distribuição do produto no país via Porto de Suape, ou ainda para o desenvolvimento de novas tecnologias junto a universidades e centros de pesquisa locais.

.

A convite da gigante chinesa, o secretário de Meio Ambiente, José Bertotti, visitou duas fábricas da BYD, na China, e terá encontro com o presidente da empresa no Brasil, Tyler Lee, na próxima semana, em Recife.

“Um dos setores que se destacam entre os investimentos chineses no Brasil é o energético, em que grandes estatais do país asiático se estabeleceram nos últimos anos. Pernambuco, assim como outros estados do Nordeste, tem uma grande vocação para energias limpas, eólica e solar, e a nossa intenção é expandir esses projetos e parcerias”, argumentou Bertotti. Para ele, o seminário foi uma importante ferramenta para estreitar o relacionamento com representantes do governo, investidores e empresários chineses. “Queremos contar com essa parceria para juntos construirmos um caminho de desenvolvimento sustentável e de alta qualidade, baseado nos princípios de respeito mútuo, igualdade e benefício recíproco”, acrescentou.

As duas unidades da BYD visitadas pelo secretário de Meio Ambiente ficam na cidade de Xangai, a capital financeira do país. Na fábrica de baterias, são produzidos diversos tipos desse material para celular, notebook, tablet e veículos. Já na fábrica de placas solares, são confeccionadas 7.500 peças por dia. No Brasil, o grupo especializado em energia limpa possui presença na cidade de Campinas, em São Paulo, onde há uma planta que produz ônibus elétrico e painéis solares. A unidade brasileira fez o grupo se consolidar como um dos líderes desse mercado no país. E, em fevereiro deste ano, a BYD Brasil assinou o primeiro projeto de SkyRail (monotrilho) numa Parceria Público Privada (PPP) de R$ 1,5 bilhão na cidade de Salvador (BA).

(Com informações do blog do Governo de Pernambuco)


Plataforma Quero Impactar vai conectar doadores e instituições sociais do Recife

img_alt
Prefeito Geraldo Julio fez o lançamento da plataforma digital que possibilita pessoas físicas e jurídicas a fazerem doações de uma parcela do Imposto de Renda para causas sociais, esportivas e culturais na cidade
(Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR)

Construir pontes para mudar a sociedade e mobilizar a população para se engajar na solução de problemas sociais. Este é o DNA que alicerça a plataforma Quero Impactar, lançada nesta quarta-feira (10), pela Prefeitura do Recife. A proposta visa aproximar empresas e pessoas dispostas a doar para ONGs que buscam apoio. O prefeito Geraldo Julio fez o lançamento  ao lado da primeira-dama, Cristina Mello, e convocou o engajamento de toda a sociedade para participar da iniciativa. “É uma oportunidade de reduzir as desigualdades e apoiar as pessoas mais vulneráveis”, afirmou.

A iniciativa consiste em um financiamento coletivo (crowdfuding ou vaquinha virtual) em que o cidadão poderá destinar parte do Imposto de Renda para iniciativas ligadas à cultura, esportes e políticas para crianças, idosos e pessoas com deficiência, sem que o contribuinte tenha qualquer gasto adicional, pois o recurso é parte do que já seria pago no IR.

Para o prefeito Geraldo Julio, o Quer Impactar se une a projetos como o Transforma Recife e o Porto Social como um auxílio ao trabalho já desenvolvido pelas instituições da cidade. “É mais uma iniciativa da Prefeitura para ajudar os projetos sociais da cidade. A gente já tem o Transforma Recife, o Porto Social, mas o Quero Impactar é uma plataforma que está na internet para que as pessoas físicas e jurídicas possam doar parte do seu Imposto de Renda e descontar na sua declaração do ano seguinte doando para projetos sociais. São recursos que iam para Brasília diretamente e que podem ficar aqui na cidade e ajudar projetos que atendem crianças, idosos, pessoas em tratamento de saúde ou com deficiência”, comemorou o prefeito Geraldo Julio.

Segundo o Procurador Geral do Município do Recife, Rafael Figueiredo, a capital pernambucana tem um potencial de arrecadar anualmente quase 115 milhões de reais do imposto de renda. “O potencial é muito grande. Hoje temos orçamento com a Assistência Social de R$ 40 milhões e, a partir desse  crowdfuding , vamos trabalhar com marketing feito pela prefeitura, pelas ONGs, pelos doadores. É uma corrente do bem que pode canalizar muitos recursos e isso será investido diretamente na assistência social sem burocracia”, explicou Rafael.

De acordo com a Pesquisa Doação Brasil 2016, realizada pelo Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social (Idis), apenas 2% do potencial de contribuição das pessoas físicas é efetivamente realizado.

