Presidente da Aena, Santiago Yus, vem ao Recife liderando comitiva que cuida da transferência operacional dos aeroportos do Nordeste

O presidente da Aena Santiago Yus esteve no Recife nesta terça feira. Liderando uma comitiva da Aena Brasil, concessionária espanhola vencedora da licitação para administrar s aeroportos do Recife (PE), Maceió (AL), Aracaju (SE), Juazeiro do Norte (CE), João Pessoa (PB) e Campina Grande (PB), no Nordeste brasileiro, ele apresentou o Plano de Transferência Operacional a autoridades ligadas ao terminal de passageiros e representantes de companhias aéreas.

O documento tem por finalidade garantir todas as condições de segurança e eficiência das operações durante o período de repasse da gestão da Infraero para a Aena. Além de Santiago Yus, a comitiva contou ainda com os diretores de operações, segurança e serviços, gerentes de operações, segurança e infraestrutura e de outras áreas de apoio da gestão da Aena.

Até o fim desta semana, eles farão reuniões com o mesmo propósito nos demais aeroportos sob a responsabilidade da concessionária espanhola. O Aeroporto Internacional do Recife – Guararapes – Gilberto Freyre é um dos mais importantes da região – ambos são os únicos que possuem hub (Azul, no Recife, e Gol, em Fortaleza). O terminal do Recife é o oitavo do país em trânsito de passageiros e o quinto em trânsito de passageiros internacionais, e disputa a atração de novas rotas internacionais.

O Recife é a quarta capital brasileira na hierarquia da gestão federal, após Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo, e possui o quarto aglomerado urbano mais populoso do Brasil, com 4 milhões de habitantes (em 2017), superado apenas pelas concentrações urbanas de São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. Trata-se do oitavo aglomerado urbano mais rico do Brasil. 

 “Aena Brasil chega ao Recife com grande expectativa. Este encontro é parte do processo de Transferência Operacional que toda a organização está desenvolvendo de maneira transversal, para começar a operar em 2020. Aena Brasil será em breve uma realidade a serviço da sociedade pernambucana e do desenvolvimento turístico do Nordeste do Brasil”, afirma o diretor-presidente, Santiago Yus.

Os seis aeroportos a serem administrados pela Aena movimentam, juntos, 13,7 milhões de passageiros por ano, 6,5% do tráfego aéreo brasileiro. A concessionária, que tem 51% das ações controladas pelo Estado espanhol, pagará ao Governo brasileiro R$ 1,9 bilhão (437,5 milhões de euros) pelo direito de explorar os terminais durante os próximos 30 anos. A concessão inclui a possibilidade de uma prorrogação voluntária por mais cinco anos ao final do contrato.

A comitiva da Aena esteve reunida com a superintendente da Infraero, Josefa Elenilda da Cunha; a gerente de gestão operacional, Ana Carla Ramos Lucena; a inspetora substituta do Departamento Federal do Brasil, Ana Helena Carneiro da Cunha; os representantes do Departamento de Polícia Federal, Jorge José da Mota Sales e Luciana Carvalho.

Também participou o coordenador regional da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Olimar Cardoso dos Santos; a supervisora de aeroporto da Latam, Veruschka Rodrigues Vieira; o gerente de aeroporto da Azul, Juliano Gomes das Neves; a coordenadora de negócios aeroportuários da Azul, Marisa Dias de Camargo; os gerentes da GOL, Vanessa da Silva Pereira, Isaac Ferrarezi e Gesse Tavares; o gerente de aeroporto da TAP, Alexandre Silva; o supervisor da TAP, Hélio Neris;

Também esteve na reunião o Supervisor de Aeroporto da Air Europa, Maykon Renan Maciel da Silva; o Gerente da Air Europa, Erick Carneiro; o analista da ANAC, Pedro Hagel; a consultora de Relações Públicas da Infraero, Shirleide Lima; o Coordenador do Centro de Gerenciamento Aeroportuário, Vitor Fonseca, e o gerente de Aeroporto – DNATA, Francisco Oliveira, entre outros.

A Aena Brasil é a marca registrada da companhia espanhola Aena, considerada pelo Conselho Internacional de Aeroportos como a maior operadora aeroportuária do mundo em número de passageiros, com mais de 263 milhões em 2018.

Desde começo de 2020, administra a concessão de seis aeroportos da região Nordeste: Recife (PE), Juazeiro do Norte (CE), João Pessoa (PB), Campina Grande (PB), Aracaju (SE) e Maceió (AL). Em 2018, os seis aeroportos somaram 13,7 milhões de passageiros.

Na Espanha, opera 46 aeroportos e 2 heliportos. É acionista controlador, com 51%, do aeroporto de Londres-Luton no Reino Unido, além de gerenciar aeroportos no México (12), Colômbia (2) e Jamaica (2), que totalizaram um volume de passageiros de 72,2 milhões em 2018. Além disso, presta serviços de consultoria para clientes estratégicos como a Companhia de Aeroportos de Cuba – ECASA.


Projetos sustentáveis em Noronha

A Administração de Fernando de Noronha firmou parceria com o Centro Brasil no Clima (CBC), a Plataforma Circularis – rede colaborativa de incentivo à economia circular e com o Sinspire – hub de inovação, cultura e sustentabilidade durante a Conferência Brasileira de Mudança do Clima (CBMC), realizada no Bairro do Recife, para cooperação e intercâmbio técnico com objetivo ao desenvolvimento de projetos, eventos e atividades que promovam diálogo e troca de conhecimentos, voltados para elaboração de planejamento estratégico participativo, com respectivos planos de ações, abrangendo as áreas de energia, mobilidade, economia circular e gestão de resíduos.

O objetivo é fortalecer o Projeto Noronha Carbono Zero, que proíbe carros à combustão na ilha e incentiva a entrada de veículos elétricos no arquipélago. Além de intercâmbio de promoções para o desenvolvimento de Baixo Carbono e Economia Circular, atraindo parceiros, fomentando inovações sustentáveis e articulando iniciativas para fortalecer o empreendedorismo local. Dentro de um plano de ações com objetivos e metas a serem alcançadas em curto (1 ano) e médio prazo (4 anos). A parceria visa o desenvolvimento sustentável da sociedade noronhense.

Além do Programa Carbono Zero, que vem sendo desenvolvido desde 2013, já está em prática também o Noronha Plástico Zero, que proíbe a entrada, circulação e comercialização de plásticos descartáveis na Ilha, como sacolas plásticas, canudos, pratos e talheres. De acordo com o Administrador da ilha, Guilherme Rocha, o projeto vem dando certo e ganhando apoio da iniciativa privada. “Envolvemos toda a comunidade nessa proposta e vamos distribuir 5 mil kits para todos os moradores da ilha, com ecobag, canudo e copo sustentável, para incentivá-los a pensar no futuro e cuidar do arquipélago”, afirma Guilherme.

