Pernambuco na rota da alta conectividade

Com investimento de R$ 200 milhões, sistema de cabos submarinos que será ligado ao Recife aumentará competitividade do Porto Digital.

Os dados são o petróleo do Século 21. Essa é a perspectiva lançada por especialistas do mundo inteiro para o novo cenário da economia global que está sendo desenhado. Nesse contexto, o recente anúncio da vinda de uma rede de transmissão via cabos submarinos para o Recife, pela norte-americana Seaborn Networks, ganha relevância maior para a economia pernambucana. A nova infraestrutura, prevista para operar em 2021, reforça a competitividade do polo de tecnologia local ao colocar o Estado na rota mundial de tráfego de dados em alta velocidade.

Há uma expectativa do poder público e de empresários de que essa operação abrirá o caminho para a atração da instalação de data centers no Recife. Tratam-se de centros que recebem servidores e equipamentos de armazenamento e processamento de dados. “O investimento foi de R$ 200 milhões feito pela Seaborn Networks e por um grupo de empresários pernambucanos.

O Estado tem uma posição geográfica estratégica e favorável e a nossa expectativa agora é de virarmos um hub de data center”, afirmou o secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (Sdec), Bruno Schwambach, em reunião da Rede Gestão.

O secretário disse que foram dois anos de negociação para concretizar esse empreendimento, que deverá entrar em operação no segundo semestre de 2021. Schwambach explicou que atualmente toda conexão do Nordeste e de alguns outros Estados do Brasil sobem para Fortaleza via terrestre, o que reduz a competitividade local. “Isso torna a conexão mais cara e de menor qualidade”.

Schwambach: “Estado tem uma posição geográfica estratégica e a nossa expectativa agora é de virarmos um hub de data center”.

Atualmente a corporação norte-americana envolvida no negócio já realizou a instalação de 260 mil km de cabos ópticos submarinos pelo mundo. No caso do Recife, o trabalho será uma conexão de 500 quilômetros da costa pernambucana até um cabo submarino da empresa que conecta São Paulo e Nova Iorque (veja o gráfico na página ao lado).

Essa conexão Brasil-Estados Unidos tem uma extensão total de 10,5 mil quilômetros, que foi fruto de um aporte de US$ 290 milhões. A Sdec informou que a velocidade de transmissão será de 12 Tbps (terabits por segundo) e a tecnologia a ser implementada será da multinacional de telecomunicações francesa Alcatel-Lucent.

Silvio Meira, um dos idealizadores do Porto Digital, considera esse investimento uma das melhores notícias sobre infraestrutura de Pernambuco dos últimos anos. “Na prática, o Recife passa a estar no mesmo patamar de conectividade global de São Paulo e Nova Iorque.

Entramos, agora, na primeira classe da internet mundial. Isso faz com que o Recife se torne um ponto estratégico na conectividade brasileira à internet global, começando a passar por aqui não só esse cabo, mas uma parte significativa das comunicações digitais e interações entre o Brasil e o mundo”.

De acordo com o especialista, é possível comparar esse momento como uma espécie de abertura de “portos digitais” às nações do mundo. “Se olharmos lá para 1808, tivemos a abertura dos portos do Brasil para as nações amigas.

O que estamos fazendo agora é uma abertura não só do Estado para o mundo inteiro, porque a internet é global, mas estabelecendo o Recife como um dos pontos centrais desta conectividade nas Américas”.

Pierre Lucena, presidente do Porto Digital, destaca que com a operação dessa infraestrutura, o Recife poderá receber data centers de grande porte. “Hoje os maiores do mundo são de empresas como Google, Facebook e Amazon. Temos data centers aqui, mas nenhum de grande porte. Com essa nova conectividade teremos a capacidade de atrair um de nível global”, ressaltou.

Além da melhor performance da conexão para o Recife, que como um todo é ainda de baixa qualidade, Pierre Lucena, destacou o aumento do potencial de atração de grandes empresas para a cidade. “O impacto será grande.

Hoje buscamos grandes players para o Recife, mas temos problemas com a conexão, já que temos uma rede com muita instabilidade. Uma parcela substancial das empresas a se instalar precisa de grandes data centers próximos”.

Serão 500 km de conexão de fibras óticas da costa pernambucana até um cabo submarino que conecta São Paulo e Nova Iorque.

O prefeito do Recife, Geraldo Julio, também destacou a importância do empreendimento para a competitividade do setor de serviços da capital pernambucana, que terá a capacidade de atrair empresas que dependem de comunicação direta com as Américas, Europa e Ásia. “O investimento mostra a força do nosso polo tecnológico e abre as portas para que possamos explorar todo o potencial do nosso setor de serviços modernos”.

Para além do Recife, o secretário estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, Aluísio Lessa destacou que a melhoria no serviço de conexão deverá se estender para o interior. “O Governo de Pernambuco dispõe da rede de fibra ótica terrestre, com cerca de 1,2 mil km ligando o Recife a Araripina.

Serão conectados 20 municípios-polo ao longo desse trecho, garantindo internet de alta velocidade de até 10 gigabytes. Com a chegada do cabo submarino, vamos interligar Pernambuco ao mundo”.

*Rafael Dantas é repórter da Revista Algomais e assina a coluna Gente e Negócios


Porto Digital em Caruaru sedia maratona global de empreendedorismo

Foto: Divulgação

O Armazém da Criatividade – unidade avançada do Porto Digital em Caruaru – recebe, de 25 a 27 de outubro, o Techstars Startup Weekend, evento de incentivo ao empreendedorismo voltado para desenvolvimento de ideias que solucionem problemas locais. Serão 54 horas de conteúdo, networking e inovação. As inscrições estão abertas em http://bit.ly/ACC_sw2019 e integrantes de todas as áreas do conhecimento podem participar.

O Startup Weekend é um evento internacional criado pela aceleradora estadunidense Techstars em parceria com o Google for Startups. A missão é conectar empreendedores nas soluções de problemas reais, em que todas as etapas de mentorias e desenvolvimento de ideias serão realizadas em equipe e de forma acelerada, para que ao final das 54 horas de maratona, as ideias desenvolvidas estejam estruturadas para o mercado.

“O Armazém da Criatividade é um equipamento de fomento para o empreendedorismo do Agreste. Buscamos sempre trazer eventos que vão agregar à experiência dos empreendedores com conexões e parcerias. O Startup Weekend é o maior evento de empreendedorismo do mundo para encontros e soluções”, comentou o Coordenador de Inovação e Negócios do Armazém da Criatividade, Silvio Vital.

Os problemas a serem debatidos e que servirão de base para ideias de startups serão apresentados no início da maratona, que contará com mentores do mercado para auxiliar os empreendedores no desafio. O Techstars Startup Weekend Caruaru conta com o patrocínio no Sebrae, Banco Bs2 e English Way.