O Quero Impactar é uma parceria entre a Procuradoria-Geral do Município (PGM), o Conselho Municipal da Criança e do Adolescente (COMDICA), o Conselho Municipal da Pessoa Idosa (COMDIR), a Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer (SETUREL) e a Fundação de Cultura da Cidade do Recife.

À frente da coordenação da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), o desembargador Luís Carlos Figueiredo participou do lançamento e defendeu que a ação se desdobre para outras cidades. “Este é um serviço que está à disposição da sociedade, de forma simples, direta e desburocratizada, para que o cidadão tenha conhecimento de quem está ajudando e saiba que o seu dinheiro está sendo bem aplicado”, destacou.

Para quem está na outra ponta e precisa do apoio da sociedade, o Quero Impactar chega em um momento oportuno. É o caso de Núbia Mesquita, que está à frente da ONG Espaço da Criança. Ela explica que existe uma lacuna difícil de ser preenchida entre as pessoas que querem doar e os lugares que precisam das doações. “Achei bastante interessante a proposta e é o que estava faltando, porque as pessoas muitas vezes querem doar, mas não sabem como. E, como ONG, é difícil a gente ter esse acesso, então essa plataforma vai cumprir esse papel e unir as duas pontas”, comemorou. O Espaço da Criança atua há 27 anos no Recife.

COMO FUNCIONA – A grande inovação da plataforma é que não há qualquer custo ou pagamento de taxa pelo proponente do projeto que divulgar no site Quero Impactar. Qualquer pessoa física ou jurídica no Brasil poderá doar para projetos de Recife. É só acessar o site www.queroimpactar.com.br conferir os projetos e doar.

Podem ser doados até 8% do imposto de renda das pessoas físicas. Desse percentual, 6% podem ir para qualquer uma das áreas de Cultura, Esporte, Fundo da Infância e da Adolescência (FIA) ou Fundo do Idoso, sendo possível doar 1% adicional ao Programa Nacional de Apoio à Atenção da Saúde da Pessoa com Deficiência – Pronas/PCD e 1% para o Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica – Pronon.

Se as doações forem realizadas dentro do ano de referência (até 31/12), as pessoas físicas poderão descontar até 6% do imposto devido na declaração. Essa declaração deve ser feita no modelo completo. No caso Doações realizadas entre os dias 01/01 a 30/04, as pessoas físicas podem descontar até 3% do imposto de renda devido na declaração (modelo completo). Vale observar que quem tem imposto a restituir também pode fazer a doação e ainda se beneficiar com o aumento do valor da restituição. O contribuinte receberá a restituição acrescida de igual porcentagem doada, corrigida pela taxa básica de juros (Selic).

As pessoas Jurídicas podem deduzir até 1% do imposto de renda, no caso de empresas que são tributadas por lucro real.


Fenearte movimenta R$ 45 milhões e supera expectativa

Organização estima que movimentação financeira do evento, encerrado nesse domingo, atingiu R$ 2 mi a mais que em 2018

Cerca de 300 mil visitantes circularam pela feira durante os 12 dias de evento, de acordo com a coordenação da feira / Foto: Reprodução/TV Jornal
Cerca de 300 mil visitantes circularam pela feira durante os 12 dias de evento, de acordo com a coordenação da feiraFoto: Reprodução/TV Jornal

Um balanço parcial da 20ª Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte), que chegou ao fim na noite desse domingo (14) no pavilhão do Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda, revela que a movimentação financeira do evento deve ter superado a marca dos R$ 45 milhões – R$ 2 milhões a mais do que no ano passado.

A estimativa é da coordenadora da feira, Márcia Souto. Segundo ela, cerca de 300 mil visitantes circularam pela feira durante os 12 dias de evento. 

O último fim de semana contou com a presença de 52,6 mil pessoas, de acordo com levantamento feito pelos organizadores às 19h30 desse domingo. Desde a abertura dos portões, às 10h, pessoas formavam filas para compra dos ingressos. Na noite de ontem, o estacionamento foi tomado por carros.

“No fim de semana, superamos o público de 2018. Agora é um momento de avaliarmos bem os resultados atuais para pensar em 2020. Nosso objetivo é sempre fazer o melhor. Por isso, este ano divulgaremos uma pesquisa bem detalhada sobre aspectos socioeconômicos da feira”, informa Márcia Souto. 

Durante os dias de funcionamento da mostra, 5 mil expositores foram distribuídos em 800 estandes, em uma área de 30 mil metros quadrados. “Cerca de 70% dos estandes é de artistas pernambucanos, que fazem a grande força da Fenearte”, diz Márcia. 

Os artesãos locais levaram para a feira desde produtos de decoração, utilidades domésticas e obras de arte, a itens de moda e acessórios, além de alimentos. Também participaram da feira produtores e comerciantes de 24 Estados brasileiros e de 21 países. 