Com o Noronha Carbono Zero, Fernando de Noronha se tornou o primeiro território brasileiro com objetivo de ter em sua mobilidade apenas carros elétricos. Segundo Guilherme Rocha, a meta é para que a partir de 2022 não entre carro à combustão na ilha e a partir de 2030 seja proibida a circulação de veículos à combustão em toda a comunidade noronhense. “A nossa meta é que Noronha esteja fora da poluição ambiental. É preciso preservar a partir de agora, pois tudo o que fizemos em gerações anteriores, já estamos sofrendo as consequências atuais”, destacou o administrador durante o evento. De acordo com Guilherme, a previsão é de que até 2030 a energia seja cem por cento renovável.

Segundo Sérgio Xavier, criador da Plataforma Circularis e ex-secretário de Meio Ambiente de Pernambuco, o projeto que será executado em Noronha trabalha com três ações imediatas. Uma é com as empresas aéreas para reduzir emissões de carbono dos voos por compensação, com plantio de árvores no continente; outra é no eixo da mobilidade para a implementação mais rápida de veículos elétricos, criando facilidades para o morador. A ideia é criar modelos que possam reduzir custos na troca do veículo antigo pelo elétrico e desenvolver sistemas de compartilhamento. O terceiro eixo é o da energia, para diminuir o uso da usina térmica que emite muito carbono e passar a usar a energia eólica, solar, biocombustíveis e energia das ondas. “As ações trazem melhorias tanto para a comunidade quanto para o meio ambiente. Esse Termo de Cooperação cria caminho inovador ao permitir a participação de várias empresas e instituições para colocar em prática as metas dos Decretos e Programas, sem usar recursos públicos, criando um novo modelo econômico inclusivo e sustentável”.


Cerveja cria embalagens inspiradas em gírias populares da internet

Créditos: Divulgação

São seis opções de embalagens com expressões utilizadas na web. A Skol resolveu estampar suas latinhas com termos como arroba, fanfiqueira, biscoiteira, afrontosa, atenta e embuste.

O pack exclusivo que vem com as latas de 269ml será comercializado com exclusividade no site Empório da Cerveja. A ação está relacionada com a campanha iniciada pela marca no começo de outubro,  que conta com a websérie Tour das Tours.

A produção que é uma parceria com o Facebook e a Endemol Shine Brasil, retrata um grupo da rede social que conta com mais de 400 mil membros e que gera diversos memes e histórias de vivências na internet, chamadas tours virtuais.


1º Réveillon aberto ao público de Fernando de Noronha é confirmado

A ilha de Fernando de Noronha ganhará o seu primeiro réveillon aberto ao público.

1º Réveillon aberto ao público de Fernando de Noronha é confirmado
Fernando de Noronha /Foto: Reprodução

Realizado pelo Governo do Estado em conjunto com a administração do arquipélago, o evento, que será montando no porto, tem o objetivo de incentivar ainda mais o turismo no local. Para comemorar a chegada de 2020, Marcelo Falcão, ex-vocalista da banda O Rappa, será a grande atração da noite.

Marcelo Falcão é a grande atração do 1º Réveillon aberto ao público de Fernando de Noronha. Foto: Divulgação/Jacques Dequeker

Recife será primeira cidade do Brasil a ter ensino Sustentabilidade e Emergência Climática

Durante o painel prefeitos ainda assinaram declaração de intenção sobre Emergência Climática e uma carta aberta sobre o vazamento de óleo nas praias do nordeste

O Recife será a primeira cidade do Brasil a tornar obrigatória nas escolas públicas municipais o ensino sobre Sustentabilidade e Emergência Climática a grade curricular.

O anúncio foi feito pelo prefeito Geraldo Julio, na manhã desta quinta-feira (7), na Conferência Brasileira de Mudança do Clima. Geraldo, que é presidente para a América do Sul do ICLEI – Rede de Governos Locais Pela Sustentabilidade, afirmou que vai enviar o Projeto de Lei para a Câmara Municipal ainda este ano, para que a disciplina entre no calendário escolar já em 2020. O anúncio aconteceu durante o Painel de Prefeitos pelo Clima na Conferência Brasileira de Mudança do Clima, no Arcádia do Paço Alfândega.

O prefeito Geraldo Julio detalhou como vai ser iniciativa. “Um estudo realizado pela Universidade da Carolina do Norte comprovou que quando se coloca esse tema no currículo, além dos alunos, os pais se engajam muito mais. Nosso objetivo é aprovar ainda este ano, para que já no início do próximo ano tenhamos na nossa grade curricular essa disciplina. A meta é que os alunos tenham toda a semana esse tema, e que saiam de lá e possam compartilhar com seus pais, amigos e família, aumentando assim cada vez mais o movimento em prol do meio ambiente”, afirmou Geraldo Julio que comandou o Painel de Prefeitos pelo Clima.

O painel foi mediado pelo prefeito Geraldo Julio e contou com as presenças dos prefeitos Rui Palmeira, de Maceió (AL), Roberto Cláudio de Fortaleza (CE) e Ary Vanazzi de São Leopoldo (RS), que também é presidente da Associação Brasileira de Municípios. Na ocasião os prefeitos assinaram declaração de intenção de levar para os seus municípios, o decreto reconhecendo a Emergência Climática, assinado pelo prefeito na abertura da CBMC.

No encontro, o prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio, defendeu que o combate as mudanças climáticas não pode ser partidário. “Esses tempos medievais no Brasil não podem tornar o meio ambiente objeto de divisão de disputa. Essa é uma questão dos tempos, uma imposição da humanidade. A forma em que vivemos, geraram uma crise ambiental que já traz consequências importantes na vida humana. Que a sobrevivência da espécie humana possa nos unir”, afirmou o gestor.

Ary Vanazzi prefeito de São Leopoldo e presidente da Associação Brasileira dos Municípios (ABM) falou sobre a importância dos investimentos para implementação dos projetos ambientais. “Toda a política que nós tínhamos de financiamentos não existe mais. Isso reduziu enormemente a capacidade dos municípios de investirem na recuperação, no saneamento, na drenagem urbana, na política de educação ambiental, por exemplo. Não há política ambiental sem investimentos e acho que hoje temos que avançar para retomar a política do governo federal nessa área”, enfatizou.

Rui Palmeira, prefeito de Maceió, destacou os desafios que a cidade e todo o litoral nordestino sofre hoje como o avanço do mar. “Hoje o avanço do mar é um dos nossos maiores desafios, que vem acontecendo dia após dia e os paliativos que são feitos não sabemos até quando vai durar. São questões que precisam ser aprofundados o debate e as cidades brasileiras precisam esta a frente dessas discussões”, avaliou.

CARTA ABERTA – Ao final do painel, os prefeitos também assinaram a Carta dos Prefeitos sobre o vazamento de óleo, se posicionando sobre o desastre ambiental que afetou o litoral nordestino. Na carta os prefeitos externaram sua preocupação com os efeitos e incertezas sobre o vazamento de óleo e cobraram posicionamento do governo federal sobre o desastre ambiental e social que vem atingindo a costa do nordeste. A carta aponta a necessidade do Governo Federal apoiar a cadeia produtiva da pesca, buscar estudar cientificamente as consequências ambientais e sociais da crise e as causas para que se chegue a uma solução definitiva.