Serviço

Techstars Startup Weekend

25 a 27 de outubro

Armazém da Criatividade – Polo Caruaru

Inscrições: http://bit.ly/ACC_sw2019


Iniciativas que transformam vidas no Recife

Peniel Ações Sociais e Autismo Compartilhar Solidariedade inauguram centro de acolhimento para famílias sem recursos ou com membros autistas, neste domingo (20)

Os projetos Peniel Ações Sociais e Autismo Compartilhar Solidariedade se uniram em torno de um sonho em comum: ajudar quem mais precisa. É com esse objetivo que neste domingo (20), as entidades inauguram um centro de acolhimento, no bairro de Dois Unidos. A ocasião é comemorada com uma festa pelo mês das crianças, a partir das 13h.

“Teremos brincadeiras como pula-pula, piscina de bola, corrida de ovo, quebra panela, além de palhaços e super-heróis para divertir os pequenos. Também ofereceremos gratuitamente pipoca, cachorro quente e picolé para aquelas famílias que não tiveram condições de comemorar o Dia das Crianças”, adianta Peniel Souza, fundador do projeto Peniel.

Para viabilizar as ações de ambas as iniciativas, o centro passou por uma grande reforma realizada com doações e, atualmente, conta com nove cômodos. “A ideia é termos um espaço onde possamos arrecadar, organizar, reformar e distribuir as doações que recebemos de amigos, empresas e voluntários”, diz Peniel.

Já o Autismo Compartilhar Solidariedade utilizará alguns cômodos do centro para atender famílias com membros autistas ou pessoas com autismo, que não têm acesso a orientação e tratamento. “A ideia é acolher quem recebeu o diagnóstico e não sabe o que fazer”, explica Carlos Nascimento, fundador do projeto.

Além de orientar esses grupos familiares, com palestras, atividades e informação, a iniciativa prestará atendimento gratuito especializado aos sábados, das 14h às 18h. “Temos voluntários em fonoaudiologia, psicologia, terapia ocupacional, arteterapia, terapia naturalista, massoterapia, orientação jurídica e outras áreas, que vão atender pacientes dentro do espectro autista”, explica Telma dos Anjos, vice-coordenadora da entidade.

Outra frente de atuação é o incentivo a pessoas com autismo e seus familiares. “Nosso trabalho é conscientizar as famílias de que aceitação é o melhor remédio. Amor e paciência são o segredo para cuidar de um filho autista, tenha ele o grau que tiver”, recomenda Carlos. Para ele, o orgulho autista é muito importante. “Não podemos nos envergonhar do que somos, como agimos ou nos comportamos. Independente do autismo, somos seres humanos e temos a capacidade de fazer tudo o que quisermos e, principalmente, de sermos felizes”, avalia.

O centro de acolhimento também oferecerá aulas de música, artesanato, artes marciais, inglês, espanhol e culinária. Também prestará alguns serviços gratuitos como corte de cabelo, design de sobrancelhas, casamento coletivo e emissão de documentos.

Serviço:

Inauguração centro de acolhimento Peniel Ações Sociais e Autismo Compartilhar Solidariedade

Quando: Domingo, 20 de outubro de 2019

Horário: Das 13h às 18h

Endereço: Rua Leoncio Rodrigues, 75. Dois Irmãos.


Cecilia Macedo e Thamer Daher abrem espaço para recuperação de cabelos no Recife

Cecilia Macedo e Thamer Daher abrem espaço para recuperação de cabelos
Projeto do espaço de Ciça. Foto Divulgação

Cecilia Macedo e Thamer Daher abrem, em novembro, na Conselheiro, o DC Beauté, com projeto de Diogo Viana.

O espaço de beleza é voltado para cabelo com foco no tratamento, terapias + loja de cosméticos e capilares, maquiagens. Vai ter também local para treinamento e estética.

O foco é ser um espaço para dar vida nova ao fio; não terá serviço de química e sim de tratamento.

Cecília é dona de um dos Instagram mais movimentados da área de estética: o @dicasdecosmeticos.


Gol já transportou quase 200 mil clientes entre Brasil e Chile

Daniela Araújo, da Gol, e César Ramírez, do Serviço Nacional de Turismo do Chile (Sernatur)
Daniela Araújo, da Gol, e César Ramírez, do Serviço Nacional de Turismo do Chile (Sernatur)

A Gol já realizou o transporte de 200 mil passageiros nos seus voos operados entre o Brasil e Chile em 2019. Segundo a gerente executiva de Mercados Internacionais da companhia, Daniela Araújo, é um volume muito representativo.

“Nos nossos voos a ocupação média é de 80% nas frequências entre Brasil e Chile, o que também nos deixa satisfeitos, mas claro que sempre queremos mais”.

“O intuito é apostar em novas rotas e frequências, trabalhando em conjunto com entidades de fomento ao Turismo para desenvolver o setor. Dessa maneira, levamos brasileiros a destinos internacionais e trazemos também estrangeiros para conhecer as belezas do País”, comenta Daniela, durante roadshow do destino em São Paulo

“Iniciamos em julho a rota Santiago-Recife, na qual colocamos muita expectativa porque há muito espaço para trabalhar a praia brasileira para o público chileno, assim como conectar o Nordeste ao frio e ao Turismo que é, de maneira geral, bastante diferente no Chile.

Nessa rota temos uma frequência semanal, aos sábados, saindo de Santiago no meio da tarde e retornando no final da noite. Além disso, servimos mais três destinos com voo para o Chile, que são Guarulhos (SP), com duas frequências diárias, Galeão (RJ), com uma, e Foz do Iguaçu com a sua frequência semanal na alta temporada.”


Leilão de energia movimenta R$ 44 bilhões em nove estados

A capacidade é capaz de atender 1,5 milhão de residências

Energia

O leilão para geração de energia a partir de novos empreendimentos realizado nesta sexta-feira (18) movimenta R$ 44 bilhões em contratos para uma potência de 2,9 gigawatts. A capacidade é capaz de atender 1,5 milhão de residências. Desse total, 1 gigawatt será fornecido por usinas eólicas, 734 megawatts por térmicas a gás e 530 megawatts por fontes solares.

O secretário de Planejamento e Desenvolvimento Energético do Ministério de Minas e Energia, Reive Barros, classificou o leilão como um sucesso. “Estamos adquirindo a energia suficiente e necessária para atender o crescimento do mercado”.

Para ele, as contratações levam em consideração a previsão para que o país volte a ter crescimento econômico a partir do ano que vem.A energia será oferecida por usinas hidroelétricas, de energia solar, eólica, movidas a gás e biomassa. Os empreendedores farão um total de R$ 11,1 bilhões em investimentos. O preço médio, de R$ 176 pelo megawatt/hora ficou 33,7% abaixo dos valores de referência.

Pela manhã, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, disse que a contratação de fontes renováveis também é uma forma de tornar a matriz energética brasileira cada vez mais sustentável. “Essa questão da transição energética leva também a uma diversificação da nossa matriz e a um balanceamento também para que a gente tenha segurança energética que permita um crescimento sustentável do país”.

A energia será oferecida por usinas hidroelétricas, de energia solar, eólica, movidas a gás e biomassa. Os empreendedores farão um total de R$ 11,1 bilhões em investimentos. O preço médio, de R$ 176 pelo megawatt/hora ficou 33,7% abaixo dos valores de referência.