Muitos dos estandes estavam com peças em promoção na noite de ontem. “O evento é uma oportunidade de negócios, pois os artesãos vendem seus produtos e também recebem encomendas. Ouvi de muitos que, de tantos pedidos que foram feitos durante a feira, eles têm trabalho até novembro. Isso mostra o quanto a Fenearte é um exemplo de fortalecimento dessa cadeia produtiva”, frisa Márcia. 

Com investimento de R$ 5,5 milhões, o evento gerou cerca de 2,5 mil vagas de empregos temporários e teve a produção artesanal do Estado ressaltada na Alameda dos Mestres, pelos 64 artistas de todas as regiões pernambucanas. Marcaram presença na feira 82 representações de prefeituras. 

A edição deste ano homenageou Mestre Baracho, falecido em 1988, Dona Duda e Lia de Itamaracá, Patrimônio Vivo de Pernambuco. Eles foram os precursores da ciranda no Estado, que surgiu na Zona da Mata e consolidou-se no Litoral. Painéis com imagens dos três ilustraram a fachada da feira. Na Alameda dos Mestres, o ponto alto foram três lustres gigantes e giratórios que fizeram alusão ao movimento da ciranda. 

NEGÓCIOS 

O evento também contou com o espaço Ciranda de Negócios, do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/PE), com área de 540 metros quadrados. Até o fim da noite de ontem, a coordenadora da feira ainda não tinha o total da movimentação gerada pelas rodadas de negócios, que contou com 40 lojistas/compradores de São Paulo, Ceará, Rio de Janeiro, Bahia, Minas Gerais, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Manaus, Santa Catarina e Brasília. 

O Sebrae/PE ainda realizou duas Jornadas Criativas: uma de artesanato e outra de moda. Para desenvolver essas atividades, a instituição convidou a designer Rosana Cohen, que orientou um grupo de 12 artesãos, e o estilista Ronaldo Fraga, para prestar mentoria para 15 empreendedores criativos de moda autoral.

“Vou visitar parentes do Mato Grosso e aproveitei a promoção num dos estandes para comprar lembrancinhas do Recife. É uma feira maravilhosa porque proporciona o contato com o artesão”, contou a servidora pública Eliane Farias

“Os anjos barrocos são o meu carro-chefe, e vendi todos na feira. Conquistei mais clientes este ano. Muitos fizeram encomendas”, disse o artesão Biu dos Anjos, de Petrolina, Sertão de Pernambuco

PÚBLICO

Cerca de 52,6 mil pessoas estiveram no pavilhão do Centro de Convenções de Pernambuco durante o último fim de semana, de um total de 300 mil visitantes nos 12 dias de feira. Ontem, alguns dos artesãos faziam promoções para evitar voltar para casa com estoques. A maioria estava satisfeita com as vendas e o networking

NE 10


Vamos turistar pelo interior de Pernambuco?

Buscando intensificar Pernambuco como rota turística, o Governo do Estado, instituições e a sociedade civil organizada estão com projetos de interiorização do turismo

Bonito

Muito conhecido por suas lindas praias e águas claras que encantam os turistas, Pernambuco agora quer ir além de espaços de turismo já consolidados no Estado. Projetos a serem lançados por órgãos da gestão pública de Pernambuco pretendem dar força à interiorização de rotas no Estado, que passam pela Zona da Mata, Agreste e Sertão.

Explorar novas localidades tem tudo para gerar emprego e renda para diversos municípios. Mas não só a gestão pública está com esse foco. Diversos programas e projetos que já existem estão buscando novidades, com novas rotas a serem oferecidas aos turistas. A interiorização é uma estratégia de fortalecimento de história, cultura e gastronomia. 

Através de um novo projeto a ser lançado no segundo semestre deste ano, a Secretaria de Turismo de Pernambuco entra com força para fomentar novos destinos. Iniciativa é chamada de “Bora Pernambucar” e vai percorrer diversas cidades do Interior, abrangendo todos os municípios, para realização de capacitações e reuniões que se debatam novos roteiros.

“Estamos planejando muitas ações para fomentar o turismo no Interior a partir do “Bora Pernambucar”, com seminários para levar informações e discussão de estratégia, buscando aproximação com o trade”, disse o secretário de Turismo, Rodrigo Novaes, ao complementar que a interiorização está sendo discutida ao longo dos seis primeiros meses da sua gestão.

“Criar fluxo de turismo internamente promove a diminuição das desigualdades sociais, gera renda, emprego e cria novos destinos”, ressaltou Novaes, ao destacar rotas importantes a serem exploradas, como Petrolândia e São José do Belmonte. E os recursos orçamentários para publicidade e promoção dos destinos estão sendo buscados junto a alguns setores, como os bancos.

No fim de maio, Pernambuco foi aprovado no programa Prodetur + Turismo, que prevê financiamento através do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Algumas das obras estruturantes previstas são construção de píer na cidade de Itapissuma, turismo religioso em Tacaratu e a implantação de teleféricos em cidades do interior do Estado. 