Praias pernambucanas atingidas pelo óleo estão próprias para o banho

Os resultados das análises das águas do mar foram divulgadas, nesta sexta

Praia de Porto de Galinhas

O Governo de Pernambuco divulgou, nesta sexta-feira (8), o resultado das análises de água das praias atingidas por petróleo vindo do alto-mar. Foram examinadas amostras de 16 praias e todas foram consideradas próprias para o banho. Os estudos, realizados pela Agência Estadual de Meio Ambiente – CPRH em parceria com outras instituições, não detectaram presença de hidrocarbonetos, compostos orgânicos encontrados no petróleo e que, em grandes concentrações, podem causar danos à saúde.

Duas baterias de análises foram realizadas com amostras colhidas nos dias 24, 26 e 31 de outubro. Os laudos saíram simultaneamente. A pesquisa mais recente teve à frente o Instituto de Tecnologia de Pernambuco – Itep, que avaliou as amostras coletadas nos dias 26 e 31 de outubro no litoral dos municípios de São José da Coroa Grande (foz do Rio Persinunga), Tamandaré (Boca da Barra, Carneiros e Tamandaré), Ipojuca (Maracaípe e Muro Alto), Cabo de Santo Agostinho (Suape, Gaibu, Itapuama e Paiva), Jaboatão dos Guararapes (Barra de Jangada), Paulista (Janga e Pau Amarelo), Goiana (Itapessoca) e Ilha de Itamaracá (Jaguaribe e Forte Orange).

O estudo envolveu a análise de 21 compostos da cadeia de hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (tidos como HPAs) e o grupo conhecido por BTEX (Benzeno, Tolueno, Etilbenzeno e Xileno). O Itep avaliou todo este conjunto de substâncias para as amostras de águas colhidas no dia 31 e apenas do grupo BTEX para o material recolhido no dia 26. Em ambos os casos, os níveis desses compostos são tão baixos que os equipamentos não conseguiram detectar. Isso se deve a dois fatores: tempo de exposição do material no ambiente e a hidrodinâmica das marés.

Já os pesquisadores do laboratório da OrganoMAR (UFPE) avaliaram as amostras colhidas no dia 24 de outubro, fazendo o diagnóstico específico para o grupo de HPAs.

Duas baterias de análises foram realizadas com amostras colhidas nos dias 24, 26 e 31 de outubro

Duas baterias de análises foram realizadas com amostras colhidas nos dias 24, 26 e 31 de outubro – Crédito: Divulgação


Praias atingidas por óleo estão próprias para banho em Pernambuco

A análise que confirma a informação foi divulgada nesta sexta-feira (8), pelo Governo de Pernambuco

Praia de Carneiros

O resultado da análise das águas do litoral pernambucano confirmou que as praias atingidas pelo óleo estão próprias para banho.

As amostras foram recolhidas em três momentos diferentes, nos dias 24, 26 e 31 de outubro, e estudadas pela Agência Estadual do Meio Ambiente (CPRH).

A análise foi divulgada nesta sexta-feira (8), pelo Governo de Pernambuco.

A pesquisa fez coleta da água do mar nos municípios de São José da Coroa Grande, Tamandaré, Ipojuca, Cabo de Santo Agostinho, Jaboatão dos Guararapes, Paulista, Goiana e Ilha de Itamaracá.

A hidrodinâmica das marés e o tempo de exposição do material no meio ambiente foram responsáveis pelo resultado.

O estudo envolveu a análise de 21 compostos da cadeia de hidrocarbonetos policíclicos aromáticos e o grupo conhecido como BTEX( benzeno, tolueno, etilbenzeno e xileno).


Cachoeira do Pinga seduz visitantes de Triunfo

Ela está localizada a 9km do centro da cidade e disputa positivamente o título de primeira maravilha do município com o Bico do Papagaio

Resultado de imagem para Cachoeira do Pinga seduz visitantes de Triunfo
Resultado de imagem para Cachoeira do Pinga seduz visitantes de Triunfo

A cidade de Triunfo, no Sertão Pernambucano, é bastante visitada pelo clima atípico. O município fica a 423 quilômetros do Recife e é agraciado com oito cachoeiras, por isso, é batizado como “O oásis do Sertão”. Uma delas, a do Pinga, é considerada uma das mais altas do Nordeste e mede aproximadamente 80 metros de altura. Ela está localizada a 6km do centro da cidade e disputa positivamente o título de primeira maravilha do município com o Pico do Papagaio, outro ponto turístico. O acesso até o local é por uma estrada empedrada. logo, recomenda-se dirigir devagar, principalmente se o carro for pequeno, mas se preferir o visitante pode optar pela visita guiada. 

A Cachoeira do Pinga é uma grota, pois trata-se de um conjunto de três quedas. A primeira mede dois metros de altura, a segunda oito e a terceira 68. O pesquisador Laydson Santos, da Triunfo Turismo, conta que ela recebeu este nome devido ao fluxo de água que altera bastante no período de estiagem. “Tem épocas do ano em que é possível ver apenas uns pingos descendo da grota, por este motivo ela foi batizada assim”, explica. Além do som relaxante e do banho revigorante, é possível apreciar uma “senhora” visão panorâmica das serras triunfenses. 

Quem opta pela visita conduzida, pode aproveitar o roteiro pelos engenhos no entorno, como conta Laydson. “Geralmente incluímos a cachoeira no roteiro dos engenhos, mas temos mais de 15 opções. O que não falta é lugar para conhecer”, explica o profissional. A Triunfo Turismo surgiu há dois anos e se firmou como a única da região a oferecer várias opções de roteiro. O grupo utiliza o veículo Chevrolet Veraneio, ano 1990, que acomoda até nove pessoas. “A cidade é um paraíso com várias opções de lazer. Isso para mim não é trabalho, mas um presente que ofereço a todos os visitantes que chegam”, acrescenta.  

Por questão de segurança e preservação, não é permitido o banho na terceira e mais alta rebentação. Contudo, é possível tirar belas fotos e aproveitar a queda d’água da segunda. Geralmente, as pessoas ficam deitadas nas pedras do entorno dela lendo livro ou até mesmo cochilando. Além do Pinga, são aproveitadas pelo turismo também a do Grito, do Dantas e dos Tunicos. Para visitar o espaço é necessário pagar uma taxa de R$ 2,00. Mais informações podem ser obtidas através do número 87 999513076. 


Castelo Armorial: o paço da cultura sertaneja pernambucana

O palácio está localizado na cidade de São José do Belmonte, a 474 km do Recife

Resultado de imagem para Castelo Armorial: o paço da cultura sertaneja pernambucana
O castelo é orgulho para todos os belmontenses.

Você sabia que no sertão de pernambuco existe um castelo armorial? Pois é, poucas pessoas sabem disso, mas se vivêssemos hoje em uma Monarquia, com certeza o reinado seria no município de São José do Belmonte, a 474 km do Recife. A cidade é palco de um palácio que tem mais de 15 metros de altura. Ele enaltece a cultura popular sertaneja e enfatiza o Movimento Armorial, que teve como precursor o dramaturgo, romancista, ensaísta, poeta e professor Ariano Suassuna (1927-2014). 