Com total de 91 geradores, 44 são fontes eólicas e 27 de usinas hidroelétricas. Há ainda 11 empreendimentos de energia solar e nove usinas termelétricas. O preço médio das geradoras hidroelétricas ficou em R$ 205,78, das eólicas em R$ 98,89, das térmicas em R$ 188,88 e das solares em R$ 84,39.

Contratos

Os geradores deverão fornecer a energia contratada a partir de 2025. Os contratos com as hidrelétricas têm validade de 30 anos, os com as térmicas de 25 anos e os termos com as eólicas e solares, 20 anos.

Os contratos serão assinados por nove distribuidoras. A Light, do Rio de Janeiro, foi responsável por 38% do volume negociado e a Cemig, de Minas Gerais, por 15%. Também participaram a Boa Vista Energia (Roraima), a Ceal (Alagoas), a Celpe (Pernambuco), a Cemar (Maranhão), Cepisa (Piauí), Celpa (Pará) e Coelba (Bahia).

Por: Agência Brasil


Polo de Confecções do Agreste Pernambucano terá plataforma e-commerce

A expectativa é que a implantação da plataforma movimente cerca de R$ 40 milhões em negócios já nos primeiros 12 meses

O volume gerado em negócios chegou a R$ 22 milhões na última edição da Rodada de Negócios da Moda Pernambucana

Segmento de confecções de Pernambuco, o Polo de Confecções do Agreste, um dos principais agentes da economia do interior do Estado, está prestes a atingir um novo patamar. A estrutura e a gestão da Rodada de Negócios da Moda Pernambucana (RNMP) serão, em breve, integradas a uma plataforma B2B (Business to Business) de e-commerce.

Um convênio entre a Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper) e Associação Comercial e Empresarial de Caruaru (Acic) irá implementar a plataforma com objetivo de impulsionar negócios e acordos comerciais para o local. Inicialmente, 120 indústrias serão beneficiadas e, em um segundo momento, mais 150 empresas. A expectativa é que a implantação da plataforma movimente cerca de R$ 40 milhões em negócios já nos primeiros 12 meses.

O objetivo principal é sanar uma fragilidade do modelo comercial do setor, que observa as negociações caírem quando as rodadas não acontecem. O orçamento do convênio é de mais de R$ 290 mil, sendo 85% aplicados pelo Estado e 15% pela Acic. O secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Bruno Schwambach, explica que o convênio ressalta exatamente a missão do “Força Local”, que é dar aos arranjos produtivos a estrutura e as condições para impulsionar o crescimento deles.

“A cadeia de confecções movimenta R$ 5,6 bilhões por ano e emprega 250 mil pessoas em cerca de 40 municípios, incluindo as principais cidades do Agreste. É um setor forte, que responde rápido a qualquer estímulo”, destaca. Ainda de acordo com Schwambach, a ferramenta pretende potencializar as compras e as fabricações, além de melhorar a economia de toda a região. “Os empresários serão cadastradas em um site voltado para compra entre empresas, onde terá um trabalho de inteligência comercial. Vale ressaltar que não é um site voltado para o consumidor final”, destaca o secretário.

De acordo com o presidente da AD Diper, Roberto Abreu e Lima, a implantação da plataforma de fato reposiciona as empresas e indústrias de confecção do Agreste, já que vai colocar a produção local na vitrine. “É outro ganho da criação da plataforma. Pensar as empresas do estado em unidade. Com o ecossistema de negócios implantado, vai ser possível pensar soluções de marketing e para a área comercial, de comunicação e até de tecnologia e logística, já que pode ser pensada a forma de se consolidar pedidos para buscar soluções logísticas integradas para a entrega. A plataforma passa a ser um item do planejamento do segmento de confecções do Estado”, detalha.

Para o coordenador da Rodada de Negócios da Moda Pernambucana da Acic, Wamberto Barbosa, o projeto de fato promoverá um grande impulsionamento ao Polo de Confecções, fortalecendo a presença dele no mercado B2B. “É um negócio que usa ferramentas de inteligência comercial e inovação tecnológica e está lastreado em um evento já consolidado. A ideia é permitir ao empresário pernambucano criar oportunidades no mercado virtual, que, já de início, conta com um ambiente negocial robusto da RNMP, com um ecossistema com cerca de 800 varejistas nacionais e cerca de 150 indústrias pernambucanas”, explica.


MPF nos nove estados do Nordeste vai à Justiça por plano federal de contingência do óleo

Para o MPF, União “se mantém omissa, inerte, ineficiente e ineficaz”. Óleo já afetou todos os nove estados do Nordeste

Óleo voltou a atingir as praias pernambucanas nesta quinta-feira (17) / Foto: Bruno Campos/JC Imagem
Óleo voltou a atingir as praias pernambucanas nesta quinta-feira (17)
Foto: Bruno Campos/JC Imagem

O Ministério Público Federal (MPF) entrou, nesta sexta-feira (18), com uma ação contra o Governo Federal pedindo que a Justiça obrigue a União a acionar o Plano Nacional de Contingência de Incidentes de Poluição por Óleo em Águas sob Jurisdição Nacional. Para o órgão, a União “se mantém omissa, inerte, ineficiente e ineficaz” diante da situação que afeta todo o litoral do Nordeste. 

A ação pede que a União acione o Plano, instituído em 2013, que detalha responsabilidades do Governo em casos de acidentes como este, que já atingiu, segundo nota do MPF, 2,1 mil quilômetros da costa nordestina. Todos os nove estados da região foram afetados.

O intuito é os órgãos responsáveis – Ministério do Meio Ambiente, Ministério de Minas e Energia, Ministério dos Transportes,  Secretaria de Portos da Presidência da República, Marinha do Brasil, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e  Secretaria Nacional de Defesa Civil – tomem atitudes para diminuir os impactos e prejuízos causados pela presença das manchas no mar e nas faixas de praia. 

Multa

Caso haja acato da Justiça e as determinações não sejam cumpridas, o MPF determina multa diária de R$ 1 milhão.

JC Online


População une esforços para conter manchas de óleo em praias do Nordeste

Marinha, Petrobras e Defesa Civil de Pernambuco instalaram boias de contenção para evitar que a substância chegue a outros pontos

Voluntários entraram no mar para retirar óleo e evitar que o material se espalhe / Foto: Arnaldo Carvalho/JC Imagem
Voluntários entraram no mar para retirar óleo e evitar que o material se espalhe
Foto: Arnaldo Carvalho/JC

Após o reaparecimento de manchas de óleo na praia de São José da Coroa Grande, no Litoral Sul de Pernambuco, nessa quinta-feira (17), a população da cidade se uniu às autoridades para ajudar na remoção do material, que é encontrado de forma esparsa em alguns pontos da praia, na divisa com Peroba, em Alagoas.