“Existem entraves de burocracia, mas estamos avançando. No momento estamos nas tratativas junto ao BNDES e a Secretaria de Planejamento para sabermos o montante que vamos ter de crédito. Assim, será possível tirar do papel ações e obras estruturantes”, comentou Novaes, que solicitou o montante de R$ 500 milhões. Sair de roteiros já consolidados foi o foco do programa de turismo do Sesc. 

Diversas rotas são atualizadas anualmente pela instituição com o objetivo de vender novos destinos. “O Sesc busca roteiros que não tenham grande adesão para que as pessoas busquem uma maior vivência. Mas a grande dificuldade da interiorização desse turismo é vender a rota porque sentimos falta do governo comercializar e as agências de turismo também não vendem”, comentou Filipe Queiroga, coordenador de turismo social do Sesc Pernambuco.

Existem rotas nos engenhos da Mata Norte e na Mata Sul, rota do Sertão com passeios no Vale do Catimbau e fábricas desativadas em Pesqueira, cit tour rural na cidade de Triunfo. Com custos que variam de R$ 150 a R$ 650 por pessoa, o Sesc disponibiliza roteiros de um dia ou de pernoites. Para participar, é preciso procurar unidades do Sesc.

Outro projeto com foco na interiorização é o Simbora Safari. Organizado pelo coordenador João Carlos Mazella, de 2011 até o momento, o projeto já levou quase sete mil turistas à cidade de Primavera, principal localidade dos passeios. “Temos potencialidades que não são apresentadas. Então o Simbora Safari busca colocar renda no interior mesmo”, comentou Mazella.

Em Primavera, os turistas podem conhecer as cachoeiras do Urubu e do Convento e a Casa de Farinha. Existem roteiros no Vale do Catimbau, a rota das bordadeiras na zora rural da cidade de Passira. E em agosto terá nova rota para Vicência. Os passeios são de 10 a 60 pessoas e custam em torno de R$ 120 por pessoa. Para conhecer, o turista pode entrar em contato pelas redes sociais do Simbora Safari.

Produtores, aliados do turismo 

Outras atividades econômicas estão sendo desenvolvidas no interior de Pernambuco, o que contribui para o turismo em diversas regiões. Através da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper), há um incentivo de ações para o fortalecimento de produção, como confecções, piscicultura e fruticultura. Chamado de Arranjo Produtivo Local (APL), o valor do investimento previsto para essas ações é de R$ 5 milhões.

O trabalho da AD Diper é apoiar associações, cooperativas e entidades que trabalham em prol de atividades econômicas. “São várias formas de ajudar, a exemplo de investimento na capacitação de mão-de-obra, compra de equipamentos, fortalecimento da gestão, desenvolvimento das marcas, criação de portal na internet”, disse o presidente da AD Diper, Roberto Abreu e Lima, ao acrescentar que o órgão fica em acompanhamento dos resultados de investimento.

Alguns dos exemplos de apoio são para produtores de café da cidade de Taquaritinga, com projeto de produção de mudas e desenvolvimento de marcas. Também tem a piscicultura de Petrolândia, a fruticultura de Petrolina e a confecção no Agreste. “Diversas atividades que são fomentadas agregam ao turismo da região, é uma complementação com desenvolvimento turístico das cidades. A fruticultura de Petrolina, por exemplo, ajuda a incentivar o turismo nas vinícolas, e a confecção do Agreste às compras na região”, comentou Abreu e Lima, ao complementar que patrocínios da AD Diper em eventos e feiras também fazem parte dessa interiorização.

Bonito
Bonito
Foto: Guga Matos/Setur/divulgação
Vale do Catimbau
Vale do Catimbau
Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco
Petrolândia
Petrolândia
Foto: Guga Matos/Setur/divulgação
Triunfo
Triunfo
Foto: Chico Andrade/Setur/divulgação

Folha PE


James Delivery começa a atuar na Zona Norte do Recife

James Delivery – Créditos: Reprodução

Aplicativo de entregas oficial das redes Extra e Pão de Açúcar chega ao Recife. O James Delivery começa a atuar na Zona Norte da cidade no próximo dia 29 de julho. 

O James começa a operar, inicialmente, nos bairros de Santo Antônio, Santo Amaro, Graças, Madalena, Torre, Espinheiro e Casa Amarela.

A expectativa é que em seis meses toda a capital pernambucana esteja coberta pelos serviços do app.

Para usar o serviço, o cliente deve baixar o aplicativo pelo Google Play ou App Store e se cadastrar.

A plataforma permite aos usuários receber em uma hora produtos diversos de parceiros selecionados em “verticais de consumo”, como supermercados, conveniência, drogarias, restaurantes e outros.