A elaboração do projeto teve início no ano de 2002. Já o prédio começou foi construído entre os anos de 2007 e 2017 pelo empresário Clécio Novaes, amigo por mais de duas décadas de Ariano. “Em uma de nossas conversas, Ariano me disse que já tinha visto tudo sobre o movimento armorial, menos uma arquitetura. Foi a partir daí que surgiu a ideia de criar o projeto do castelo. Quando eu disse a ele que iria construir ele não acreditou”, relata o comerciante. 

Quem entra fica impressionado com tamanha delicadeza e riqueza de detalhes. Cada centímetro do lugar tem uma história para contar. Tudo foi milimetricamente pensado e fundamentado na literatura. Assim como o movimento, a união entre o medieval, barroco, a cultura popular e o erudito são fortes em cada canto do castelo. O palacete tem várias peças feitas regionais feitas em barro. Elas foram confeccionadas pelos artesãos de Tracunhaém. “Tivemos um trabalho imenso para deslocar cada obra de arte. Elas evidenciam os personagens que ilustraram a obra ‘A Pedra do Reino e o príncipe do Vai e volta’, de Ariano”, relata.

No térreo existe uma exposição com iluminogravuras de Ariano Suassuna. No segundo piso, há um acervo de xilogravuras de J. Borges. No terceiro piso, existem fotos contando a história de São José do Belmonte e no último andar existe uma cidade cenográfica doada pela Rede Globo Nordeste que retrata o Sertão no período do coronelismo no Brasil  (1889-1930). No alto do castelo existem quatro torres. As duas frontais, remetem ao castelo do personagem Dom Sebastião. Entre ele há uma ave chamada “quaderna”. Já as da parte de trás simbolizam a cavalhada, com as cores azul e vermelho. 

Uma grande curiosidade é que o castelo guarda a primeira escultura talhada de Padre Cícero (1844 – 1934). O sacerdote católico brasileiro é bastante venerado pelos sertanejos nordestinos, que o chamam carinhosamente de “Padim Cíço”. Ele realizou diversas ações no Nordeste e por isso teve um imenso respeito da população menos favorecida. 

O lugar oferece não somente uma leitura acerca da obra de Ariano Suassuna, mas também sobre a síntese dos costumes do povo sertanejo nordestino. Ele evidencia o artesanato, as indumentárias, a musicalidade, a literatura e a força de um povo que não teme o sol escaldante, nem tampouco a seca. O espaço geralmente recebe visitas agendadas pelo telefone. Mais informações podem ser obtidas através do número (87) 3884-1028. 


Paixão de Cristo de Nova Jerusalém de 2020 – Conheça o novo elenco

elenco

Sociedade Teatral de Fazenda Nova anunciou o elenco da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém de 2020.

Os convidados para a nova temporada são atores e atrizes conhecidas Juliana Knust, Caco Ciocler, Christine Fernandes e Sérgio Marone.

A paixão é encenada no distrito de Fazenda Nova no município de Brejo da Madre de Deus.

Os convidados vão representar Jesus, Maria Madalena, Maria e Pilatos.

A temporada 2020 já tem data definida de 4 a 11 de abril de 2020.


O que fazer em Pernambuco

Pernambuco possui uma lista tão extensa de atrativos turísticos, que quando se fala em turismo em Pernambuco é até difícil escolher onde ir primeiro. Afinal, são tantas opções lindíssimas que a dúvida é bem válida.

Apesar de o litoral pernambucano ser pequeno quando comparado ao tamanho do estado – são 98 mil km² de extensão e apenas 185 quilômetros de praias – grande parte dos destinos turísticos estão no litoral.

Além daqueles que não estão no continente e sim no Oceano Atlântico, como os arquipélagos de Fernando de Noronha, São Pedro e São Paulo. Mas, embora famosos os destinos turísticos não estão apenas no litoral, no Agreste e Sertão de Pernambuco há várias cidades lindas e cheias de atrativos como Caruaru, Garanhuns e Petrolina.

Quer saber mais sobre o turismo em Pernambuco? Leia este artigo e saiba tudo sobre os pontos turísticos e as cidades mais visitadas.

Planeje sua viagem => Hotéis em oferta em Pernambuco

Seguro viagem para o Brasil »

Turismo em Pernambuco

Turismo em Pernambuco
Praia de Pernambuco.

Pernambuco faz divisa com os estados nordestinos do Ceará, Paraíba, AlagoasBahia e Piauí. E, assim como os outros estados da região que possuem litoral e agreste, Pernambuco tem dois climas diferentes.

Nas cidades de praia, o clima é tropical úmido com altas temperaturas e alta umidade do ar. Já no sertão, o clima é semiárido, também quente, mas com pouca chuva. Há ainda climas intermediários entre as duas regiões.

Além dos atrativos naturais, a arquitetura, a gastronomia e até a música são pontos interessantes do estado e que atraem os viajantes. Isso porque, além da comunidade indígena, que foram os primeiros habitantes da região, Pernambuco foi alvo de disputa entre portugueses e holandeses, que queriam dominar o território. Há influências de todas essas culturas pelas cidades pernambucanas.

Algumas das praias de Pernambuco estão nas minhas listas de praias mais bonitas do Brasil; de lugares para lua de mel no Brasil; e também de lugares românticos do Brasil.

Confira => Tour por Recife e Olinda

O que fazer em Pernambuco

Recife

Dicas de viagem em Pernambuco
Recife.

A capital pernambucana, Recife, é um dos destinos turísticos mais conhecidos do estado. Tem belas praias e ainda pontos turísticos como o Marco Zero, o Centro de Artesanato de Pernambuco, os museus Cais do Sertão e do Frevo, além de pontes holandesas como a Ponte Maurício de Nassau, construída em 1917 onde existiu a primeira ponte da América Latina, que era de 1643.

Veja neste artigo detalho os principais pontos turísticos de Recife, além dos citados acima, como o Rio Capibaribe, onde é possível fazer um passeio de barco; o Centro Cultural Judaico de Pernambuco; entre outros. Já as praias mais famosas e frequentadas do Recife são a de Boa Viagem e a de Pina. Neste artigo, há dicas com as melhores praias de Recife.

Para quem não está de passagem e vai ficar em Recife por alguns dias, além de saber os melhores lugares para passear na cidade, também é importante saber sobre hospedagem. Veja neste artigo, onde ficar em Recife, com dicas de melhores hotéis da cidade.

Dúvida => Melhores passeios em Recife

Porto de Galinhas

Roteiro em Pernambuco
Porto de Galinhas | Foto: Cleferson Comarela, via Wikimedia Commons.

Outro destino muito querido pelos viajantes é Porto de Galinhas. Situada a cerca de 60 quilômetros do Recife, é considerada por muitos turistas a praia mais bonita do país. Além das belas paisagens da praia, o que mais encanta os viajantes que vão a Porto de Galinhas são as águas quentes, limpas e as infinitas piscinas naturais.