Segundo a presidente da Colônia de Pescadores da cidade, Enilde Lima, os profissionais estão mobilizados para ajudar as autoridade, inclusive, pondo seus barcos à disposição. “Há embarcações nossas à disposição para ajudar nessa situação. Inclusive, alguns pescadores já foram para o mar e para a várzea do [Rio] Una. Estamos mobilizados para ajudar”, disse. “A preocupação da gente é não chegar nos corais do [Rio] Una, que é o berçário de tudo”, completou.

A recomendação da Marinha é que os moradores não entrem em contato com o material sem usar luvas e botas, porque a substância é considerada tóxica.

Galeria de imagens

Foto: Arnaldo Carvalho/JC Imagem
Foto: Arnaldo Carvalho/JC Imagem
Legenda

Boias de contenção

Com o objetivo proteger e preservar os mananciais pernambucanos do contato com a substância oleosa identificada em diversas praias do litoral nordestino, a Marinha, a Petrobras e a Defesa Civil de Pernambuco instalaram boias de contenção na foz do Rio Pissinunga, que marca a divisa entre Pernambuco e Alagoas, e no Rio Una.

O prefeito da cidade, Pel Lages, disse que aproximadamente 200 pessoas devem participar da remoção da substância quando a maré baixar, o que só deve acontecer por volta das 12h. “Nós estamos mobilizando cerca de 200 pessoas, entre voluntários e marinheiros para, assim que o mar baixar, por volta do meio-dia, possamos recolher esses resíduos”, falou.

Estado de emergência

Em menos de 24 horas após o reaparecimento de manchas de óleo, a prefeitura de São José da Coroa Grande decretou, na noite dessa quinta-feira (17), estado de emergência na região. Lembrando que no dia 25 de setembro, os moradores já haviam encontrados fragmentos de óleo nas praias.

O decreto, que já foi assinado, foi publicado no Diário Oficial do Estado nesta sexta-feira (18) e começou a vigorar automaticamente. 

Praias que foram afetadas em Pernambuco

Desde que as primeiras manchas foram identificadas no litoral do Nordeste, 15 praias de Pernambuco receberam vestígios esparsos do material, mas atualmente não há registro de óleo nestas praias, segundo o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

•Boa Viagem – Recife – oleada/vestígios esparsos

•Praia Del Chifre – Olinda – oleada/vestígios esparsos

•Candeias – Jaboatão dos Guararapes – oleada/vestígios esparsos

•Piedade – Jaboatão dos Guararapes – oleada/vestígios esparsos

•Praias de Gamboa – Ipojuca – oleada/vestígios esparsos

•Praia de Nossa Senhora do Ó – Ipojuca – oleada/vestígios esparsos

•Porto de Galinhas – Ipojuca – oleada/vestígios esparsos

•Pau Amarelo – Paulista – oleada/vestígios esparsos

•Conceição – Paulista – oleada/vestígios esparsos

•Carneiros – Tamandaré – oleada/vestígios esparsos*

•Tamandaré – Tamandaré – oleada/vestígios esparsos

•Ilha Cocaia – Cabo de Santo Agostinho – oleada/vestígios esparsos

•Praia do Paiva – Cabo de Santo Agostinho – oleada/vestígios esparsos

•Praia do Forte Orange – Ilha de Itamaracá – oleada/vestígios esparsos

•Catuama – Goiana – oleada/vestígios esparsos

•Ponta de Pedras – Goiana – oleada/vestígios esparsos

Praias atingidas no Nordeste

JC Online


Festival Nacional do Frevo divulga nomes dos arranjadores convidados

Créditos: Divulgação

A Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Cultura e da Fundação de Cultura Cidade do Recife (FCCR), segue trabalhando nos preparativos para a realização das eliminatórias do Festival Nacional de Frevo, que ocorrem nos dias 22 e 23 de novembro, no Teatro Apolo.

Na última quarta-feira (16), parte dos compositores das 24 obras selecionadas participaram, junto com o maestro Nenéu Liberalquino, diretor musical e regente da orquestra do Festival, do anúncio dos músicos que irão trabalhar nos arranjos das criações classificadas. 

Edson Rodrigues, Clóvis Pereira, Marcos FM, Flávio Lima, Melquíades Claudino, Rogério da Paraíba e Marcos César são os arranjadores convidados pela Secretaria de Cultura do Recife.

Como premiação o Festival irá distribuir R$ 104 mil entre os vencedores, para garantir que os clarins possam se renovar e perpetuar tradição viva e vivida ao longo de todo o ano na capital pernambucana. 

Os prêmios serão de R$ 10 mil para os primeiros colocados nas quatro categorias; R$ 8 mil para os segundos; e R$ 6 mil para os terceiros colocados. Haverá premiação ainda para o melhor arranjo, no valor de R$ 5 mil, e para o melhor intérprete, no valor de R$ 3 mil. 

Confira a relação dos frevos e compositores selecionados para as eliminatórias:

FREVO CANÇÃO

Me Leva pro Céu – Getúlio Cavalcanti

Frevo Cacofônico – Jota Michiles

Sonho de Quixote – Carlinhos Monteverde e Junior Poeta

O último Raio da Lua – João Neto e Xico Bizerra

Carnaval Gostoso – Parrô Mello e João Vital da Silva

Cigana – Rosana Guerreiro Carneiro Leão


FREVO DE BLOCO

Quarta-feira sem Graça – Dulce Maria Bezerra de Carvalho

Das Flores – Xico Bizerra

Geninha, a Dama da Ribalta – Getúlio Cavalcanti

Passeio de Catamarã –  Bráulio de Castro e João Araújo

Resta Sorrir – Rafael Marques dos Santos e José Manoel de Carvalho Neto

Troças e Cordões – Mariana Disessa Brandão e Veruska Tavares Moreira


FREVO LIVRE INSTRUMENTAL – AUTORAL

Segunda, Terça e Quarta – Cacá Carvalho

Quebra Dentes – Victor Moreira Angeleas e Marcio Marinho de Souza

Sebastião Biano no Frevo – Alexandre Rodrigues de Lima

50 anos depois – Renato Bandeira da Silva

Confusão – Paulo Nascimento

Passeando na Praça – Bené Sena


FREVO DE RUA

Merengueiro – Jota Michiles

Mac Sedícias é Frevo – Julião Adelino Barbosa

9 de Fevereiro – Yrkison da Cruz Brasil

Isto é Pernambuco – Beto Hortis

Frevoar – Reginaldo de Siqueira Gomes

Saci Pererê – Bené Sena


‘RECIFE SEM MORDOMIAS’ : Você sabe quanto custa um vereador para os cofres públicos do Recife?

Campanha que quer cortar gastos e acabar com benefícios dos vereadores

Você sabe quanto custa um vereador para os cofres públicos do Recife?
Cada um dos 39 parlamentares custa, por mês, cerca de 85 mil reais. Anualmente, esse valor ultrapassa R$ 1 milhão nos cofres públicos – Foto: Reprodução/TV Jornal

Você sabe quanto custa um vereador para os cofres públicos? Um levantamento mostra que a Câmara de Vereadores do Recife está entre as que mais geram despesas, no país. Cada um dos 39 parlamentares custa, por mês, cerca de R$ 85 mil. Anualmente, esse valor ultrapassa R$ 1 milhão

Para se ter ideia, só em 2018, a câmara teve um gasto de R$146,6 milhões, quantia que deixa o órgão do Recife na 6ª posição entre os que mais gastaram dinheiro, em todo o Brasil. 