Veja neste artigo tudo o que fazer em Porto de Galinhas com dicas sobre os passeios de barcos, buggy, e outros meios de transporte. As praias mais famosas de Porto são Maracaípe, onde há muitos surfistas e praticantes de esportes aquáticos; Muro Alto, que possui uma espécie de muro de coqueiros e areia, além de um pedaço de Mata Atlântica; Camboa; Pontal de Maracaípe, entre outras.

Incrível => Excursão para Porto de Galinhas de Recife

Fernando de Noronha

Pontos turísticos de Fernando de Noronha
Mirante Dois Irmãos.

Fora do continente, lá no Oceano Atlântico fica o arquipélago de Fernando de Noronha. A paradisíaca Ilha de Noronha tem praias desertas com os mais variados tons de azul, piscinas naturais, trilhas e vida marinha rica e muito mais. É um ótimo lugar para a prática de vários esportes aquáticos ou mesmo descansar.

Neste artigo, listo os principais pontos turísticos em Fernando de Noronha. Entre eles estão a Praia do Cachorro, a Piscina Natural de São José, o Forte Vila dos Remédios, a Praia do Sancho, a Baía dos Porcos, o Mirante Dois Irmãos, a Praia do Leão, a Praia do Porto, entre outras belíssimas praias.

O artigo detalha ainda sobre as taxas necessárias para viajar para a ilha, como a taxa de preservação ambiental, e onde se hospedar na ilha, com dicas de hotéis e pousadas em Fernando de Noronha.

Top => Excursão para Cabo de Santo Agostinho

Outros destinos de Pernambuco

Tudo sobre o turismo em Pernambuco
Olinda.

Além de Recife, Noronha e Porto de Galinhas, há uma imensa lista de cidades turísticas em Pernambuco, seja no litoral ou no sertão do estado. Cidades como Olinda, Rio Formoso, onde fica a Praia dos Carneiros; a Ilha de Itamaracá, também tem belas praias e atrativos culturais. Em Olinda, por exemplo, o charme fica por conta do centro colonial, com casarões em estilo barroco, além do Carnaval com apresentações de frevo.

Já Caruaru, Garanhuns e Petrolina ficam no interior do estado. As duas primeiras no Agreste e a última, no sertão. Próximo a Caruaru, fica o Teatro Nova Jerusalém onde todos os anos, na época da Semana Santa, acontece um dos maiores teatros a céu aberto, que retrata a Paixão de Cristo. Confira uma excursão para Caruaru e Nova Jerusalém.

Garanhuns é conhecida como a Suíça pernambucana, por conta do seu clima serrano. E Petrolina, se destaca como grande produtora de uvas, vinícolas para visitação e a beleza do Rio São Francisco em pleno sertão nordestino.

Não perca => Tour em Olinda

Dicas de turismo em Pernambuco

Pernambuco é um dos estados mais lindos do Brasil e com uma lista tão grande de atrativos turísticos, além de uma cultura interessante, gastronomia deliciosa e ainda um povo hospitaleiro e simpático. Vale muito a pena explorar Pernambuco, seja das cidades do Agreste, Sertão, do litoral ou aquelas que ficam nos arquipélagos que pertencem ao estado.

Quero viajar mais


CTTU implanta nova área de trânsito calmo do Recife, desta vez no Largo da Paz

img_alt
Após o bairro da Ilha do Leite e as avenidas Conde da Boa Vista e Cruz Cabugá, que agora têm mais espaços para pedestres, o Largo da Paz receberá intervenções de redesenho urbano com humanização do espaço público
(Foto: Antônio Tenório/PCR)

Para dar mais segurança aos pedestres que circulam diariamente no Largo da Paz, no bairro de Afogados, a Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Mobilidade e Controle Urbano (Semoc) e da Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU), implantará um redesenho urbano naquela área. A intervenção, que entrará em vigor a partir da sexta-feira (8), está fundamentada no conceito de Trânsito Calmo (Traffic Calmming) e tem como principal objetivo a redução de fatores de risco de acidentes de trânsito.

O redesenho urbano do Largo da Paz criará novas ilhas e refúgios protegidos para os pedestres em espaços projetados sobre a via. Dessa forma, as travessias serão encurtadas e as áreas de circulação e espera dos usuários que circulam à pé serão ampliadas, de modo a distribuir o espaço público de forma mais democrática e equilibrada. Os usuários com mobilidade reduzida estão entre os principais beneficiados.

Além da manutenção da sinalização das faixas de pedestres existentes no Largo da Paz, duas novas travessias serão criadas para facilitar a acessibilidade dos pedestres aos pontos de interesse existentes no entorno, como o Mercado de Afogados, a Feira Nova, a Igreja da Paz, a policlínica, o comércio local, os pontos de ônibus e a estação de Metrô. Os novos refúgios e ilhas serão implantadas em trechos da Estrada dos Remédios, Rua da Paz, Rua São Miguel, Rua Motocolombó, Rua Maria Pereira de Lucena e Rua Buenópolis, nas imediações da Praça da Paz.

A iniciativa fará uso do Urbanismo Tático, uma metodologia aplicada com a colaboração da população, que prevê a remodelagem do espaço urbano através da implantação de demarcações na via, em cores destacadas, limitadas por balizadores, de modo a ampliar os espaços dedicados aos pedestres. A segurança viária é o foco das intervenções.

A presidente da CTTU, Taciana Ferreira, explica que a proposta leva mais humanização para o espaço público. “Essa é uma intervenção que dá protagonismo ao pedestre, que é o lado mais frágil no trânsito e, por isso, precisa ser protegido pelos demais modais. Os elementos das pinturas humanizam o espaço público e tudo isso contribui para um trânsito mais respeitoso e seguro, que é o principal foco da CTTU”, destaca.

O Largo da Paz foi escolhido para o projeto de redesenho urbano com humanização do espaço público devido ao alto fluxo de pedestres em toda a área. No principal cruzamento da intervenção, entre a Estrada dos Remédios e a Rua São Miguel, transitam, diariamente, mais de 15 mil pedestres. Para viabilizar a implantação das medidas de Trânsito Calmo, foram realizados estudos de engenharia de tráfego. Dessa forma, foi possível definir a geometria mais adequada à realidade do local. Os resultados desses estudos ratificam as evidências de que a maioria dos usuários do Largo da Paz são pedestres e que a área demanda uma distribuição mais equilibrada, para garantir mais segurança para todos.

Durante os primeiros dias, artistas educadores da Trupe da CTTU estarão no local para orientar os condutores e os pedestres sobre as mudanças. Para regulamentar as ações, a CTTU também vai realizar a manutenção de sinalização vertical e horizontal nas vias. Ao todo, serão implantadas 25 placas de trânsito e cinco faixas de pedestres serão requalificadas com a sinalização adequada para garantir a segurança na travessia dos pedestres.     