Esse dinheiro sai do bolso dos trabalhadores e cidadãos que fazem a cidade. “Poderia usar metade desse dinheiro para investir nos bairros mais pobres e em educação”, sugeriu um morador do Recife, que não quis se identificar. 

Para discutir uma forma de diminuir esses valores, a campanha Recife Sem Mordomias, elaborada por uma Organização Não Governamental (ONG), foi lançada, na noite desta quinta-feira (17). O movimento pretende acabar com todos os auxílios da câmara municipal e reduzir outros gastos. 

Confira a reportagem

Lançamento na Católica

O lançamento aconteceu as 19h, no Auditório G-4 da Universidade Católica de Pernambuco, no bairro da Boa Vista, área central do Recife. Todas as informações estão reunidas no site www.recifesemmordomias.com.br.

Valores – Salário e benefícios

  • Salário fixo: R$14.365
  • Auxílio-paletó: R$14.365 (Pago ao parlamentar no início e no fim do mandato, mesmo que ele não tenha sido reeleito)
  • Auxílio-alimentação: R$3.095
  • Combustíveis: R$2.300
  • Correios e telefonia: R$2.100 
  • Verba indenizatória: R$4.600

Expectativa para este ano

Para 2019, o previsto é que os gastos com a Câmara do Recife girem em torno dos R$155 milhões. Esse valor é superior ao orçamento de várias secretarias municipais que são fundamentais para a cidade, como o da Secretaria de Assistência Social (R$104,5 milhões) e da Secretaria de Cultura (R$85,4 milhões), além de ser quase três vezes maior que o da Secretaria de Habitação (R$56,5 milhões). 

A campanha

Caracterizada por um projeto de lei de iniciativa popular, a campanha busca cativar o público a conhecer como estão sendo usados os recursos da cidade. “Cansamos de ouvir que não há dinheiro. Dessa maneira, queremos provocar essa discussão, pois acreditamos que o coração da política está aí. É no orçamento público que enxergamos as prioridades de uma gestão, de um governo”, afirmou o coordenador da ONG Seja a Mudança, Igor Sasha. 

Apoio da OAB

A Ordem dos Advogados de Pernambuco (OAB-PE) apoia a ideia. “Nós acreditamos que é um valor realmente alto e, pior ainda, não há uma prestação de contas desses valores. Verbas que deveriam ser indenizatórias terminam sendo remuneratórias. É importante que haja uma demonstração desses valores e que estes fiquem em patamares mais razoáveis.”, disse Bruno Batista, presidente da OAB-PE. 

Nota

Em nota, a Câmara de Vereadores do Recife afirmou que, no ano de 2016, os parlamentares reduziram em 3% os salários. Disse ainda que os benefícios dos vereadores estão congelados, desde 2009. Por fim, a Câmara pontuou que os quadros funcionais de todos os gabinetes foram reduzidos. 

TV Jornal


Pernambuco cresce mais do que o Brasil em geração de empregos

Suape-Dezembro-2017_por-Rafa-Medeiros_271-748×410
Suape-Dezembro-2017_por-Rafa-Medeiros_271-748×410

Depois de São Paulo, o segundo Estado que mais gerou emprego com carteira assinada no Brasil neste mês de setembro foi Pernambuco.

Segundo dados do Caged, houve a geração de 17,6 mil empregos formais neste mês em Pernambuco, uma variação positiva de 1,43%, maior que a do Brasil (0,40%).

Em termos quantitativos, a indústria de transformação pernambucana foi a que mais gerou empregos neste mês, 10.781 (5,69%).

Essa área envolve a indústria de alimentos, bebidas e álcool etílico; a metalúrgica; a mecânica; a de material elétrico e de comunicações; a química e farmacêutica, entre outras.

A agropecuária propiciou outro bom desempenho nos postos de trabalho, com a criação de 4.580, uma variação de 7,97 pontos percentuais neste mês, especialmente na área do corte da cana-de-açúcar e da fruticultura.

O Nordeste apresentou o maior saldo positivo de postos de emprego em setembro, com a oferta de 57.035 postos.

Em segundo lugar ficou o Sudeste (+56.833 vagas) e em terceiro, o Sul (+23.870).

O Centro-Oeste ficou em quarto lugar em setembro (+10.073 vagas) e o Norte, em quinto (+9.352).

Os Estados que mais geraram empregos em setembro foram São Paulo (+36.156 postos), Pernambuco (+17.630) e Alagoas (+16.529).

De acordo com o secretário do Trabalho, Emprego e Qualificação, Alberes Lopes, o crescimento se deve ao empenho do governo Paulo Câmara em trazer novos empreendimentos para Pernambuco e também reflete a safra do período da cana-de-açúcar, o que os números do Caged mostram destacando municípios da Mata entre os que mais fizeram contratações, como Sirinhaém, Moreno e Ribeirão.

“Houve a geração de 17,6 mil empregos formais neste mês em Pernambuco, uma variação positiva de 1,43, maior que a do Brasil (0,40). Isso é um motivo de comemoração para nós, pernambucanos, e o resultado do esforço coletivo que há no Estado e no governo Paulo Câmara para melhorar a vida das pessoas”, disse Alberes.


Garanhuns recebe Festival Internacional de Literatura Infantil

Festival Internacional de Literatura Infantil de Garanhuns vai acontecer entre 24 e 27 de outubro com 45 atividades gratuitas no município

Formar novos leitores ao passo que os conecta com suas raízes. Essa é a proposta central do Festival Internacional de Literatura Infantil de Garanhuns, que chega à quinta edição com 45 atividades gratuitas em quatro dias de evento.  O Filig vai acontecer de 24 a 27 de outubro na cidade de Garanhuns e espera receber público de quatro mil pessoas, vindas também da região do Agreste. Com o tema “Africanidades – um mundo de histórias e memórias”, o Festival é idealizado pela Ferreira Costa, empresa nascida na cidade que que chega aos 135 anos de atuação, junto a Proa Marketing Cultural e Projetos.

Já tradicional no calendário literário da cidade, vai trazer cortejo, exposição, momentos de leitura, atividades formativas para adultos e crianças, conversas com autores, feira de livro, além de apresentações culturais. A programação vai ocupar o Centro de Produção Cultural do Sesc Garanhuns, a Unidade Acadêmica de Garanhuns e a turma de Educação de Jovens e Adultos (EJA) da Escola Ranser Alexandre Gomes, no bairro do Magano. “O Filig é a realização de nosso comprometimento com a educação e com o município, que já espera por esse evento”, afirma Pietra Costa, representante da Ferreira Costa, realizadora do projeto junto com a Proa Marketing Cultural e Projetos. O evento conta com o apoio da Fundarpe, Governo de Pernambuco, Sesc Garanhuns, Prefeitura de Garanhuns e Universidade Federal Rural de Pernambuco – UAG e a realização da Secretaria Especial da Cultura e Ministério da Cidadania.

O escritor e ilustrador Luciano Pontes, especialista em literatura para infância, assina novamente a coordenação pedagógica e a curadoria do festival. “A oralidade é criada e recriada dentro do ciclo contínuo da vida, e perpassa a literatura reconectando às ancestralidades, mas, diante da fragilidade de nossas memórias e a visão de uma “história única” homenagearemos a diáspora africana para celebrar a palavra ancestral que fundamentou e fundamenta nossa cultura brasileira”, pontua. Para esta edição, foram convidados nomes importantes nesse resgate e defesa das matrizes africanas, como o escritor e contador de histórias nigeriano, Sunny; o autor infantil e ilustrador sul-africano, Piet Grobler; a autora e contadora de histórias cubana, Teresa Cárdenas; a pedagoga e escritora paulista, Kiusam de Oliveira; e o professor, pesquisador e terapeuta, Hugo Monteiro.

O Filig é a culminância de um trabalho que vem sendo desenvolvido desde julho, quando integrou a programação do Festival de Inverno da cidade, com contação de histórias. De lá até outubro, foram realizados seminários de leituras, direcionados para professores, bibliotecários, estudantes de pedagogia e letras, e caravanas de leituras, que levaram para escolas de comunidades quilombolas mediações de leitura e apresentações artísticas. Juntas, impactaram mais de 700 pessoas. “Isso traduz nossa intenção de não sermos apenas ações pontuais, e sim, desenvolvermos um trabalho perene, continuado na cidade, que deixa legado para os agentes de leitura e leitores”, comenta Camila Bandeira, diretora da Proa.

Além dessas atividades, o Filig realizou uma convocatória com ilustradores de todo o país, em setembro, para integrar o ILUSTRImagem. “A exposição desse ano homenageia um dos personagens lendários da nossa cultura popular, com o tema Saci em VERSões. Foram selecionadas 10 ilustrações que comporão a mostra e depois distribuídas nas bibliotecas.”  A visitação pode ser realizada em todos os dias do evento no hall do Centro de Produção Cultural do Sesc.

Vivenciando o Filig – Democrática e diversificada, a programação do Festival foi concebida para crianças e adultos que queiram vivenciar contações de histórias, encontrar escritores ou participar de atividades formativas. As atividades acontecem em todos os turnos. No “Ateliê de Narrativas para escritores”, Teresa Cárdenas vai falar sobre suas experiências na escrita de personagens raros em livros infantis; no “Ateliê das narrativas para ilustradores”, Piet Glober vai ministrar um workshop para abordar o processo criativo e adoção da pluralidade de técnicas; e a atriz Naná Sodré estará à frente da “Dramaturgia dos Orixás”, com vivências práticas sobre as possibilidades corporais e energias ancestrais em cena.

Além desses momentos formativos, o Festival terá apresentações culturais. O primeiro, às 10h30 da quinta-feira (24/10), será um cortejo com o ritual ancestral “Iseda Siso – a natureza falando”, que vai sair do Centro de Produção Cultural com a presença do afoxé Alafin Mimi e integrantes do projeto Meninos do Batuque, ambos de Pernambuco. Outros destaques do são festival a participação do ator Junior Dantas, do espetáculo “O Pequeno Príncipe Preto”, para quebrar os paradigmas e estereótipos sociais sobre realezas; o espetáculo “Re-te-tei”, com a Tropa do Balacobaco; além da apresentação “Corpo ancestral”, com Rubí Waf, e do Coco Erêmin.

Programação

Quinta-feira (24/10)

8h às 17h | Hall – CPC | Exposição ILUSTRimagem Saci em VERsões

8h às 17h | Auditório 03 – CPC | Sessões de Leitura Aberta

8h às 17h | Hall – CPC | Feira de livros

10h30 | CPC | E Kí Àwon Baba Wa (Saudação ancestral de abertura do Filig) com Afoxé Alafim Mimi e participação de Yalorixá Josefa Alves (Obaláganju) e Cortejo Iseda Siso (a natureza falando) com Afoxé Alafin Mimi (PE) e Projeto Meninos do Batuque (PE) e participação das Comunidades Quilombolas de Garanhuns

13h às 15h | Sala de Teatro – CPC | Ateliê de Criação para crianças com o autor Sunny (NGR)

13h às 15h | Sala de Dança – CPC | Ateliê de Criação para professores com a autora Kiusam de Oliveira (PE)

14h às 15h | Tenda de Histórias | Auditório 01 – CPC | Conversa com o autor Piet Goblet (RSA)

14h às 18h | Sala de Música – CPC | Awon Iranti Ara (Memórias no Corpo) | Oficina: Dramaturgia dos Orixás com Naná Sodré (PE)

15h às 16h | Teatro – CPC | Ni Ijoba Kan Ti Afirika (Em um reino da África) | Participação do ator Junior Dantas, do espetáculo “O pequeno Príncipe Preto”

17h às 21h | Sala de Dança – CPC | Ateliê de Narrativas para adultos com Teresa Cárdenas (CU)

18h30 às 20h30 | UAG | Conversa temática “Ancestralidade na narrativa verbal e visual na atual literatura para a infância” com Sunny (NGR) e Piet Gobler (RSA)

Sexta-feira (25/10)

8h às 17h | Hall – CPC | Exposição ILUSTRimagem Saci em VERsões

8h às 17h | Auditório 03 – CPC | Sessões de Leitura Aberta

8h às 17h | Hall – CPC | Feira de livros

8h às 10h | Sala de Teatro – CPC | Ateliê de Criação para crianças com o autor Hugo Monteiro (PE)

8H ÀS 10H | Sala de Dança – CPC | | Ateliê de Criação para professores com a autora Teresa Cárdenas (CU)

9h às 10h | Tenda de Histórias | Auditório 01 – CPC | Conversa com a autora Kiusam de Oliveira (SP)

9h às 13h | Sala de Música – CPC | Awon Iranti Ara (Memórias no corpo) | Oficina: Dramaturgia dos Orixás com Naná Sodré (PE)

10h30 às 11h30 | Teatro – CPC | Ni Ijoba Kan Ti Afirika (Em um reino da África) | Participação do ator Junior Dantas, do espetáculo “O pequeno Príncipe Preto”

13h às 14h | Tenda de Histórias | Auditório 01 – CPC | Conversa com o autor Hugo Monteiro (PE)

13h às 15h | Sala de Teatro – CPC | Ateliê de Criação para crianças coma autora Kiusam de Oliveira (SP)

13h às 15h | Sala de Dança – CPC | Ateliê de Criação para professores com o autor Sunny (NGR)

15h às 16h | Tenda de Histórias | Auditório 01 – CPC | Otito Se Iyipada Kadara (A verdade muda o destino) | peça teatral: Re-Te-Tei com Tropa do Balacobaco (PE)

17h às 21h | Sala de Dança – CPC | Ateliê de Narrativas para adultos com o autor Piet Grobler (RSA)