TRÂNSITO CALMO  – No Recife, o método do Urbanismo Tático para implantação do Trânsito Calmo já foi utilizado em áreas como as avenidas Cruz Cabugá e Mário Melo, além de vias no bairro da Ilha do Leite, Rua da Aurora, Rua Doutor João Santos Filho e Rua Capitão Lima. As experiências, que trazem redução de velocidade e aumento das áreas exclusivas para pedestres, demonstram a prioridade dada à segurança dos que andam a pé e fortalecem conscientização das pessoas em priorizar este público por meio de intervenções de baixo custo.

CONSULTE O MAPA AQUI


Polícia Civil apreende sistema de comunicação do condomínio de Bolsonaro

Foto: Alan Santos/Presidência da República
Foto: Alan Santos/Presidência da República

A Polícia Civil do Rio de Janeiro apreendeu nessa quinta-feira (7) o sistema de comunicação da portaria do condomínio na Barra da Tijuca, na Zona Oeste da cidade, onde o presidente Jair Bolsonaro (PSL) tem casas.

No local, morava o ex-policial militar Ronnie Lessa, um dos acusados pelos assassinatos da ex-vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. A informação é do jornal Estado de S. Paulo.

Segundo o jornal, a Polícia quer fazer uma nova perícia para esclarecer a entrada no condomínio, chamado Vivendas da Barra, de outro acusado da morte de Marielle e Anderson, o ex-PM Élcio Queiroz.

Um dos porteiros do condomínio afirmou, em depoimento, que para entrar no local no dia 14 de março de 2018 – data das mortes – Élcio teria informado que iria se dirigir à casa 58, onde morava Bolsonaro.

Foto: Divulgação

Segundo o funcionário, o “Seu Jair” teria atendido o o sistema de comunicação e autorizado a entrada do Élcio. Na mesma data, contudo, o então deputado federal teve registrada sua presença e voto na Câmara, em Brasília. O fato foi noticiado pelo Jornal Nacional. Segundo o Ministério Público carioca, o porteiro mentiu após uma perícia feita depois do caso vir à tona.

Nesta sexta-feira (8), a revista Veja publicou uma reportagem sobre o porteiro que prestou o depoimento que cita Bolsonaro. Alberto Jorge Ferreira Mateus foi localizado pela publicação, mas limitou-se a dizer que não poderia falar. “Eu não estou podendo falar nada. Não posso falar nada”, disse.

Ainda segundo a revista, Aberto Mateus mora em uma região dominada pela milícia. Familiares e amigos ouvidos pela reportagem disseram que ele está “acuado”. Para outro porteiro do condomínio localizado pela revista, Alberto pode estar sendo usado para “denegrir” a imagem de Bolsonaro.

A visão é de Tiago Izaias, dono da voz da gravação que foi mostrada pelo vereador Carlos Bolsonaro (PSC) para rebater o depoimento de Alberto. A perícia na gravação pelo MP carioca foi alvo de contestação. A Polícia Civil disse ao Estadão que não iria se pronunciar sobre a apreensão por se tratar de investigação sigilosa.


Primeira Casa Legislativa do Brasil vai ser requalificada pela Prefeitura de Olinda

A obra, que começa nesta quinta (7), tem previsão de conclusão para o fim de janeiro de 2020

A estrutura remanescente da Ruína do Senado, na Rua Bernardo Vieira de Melo, em frente ao Mercado da Ribeira, no Carmo, em Olinda, receberá um trabalho de recuperação, limpeza e conservação. A assinatura de uma Ordem de Serviço acontece nesta quinta-feira (7), 9h, no próprio local das ruínas. Na formalidade será comemorada antecipadamente a Data do Grito da República, celebrada no dia 10 de novembro, feriado municipal. As obras estão previstas para serem concluídas no fim de janeiro de 2020, e tem início imediato.

A intervenção proposta compreende a limpeza e consolidação da estrutura remanescente, constando de escoramento emergencial; estabilização dos espaços entre as pedras existentes e preenchimento de fendas e revestimento das fachadas. Integra ainda o serviço a realização de Ficha de Identificação de Danos, produção e fixação de material explicativo junto ao canteiro de obras e a apresentação de relatórios fotográficos e descritivos.

“Trata-se de monumento constituído de alvenaria em pedra e tijolo prensado com argamassa. Encontra-se em acelerado processo de degradação e depredação, com deslocamento de peças, fissura e sujidades. É um espaço histórico no nosso município, onde foi realizado o primeiro Grito de Independência das Américas, 70 anos antes da Revolução Francesa e 60 antes da dos Estados Unidos”, explicou a secretária executiva de Patrimônio, Ana Cláudia Fonseca.

O valor total da obra é estimado em 30 mil reais. O financiamento ocorre através do Fundo de Preservação.

História

Nesse lugar funcionava o Senado de Olinda, algo que hoje corresponderia à Câmara de Vereadores da cidade. Depois que foi fechado e o Poder Legislativo olindense foi transferido pra outro bairro, onde hoje é o prédio da Prefeitura Municipal, ruiu e acabou desmoronando. Lá, em 10 de novembro de 1710, Bernardo Vieira de Melo deu o primeiro grito em favor da fundação da República entre nós.

Serviço

Recuperação da Ruína do Senado

Data: quinta, 7 de novembro, a partir das 9h

Local: Rua Bernardo Vieira de Melo, em frente ao Mercado da Ribeira, no Carmo

Ação: assinatura de ordem de serviço e início das obras


Rio Ave promove arte pública do Recife em grande mural

Foram selecionadas 14 obras de arte de autoria de artistas pernambucanos e estrangeiros mapeadas pelo projeto Recife Arte Pública para estampar 200 metros de área, em Boa Viagem

Andando pelas ruas do Recife, ainda é possível encontrar monumentos do século XVII. Dá para olhar de perto, observar as texturas, formas e cores. E até tocar. São pelo menos 357 obras de arte públicas, entre painéis, murais, vitrais e esculturas, que foram mapeadas e revelam momentos da história e da identidade do povo pernambucano, em mais de cem pontos do Recife.

O mapeamento desse acervo tem como objetivo despertar o olhar para a arte instalada nos espaços públicos da cidade e proporcionar a conscientização do valor artístico, cultural e patrimonial presente nessas obras de arte – que muitas vezes passam desapercebidas, mas que estão presentes em ruas, parques, praças e edifícios públicos. O mapeamento foi realizado pelo projeto Recife Arte Pública, que contou com o apoio do Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (Funcultura PE).

Agora, parte dessas obras ganhará reforço para sua divulgação. O Grupo Rio Ave em parceria com a arquiteta e coordenadora do Projeto Recife Arte Pública, Lúcia Padilha, selecionou 14 obras de arte públicas para estampar, a partir do próximo mês, um painel de 200 metros em Boa Viagem. São obras de arte criadas por grandes nomes da arte pernambucana, como Francisco Brennand, Abelardo da Hora, Cícero Dias, Corbiniano Lins e Lula Cardoso Ayres. No mural, cada obra estará acompanhada de um breve resumo e um QR Code para o público conferir detalhes sobre o autor e onde ela está localizada. O código dá acesso ao site do projeto (recifeartepublica.com.br).