18h30 às 20h30 | EJA | Conversa temárica: O feminino na ancestralidade África e nos contos renovados com Teresa Cárdenas (CU), Kiusam De Oliveira (SP), Hugo Monteiro (PE) e mediação de Josimar Araújo (PE)

20h30 às 22h30 | Auditório 03 – CPC | Show: Ara Ara-Baba (Corpo ancestral) com Rubí Waf (GO)

Sábado (26/10)

9h às 17h | Hall – CPC | Exposição ILUSTRimagem Saci em VERsões

9h às 17h | Auditório 03 – CPC | Sessões de Leitura Aberta

9h às 17h | Hall – CPC | Feira de livros

9h às 11h | Sala de Dança – CPC | Awon Omoge Ti Imo (Pontes do conhecimento): Oficina Malunguinho para crianças com Orun Santana (PE)

10h às 11h | Sala de Teatro – CPC | Ateliê de Criação para professores com o autor Piet Grobler (RSA)

10h às 11h | Sala de Música- CPC | Ateliê de Criação para crianças com a autora Teresa Cárdenas (CU)

11h às 12h | Tenda de Histórias (Auditório 01 – CPC | Conversa com a autora Kiusam de Oliveira

9h às 13h | Sala de Música – CPC | Otito Se Iyipada Kadara (A verdade muda o destino): peça teatral Re-Te-Tei com Tropa do Balacobaco (PE)

14h às 15h | Tenda de Histórias | Auditório 01 – CPC | Conversa com o autor Sunny (NGR)

14h às 15h | Sala de Teatro – CPC | Ateliê de Criação para crianças com o autor Piet Grobler (RSA)

13h às 15h | Sala de Dança – CPC | Ateliê de Criação para professores com o autor Hugo Monteiro (PE)

15h às 16h | Tenda de Histórias | Auditório 01 – CPC | Conversa com a autora Teresa Cárdenas (CU)

16h às 17h | Hall – CPC | Coco Erêmin (PE)

Domingo (27/10)

9h às 12h | Hall – CPC | Exposição ILUSTRimagem Saci em VERsões

9h às 12h | Auditório 03 – CPC | Sessões de Leitura Aberta

9h às 11h | Hall – CPC | Feira de livros

9h às 11h | Sala de Dança – CPC | Awon Omoge Ti Imo (Pontes do Conhecimento): Oficina Malunguinho para crianças com Orun Santana (PE)

10h às 11h | Tenda de Histórias | Auditório 01 – CPC | Conversa com os autores Piet Grobler (RSA), Sunny (NGR), Teresa Cárdenas (CU) e Hugo Monteiro (PE)

11h às 12h | Área externa – CPC | Encerramento: Laarin Wa (Dentro de nós) com Meninos do Batuque (PE)

Sobre a Ferreira Costa – Nascida em Garanhuns, a Ferreira Costa completa, em 2019, 135 anos de atividade. Reconhecida pela variedade de produtos e serviços e excelência no atendimento, o Home Center agora possui e-commerce, o www.ferreiracosta.com


MUNICÍPIO DE ESCADA RECEBE OBRAS PARA IMPLANTAÇÃO DE SISTEMA DE ESGOTAMENTO SANITÁRIO

Com a concretagem das fundações de unidades que compõem a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) em Escada, Zona da Mata Sul, a Compesa dá andamento às obras de construção da primeira etapa do Sistema de Esgotamento Sanitário da cidade. Escada é um dos 11 municípios contemplados pelo Programa de Saneamento Ambiental da Bacia do Rio Ipojuca (PSA Ipojuca), executado com recursos do Governo do Estado via financiamento junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). A obra recebe um investimento de R$ 34 milhões e beneficia 36,5 mil pessoas nos bairros de Nova Descoberta, Centro, Vila Operária, Viradouro, Vale Verde, Sudene e Riacho do Navio, áreas que correspondem a cerca de 40% do município. 

Para implantar a primeira etapa do sistema, prevista para ficar pronta em dezembro de 2020, será realizado o assentamento de 50 quilômetros de tubulações, a construção de cinco estações elevatórias de esgoto (bombeamento), e a instalação de mais de 7 mil ligações domiciliares. A obra também possibilitará concluir e adequar a ETE que terá a capacidade de tratar 120 litros de esgoto por segundo. “Essa obra representa o esforço do governador Paulo Câmara em ampliar os serviços de esgotamento sanitário no interior de Pernambuco. Com a execução desse grande programa, que recebe o investimento de 330 milhões de dólares, estamos levando qualidade de vida para a população dessas cidades, desenvolvimento para a região e contribuindo para a despoluição do Rio Ipojuca”, pontua a presidente da Compesa, Manuela Marinho.

Além da frente de serviços que atua na ampliação da estação de tratamento, localizada às margens da BR-101, também está sendo realizado o cadastro técnico da rede coletora existente na cidade. E, para universalizar o esgotamento sanitário em toda cidade de Escada, também está em fase de elaboração o projeto para implantar a segunda etapa do sistema.


Mar Hotel e Atlante Plaza inauguram novas academias no Recife

Para hóspedes e público em geral, espaços têm o objetivo de criar um novo nicho no mercado

Pensando na saúde, bem-estar e no conforto dos seus clientes, a rede Pontes Hotéis & Resorts está investindo em novas academias e renovados métodos de treinos. Os novos espaços, maiores e com modernos aparelhos, criam um novo nicho no mercado com academias em hotéis abertas para o público externo.

Para o lançamento das novas academias, o grupo Pontes fechou parceria com Marcos Sousa, personal trainer, empreendedor e diretor comercial daGoal Gestão Esportiva. O especialista, que foi premiado em 2018 no Rio de Janeiro como um dos 10 personal trainers destaques do Brasil, ressalta que o foco das novas academias é despertar nas pessoas o prazer em praticar atividades físicas regularmente com a melhoria do estilo de vida, performance no trabalho e autoestima.

O Mar Hotel, localizado em Boa Viagem inaugura em outubro a academia Avanteh. “A partir do dia 21 de outubro, a nova academia estará funcionando tanto para o público interno como o externo, com todas as facilidades que o hotel oferece, como estacionamento amplo, gastronomia, lojas e segurança, por exemplo”, afirma Andreia Misael, gerente do Mar Hotel.

A nova marca chega com uma proposta inovadora em Pernambuco. É a primeira academia da região a focar no segmento empresarial, em funcionários de empresas, sejam pequenas, médias ou grandes. A proposta está sendo apresentada para gestores de empresas que possuem o desejo de incentivar financeiramente na promoção da saúde dos seus colaboradores, contribuindo com 100% ou parte da mensalidade.

São destacadas as vantagens do exercício físico para esse público como saúde do funcionário, bem-estar, satisfação da equipe, auto-estima e melhor performance no trabalho. “A Avanteh é para pessoas que desejam ter melhores resultados com a prática regular de atividades. Além de ter alta performance no trabalho e na vida, cuidando da saúde física e mental”, explica Marcos.