O mural coletivo intitulado Galeria Urbana irá divulgar a arte pernambucana existente nos espaços públicos do Recife, como também pretende ser uma ação educativa a toda a sociedade, revelando que a cidade do Recife é uma exposição permanente de obras de arte acessível a todas as pessoas. Muito da história e da identidade do povo pernambucano pode ser descoberta através da arte espalhada nas ruas, praças e parques da cidade.

Valorização
A Galeria Urbana pretende valorizar e resgatar a arte urbana da cidade. “Nossa ideia é contribuir proporcionando mais acesso a esse acervo, como também tornar mais agradável a paisagem urbana e o passeio pelas ruas do bairro”, adianta a diretora comercial do Grupo Rio Ave, Carolina Tigre. O mural – que terá formato de “u” – estará voltado para a Avenida Conselheiro Aguiar, Rua Padre Carapuceiro e Rua dos Navegantes.

Para melhorar a experiência de quem quiser apreciar a galeria urbana mais de perto, e até mesmo fazer fotos, a empresa requalificou a calçada que contorna o grande mural. “O Recife é uma cidade privilegiada e esse acervo conta a história da cidade e da construção da identidade do povo pernambucano, como também faz homenagens a fatos que marcaram a história do Brasil ao longo de quase cinco séculos”, comenta a arquiteta e coordenadora do projeto Recife Arte Pública, Lúcia Padilha.

Conscientização patrimonial
A pesquisadora informa que outro resultado do projeto Recife Arte Pública é a publicação de um livro de conteúdo educativo. O material terá distribuição gratuita para professores e professoras para que possam utilizar a arte pública como recurso educativo para as suas aulas. O exemplar – que também recebe apoio do Funcultura – poderá ainda ser utilizado por qualquer pessoa interessada na arte pública da cidade. “Nossa intenção é realizar trabalhos educativos e promover a conscientização patrimonial, levando o conhecimento desse acervo a toda a sociedade”, ressalta Lúcia.

Fotografias e grafitagem para embelezar a cidade
Em iniciativas anteriores, o Grupo Rio Ave já usou os muros dos seus empreendimentos como espaço para divulgação e valorização da arte e embelezamento da paisagem urbana. Uma delas foi uma série de fotografias de lugares marcantes e ícones da cidade que foram aplicados em tapumes de quatro torres, envolvendo 746 metros quadrados.

Outro projeto foi o Avenida Colorida, que transformou sete tapumes de empreendimentos em obras de arte. Por meio do grafite, sete murais ganharam vida e cores pelas mãos de Galo de Souza e uma equipe de jovens grafiteiros, que uniram tinta e criatividade para comunicar arte, elementos ligados à história da cidade e da cultura regional. No total, cerca de um quilômetro foi pintado em tapumes nos bairros de Boa Viagem, Pina, Ilha do Leite, Jaqueira e Barra de Jangada.

#Saiba quais são as 14 obras que estamparão a Galeria Urbana:

-Vitrais Jarros de Flores – De Aurora de Lima, no Cinema São Luiz;

-Mural Abolição – De Abelardo da Hora, na Rua do Sol;

-Os violeiros – De Abelardo da Hora, no Parque 13 de Maio;

-Monumento ao Maracatu – De Abelardo da Hora, no Forte das 5 Pontas;

-Rosas dos Ventos. De Cícero Dias, no Marco Zero;

-Mural Frei Caneca. De Cícero Dias, na Casa da Cultura Luiz Gonzaga;

-Revoluções Pernambucanas. De Corbiniano Lins, na Praça Abreu e Lima;

-João Cabral de Melo Neto. De Demétrio Albuquerque, na Rua da Aurora;

-Divindades Greco-romanas. De Fundição J.J. Ducel & Fils, na Praça da República;

-Mural da Reitoria da UFPE. De Francisco Brennand, na Cidade Universitária;

-Parque das Esculturas. De Francisco Brennand, no Marco Zero;

-Mural Batalha dos Guararapes. De Francisco Brennand, na Rua das Flores;

-Painel Cinema São Luiz. De Lula Cardoso Ayres, no Cinema São Luiz;

-Vitral Abstrato. De Marianne Peretti, na Igreja Nossa Senhora de Fátima, em Boa Viagem.


Cabo de Santo Agostinho é a oitava cidade a receber implantação de esgotamento sanitário pelo Programa Cidade Saneada

cidade saneada

O Cabo de Santo Agostinho, um dos principais polos industriais de Pernambuco, e que reúne atrativos turísticos como as praias do Paiva e de Gaibu, está recebendo uma importante obra estruturadora de implantação do Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) do município.

Estão sendo investidos R$ 45 milhões na implantação da primeira etapa do SES que beneficiará mais de 30 mil pessoas moradoras dos bairros da Charnequinha, Cohab, Centro e Vila Social Contra Mocambo (São Judas Tadeu).

O Cabo é a oitava cidade da Região Metropolitana do Recife contemplada com obras de implantação de serviços de coleta, transporte e tratamento de esgoto por meio do Programa Cidade Saneada, a Parceria Público Privada (PPP) do Saneamento executada pelo Governo do Estado. O prazo de conclusão do empreendimento é julho de 2021.

A obra conta com quatro frentes de serviços atuando nas escavações e no assentamento de rede coletora de esgoto em ruas dos bairros da Charnequinha e Vila Social Contra Mocambo.

No total, está prevista a implantação de 24 quilômetros de tubulações nos quatro bairros, além da melhoria operacional de outros 21 quilômetros de redes já existentes nessas localidades. A primeira etapa do sistema também será composta por quatro estações elevatórias de esgoto (unidades de bombeamento) e uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE).

“Essa obra é muito importante para o Cabo de Santo Agostinho, porque além de melhorar e expandir a infraestrutura de esgotamento sanitário, também contribuirá para a melhoria da saúde pública e o desenvolvimento da cidade”, pontua a presidente da Compesa, Manuela Marinho, informando que é esperado, durante o período da obra, a geração de 330 empregos diretos e indiretos, como vagas de carpinteiro, pedreiro, servente e operador de retroescavadeira. 

Ao longo da obra, as intervenções serão realizadas sempre de segunda a sexta-feira, no horário das 7h às 17h, e caso haja necessidade de ultrapassar esse período, a população do entorno será informada pelas equipes do Plantão Social.

Outras medidas também são empregadas para minimizar os impactos da obra, como uso de plataformas em aço para garantir a mobilidade de pedestres e veículos, sinalização de desvios no trânsito e prioridade no fechamento de valas. 

Com a conclusão da primeira etapa da obra, o Cabo de Santo Agostinho terá 20% da cidade com serviços de coleta e tratamento de esgoto.


Orquestra Criança Cidadã comanda abertura na Cúpula dos Brics

Orquestra Criança Cidadã – Foto: Divulgação

A Orquestra Criança Cidadã, formada por meninos carentes do Coque, vai abrir a 11ª Cúpula dos Brics, na próxima quarta-feira (13), no Palácio Itamaraty, em Brasília.

O programa contemplará arranjos de músicas folclóricas de cada um dos países visitantes: Rússia, China, Índia e Africa do Sul. Os garotos também vão mostrar nossos ritmos como samba, sertanejo, e, claro, o frevo de Pernambuco.

Vale lembrar que os meninos já tocaram para o presidente Jair Bolsonaro, a ex-presidente Dilma Rousseff e até se apresentaram no Vaticano, a convite do Papa Francisco.

Orquestra Criança Cidadã – Foto: Divulgação

In Loco abre 90 vagas de emprego no Recife

Maioria dos postos ofertados é para a área de desenvolvimento. Interessados devem cadastrar currículos no site jobs.kenoby. com/inlocoglobal

In Loco

Empresa de inteligência de localização, a In Loco está abrindo vagas de empregos para profissionais de diversas áreas. Para o Recife, serão 90 vagas na empresa, localizada no Bairro do Recife – em São Paulo serão 10 vagas. A maioria desses postos será para a área de desenvolvimento, que contempla desenvolvedores front, backend e full-stack.

Além desses, terão oportunidades também para analista de dados, atendimento, vendedor, entre outros. Segundo a empresa, os salários são bem variados, a depender da experiência, cargo e mais avaliações. Para a vaga de estágio inicial de engenharia de software, por exemplo, o salário é de R$ 2.500.

Esses novos cargos foram anunciados após a In Loco receber aporte de US$ 20 milhões dos fundos Valor Capital e Unbox Capital em Series B. “Esse processo vem do crescimento da empresa, por isso essas novas contratações no mercado. A In Loco cresce, em média, cerca de 100% ao ano em seu faturamento”, disse a diretora de pessoas da empresa, Thaís Cavalcante, ao complementar que há posições para Pessoas com Deficiência (PcDs) em qualquer posição da empresa. Atualmente, a In Loco tem algumas parcerias com as principais universidades do Nordeste com o objetivo de reter talentos na região.

Os interessados devem cadastrar os currículos no site <https://jobs.kenoby.com/inlocoglobal>. O processo seletivo inclui análise do currículo, entrevista com a área de pessoas, prova técnica e teste de idiomas. Além dos benefícios constitucionais, a In Loco também oferece propósito e possibilidade de crescimento atrelado à performance.

“Estamos construindo uma empresa que será a plataforma da Internet das Coisas, entregando ao consumidor a conveniência do digital, mas garantindo o seu direito à privacidade. Quem se identificar com nosso propósito e quiser crescer junto é só se aplicar. São mais de 100 oportunidades”, disse o CEO da empresa, André Ferraz. Alguns dos benefícios que os contratados terão são: vale refeição e/ou vale alimentação, vale-transporte, Uber ou estacionamento, e seguro saúde e odontológico.

Jaboatão

A Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes promove, na próxima sexta-feira (8), evento no qual serão ofertadas mais de 200 vagas de empregos para pessoas com deficiência em empresas da iniciativa privada sediadas no município. A ação, coordenada pela Secretaria Executiva de Trabalho, Qualificação e Empreendedorismo, faz parte do Dia D da Pessoa com Deficiência e/ou Reabilitada do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Interessados em participar da seleção poderão comparecer à Universidade dos Guararapes (UniFG), em Piedade, das 8h às 16h. Algumas das vagas são: assistente administrativo, promotor de vendas, fisioterapeuta e nutricionista. Para concorrer, é preciso levar carteira de trabalho, RG, CPF, comprovante de residência, laudo caracterizador e exames médicos referentes ao tipo de deficiência.


Projeto Pró-Capibaribe chega à Ilha de Deus neste sábado

Créditos: Divulgação

Com o objetivo de preservar a vida do mangue e das espécies que vivem no rio, o movimento Pró-Capibaribe vai reunir voluntários na tarde deste sábado (9). O quarto mutirão da limpeza vai sair às 13h da Rua da Aurora, em Santo Amaro, com destino a Ilha de Deus, no Pina, zona Sul do Recife. 

O vereador Rodrigo Coutinho, um dos organizadores e voluntários da ação, conta que a expectativa é que a partir da navegação pelo Capibaribe seja possível recolher os lixos que se concentram na superfície, ajudando os catadores de marisco da região. 

“Os moradores daquela região estão sofrendo as consequências das manchas de óleo no nosso litoral, mesmo não tendo a produção de mariscos atingida pelo desastre que ocorreu nos últimos dias. Tem muita gente sem ter o que comer e nossa intenção é chamar atenção da população para a economia da Ilha e preservação do rio, fonte de renda deles ”, explica. 

Para participar não é necessário efetuar inscrição prévia. Basta chegar no dia, horário e local marcados usando roupas leves e galocha ou sapato que suporte a umidade do rio.

As luvas, sacos para descarte dos lixos e água para consumo serão entregues gratuitamente no momento da ação. A expectativa é que ao menos uma tonelada de lixo seja retirada manualmente pelos participantes.

Nesta quarta edição, um barco da ECOFROTA de limpeza urbana vai ficar responsável por direcionar os resíduos para reciclagem. O movimento do Pró-Capibaribe acontece desde abril deste ano e já retirou ao todo 2,5 mil resíduos do manguezal. Todo o material retirado do rio é encaminhado para uma cooperativa de catadores de material reciclável.


História da antiga Estação Ferroviária de Garanhuns será lembrada em visitações guiadas

Projeto ocorrerá por temporada, aos sábados, a partir dia 09 de novembro, até 14 de dezembro

A Secretaria de Cultura de Garanhuns, buscando disseminar a história do município através do seu contexto histórico inicia, no próximo sábado (09), o projeto ‘Visitação guiada no Centro Cultural’. A ação consiste num passeio pelas instalações internas e externas do prédio que abriga o Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti e o Teatro Luiz Souto Dourado, sempre aos sábados, das 10h às 13h, a partir de 09 de novembro, até dia 14 de dezembro. Ao todo, serão seis sábados de um verdadeiro mergulho pelo local, conhecido como a antiga Estação Ferroviária de Garanhuns. Os passeios serão abertos à população e os turistas, gratuitamente, não sendo preciso agendamento prévio.

A visitação, idealizada em parceria com o historiador Cláudio Gonçalves, que também será o guia das visitas, compreenderá um tempo estimado de 15 a 20 minutos. A expectativa é que, a cada sábado do período, sejam feitas 10 visitas, sejam elas individuais ou coletivas. “Espero ver a história sendo divulgada. O centro cultural é a nossa antiga estação ferroviária, inaugurada em 1887, e ela faz parte do processo de criação da malha ferroviária de Pernambuco, colaborando para uma revolução na economia, na cultura, na prestação de serviços e nos meios de comunicação de Garanhuns e da região. É um prédio histórico com muitas lendas, e essa visitação vai aproximar a população com a história”, adianta o professor.

Serviço — Visitação guiada na antiga Estação Ferroviária

Período: 9, 16, 23 e 30 de novembro; e 7 e 14 de dezembro

Horário: 10h às 13h

Local: Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti, em frente à Praça Dom Moura

Outras informações: Secretaria de Cultura | (87) 3762.7077