Para essa unidade, são esperados cerca de 400 cadastros de usuários. Em um espaço de 100m2, os clientes vão contar com serviços personalizados como acesso a um aplicativo, que facilita o treino, avaliação, fast training, aulas especiais como core, alongamento, bike e pilates, além de supervisão e prescrição presencial 16 horas por dia. Hidroginástica e funcional aquático também serão oferecidos na piscina do hotel. A Avanteh funcionará das 6h às 22h nos dias de semana e das 6h às 12h aos sábados. 

Já o Hotel Atlante Plaza, localizado na beira mar de Boa Viagem, vai receber a academia Root Move. O conceito da nova marca foi criado e pensado para funcionar em um ambiente totalmente enérgico, à beira mar, proporcionando experiências através de movimento e muita psicologia positiva. O objetivo é transformar a vida das pessoas através de um combo de atividades capazes de transformar a mentalidade com prazer e motivação.

O público são gestores, empresários, médicos, autônomos e pessoas que residem ou tem em sua rota diária o Atlante Plaza. A Root Move conta com personal trainer exclusivo, aplicativo personalizado, aulas especiais e descontos em rede de parceiros. Estima-se um número máximo de 120 usuários.

Serviço: Inauguração das novas academias Mar Hotel (Avanteh) e Hotel Atlante Plaza (Root Move)

Endereço: 

Mar Hotel: Rua Barão de Souza Leão, 451 – Boa Viagem, Recife – PE

 Hotel Atlante Plaza: Avenida Boa Viagem, 5426 – Boa Viagem, Recife – PE


BierCarva promete reunir cervejas do mundo no Recife

Festival conta com 11 cervejarias e 40 rótulos de origem nacional e internacional

Cerveja de todas as partes

Reunir vários fabricantes de cerveja no mesmo lugar dá tão certo, que a agência Carvalheira se juntou ao Shopping Recife para a primeira BierCarva, este sábado (19), a partir das 15h.

É a chance de os apreciadores experimentarem pilsen, IPA, blonde e tantas outras versões, oferecidas por 11 das principais fabricantes nacionais e estrangeiras, em esquema open bar.

Por lá, mais de 40 rótulos, a exemplo da premiada paulista Colorado e da mineira Wäls, da Cervejaria Ambev. Entre as importadas, a Ambev sugere rótulos da Goose Island, Kona, Hoegaarden, Leffe, Franziskaner e Patagônia. Já entre as pernambucanas, destaque para Capunga, DeBron e Ekäut.

Para acompanhar a gelada, ofertas da hamburgueria Dom Black, do novo empreendimento da cidade de hot dog e linguiças artesanais Frankhaus, além da estação de carnes Mr. Smoke BBQ, comandada pelo chef Léo Macedo. A música fica por conta das bandas Amy Reggaehouse, Maraca Band, No Money For Cash e DJ Damata. Além do acesso livre às cervejas, o público também poderáaproveitar o open de destilados, refrigerantes e água.

BierCarva promete reunir cervejas do mundo

Cerveja de todas as partes
Mr. Smoke com o chef Léo Macedo

Serviço
BierCarva Shopping Recife

Local: Parque das Esculturas Shopping Recife
Ingressos: www.padraocarvalheira.com.br


Morena Tropicana inspira marca de cerveja

O sucesso de Alceu Valença para se beber

A cerveja com umbu e cajá / Foto: Divulgação
A cerveja com umbu e cajá
Foto: Divulgação

“Da manga rosa quero o gosto e o sumo/melão maduro, sapoti, joá/jabuticaba, teu olhar noturno/beijo travoso de umbu, cajá”, desta salada de frutas de Morena Tropicana, um dos maiores sucessos de Alceu Valença, a Cervejaria Colorado, da Ambev, separou o umbu e o cajá, para ingredientes da cerveja Tropicana. A nova cerveja terá lançamento oficial, nesse sábado na festa Biercarva, no Parque das Esculturas do Shopping Recife.

PARCEIRO

O gerente de marketing da Colorado explica que o objetivo de criar a cerveja foi destacar duas frutas tipicamente brasileiras, e um grande artista do país. A Tropicana é uma cerveja leve e suave, com teor alcoólico de 4,3%.

Já a Morena Tropicana é um xote lançado, em 1982, no álbum Cavalo de Pau, que se tornou obrigatório no repertório de Alceu Valença, e no carnaval pernambucano. O pessoal da Colorado só se esqueceu de citar o parceiro de Alceu na música, o baiano Vicente Barreto.


Encontro Hapfun no Mirabilandia Recife– Novas Atividades confirmadas

Chegou a hora de realizarmos um encontro Hapfun no maior parque do Nordeste, no Mirabilandia, durante a Hora do Terror 2019.

Nosso encontro acontecerá no dia 09 de novembro, sábado, para termos diversas atividades exclusivas que apenas os participantes de nosso evento conseguem realizar.

Realizamos encontros em diversos parques do país, o nosso último foi realizado no Hopi Hari, confira nosso vídeo, assim quem nunca participou pode entender um pouco mais como funciona:

Como Participar?

Passaportes:

Para participar é simples, você precisa adquirir um passaporte com a inscrição para acessar o parque e também nosso encontro.

Lembramos que apenas passaportes comprados em nossa loja são permitidos, outros tipos de ingressos não serão aceitos para participar do encontro.

Formas de pagamento: depósito, transferência bancária ou cartão de crédito.

Cancelamentos e reembolsos serão aceitos em até sete dias após a data da compra, caso o passaporte tenha sido utilizado no Mirabilandia ainda dentro dos 07 dias, o valor não será estornado ou devolvido.

Participantes de outros estados e cidades:

Para participantes de outros estados, a responsabilidade de passagens aéreas, hotel, transporte até o Mirabilandia fica por conta de cada participante.

O parque fica localizado no endereço: Av. Prof. Andrade Bezerra, 1285 – Salgadinho na cidade de Olinda, bem na divisa entre Olinda e Recife.

Horários:

Para realização de todas as atividades exclusivas, é importante que todos os participantes cheguem ao Mirabilandia as 10h30, com entrada as 11h00 no parque.

Atividades exclusivas e benefícios:

Todos os participantes de nosso encontro terão as atividades exclusivas ao adquirir o passaporte, serão mais de 06 benefícios e iremos divulgando em nosso instagram: @hapfunbr

01- Entrada Antecipada

02- Ao adquirir o passaporte, você tem direito a um hambúrguer, fatia de pizza, coxinha, pastel frito ou espetinho com uma lata de refrigerante.

03: Visita Técnica no Thunder com volta exclusiva antes do parque abrir

04: Visita Técnica no Over Loop com volta exclusiva antes do parque abrir

05: Visita técnica na Roda Gigante de 36 metros, com volta exclusiva antes do parque abrir

06: Visita técnica na Super Tornado, com volta exclusiva antes do parque abrir

07: Visita técnica no palco da Hora do Terror

08: Foto exclusiva com os monstros

Dúvidas:

Em caso de dúvidas, não deixe de nos contatar através de nosso e-mail: contato@hapfun.com.br ou através das mensagens de nossas redes sociais.